segunda-feira, 25 de março de 2019

LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS NO CEARÁ - 135 ANOS


Há 135 anos acontecia a Libertação dos Escravos no Ceará.


Ocorrida em 25 de março de 1884, uma terça-feira, a libertação dos escravos antecipava-se em quatro anos a Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil. O Ceará passava a ser a primeira província do país a tomar tal atitude, sendo considerado a Terra da Luz.

Segundo o pesquisador Nirez, o presidente da Província, Manuel Sátiro de Oliveira Dias (Sátiro Dias), decretou a Abolição dos escravos em todo o território do Ceará em sessão realizada em pavilhão armado na Praça Castro Carreira. Em Fortaleza foram quatro dias de festas, mas em alguns lugares houve resistência e demorou ainda a libertação geral.

Cresci ouvindo histórias em torno da abolição e seus personagens, pois alguns de meus bisavós paternos, Maria Assumpção dos Santos Castro e José Theodorico de Castro era abolicionistas. Ela integrava a liga das senhoras abolicionistas e ele era tesoureiro, também tendo sido vice-presidente, da Sociedade Cearense Libertadora (fundada em 08 de dezembro de 1880), cujo slogan era Perseverança e Porvir. Também ouvi de sua filha, minha tia avó Cöra (que faleceu em 1991, aos 99 anos completamente lúcida) histórias sobre a ex-escrava Albina, que após ser libertada ficou trabalhando na casa de meus bisavós. Albina tinha uma reza milagrosa que a livrava, e a seus companheiros de cativeiro, das perseguições de capitães do mato. Também fiquei sabendo que eles compravam escravos para libertá-los.


JOSÉ THEODORICO DE CASTRO
Foto N. Olsen
Século XIX
Arquivo Marcelo Bonavides


JOSÉ THEODORICO DE CASTRO
Foto Bernardes e Cia.
Século XIX
Arquivo Marcelo Bonavides


Em 1938, o pintor cearense Raimundo Cela fez o quadro Abolição dos Escravos, onde ilustrou a Princesa Isabel em uma jangada, sendo recebida por vários ex-escravos e acompanhada de uma comitiva de abolicionistas. José Theodorico de Castro foi retratado ao lado de Dragão do Mar (Francisco José do Nascimento). No Museu do Ceará há um quadro com a fotografia de vários integrantes da Sociedade Cearense Libertadora, entre eles, José Theodorico de Castro.


Quadro Abolição dos Escravos, de Raimundo Cela, 1938.
Acervo da Academia Cearense de Letras
http://laprovitera.blogspot.com


Detalhe do quadro Abolição dos Escravos, de Raimundo Cela, 1938.
Dragão do Mar (Francisco José do Nascimento) e José Theodorico de Castro.


Quadro da Sociedade Cearense Libertadora com seus integrantes.
Museu do Ceará



Detalhe do quadro da Sociedade Cearense Libertadora.
José Theodorico de Castro.
Museu do Ceará


Fico feliz que meus bisavós tenham sido pessoas conscientes e engajadas em lutar contra uma trágica e vergonhosa passagem de nossa história, a escravidão. A data também deve ser lembrada pela luta dos escravos e ex-escravos por sua liberdade, aos jangadeiros cearenses, representados por Dragão do Mar (Francisco José do Nascimento) que se recusaram a transportar escravos em suas jangadas para serem vendidos. A luta foi feita por muitos, mesmo que uns poucos tenham levado a fama.

Passados 135 anos da libertação dos escravos no Ceará, e quase 131 da abolição da escravidão no Brasil, devemos pensar o que de fato mudou nesse tempo, uma vez que o preconceito racial continua entre nós.


Trago algumas manchetes de jornais cearenses e carioca sobre a data de 25 de março de 1884 e a gravação de Terra da Luz, de Humberto Teixeira, realizada por Déo e o Coro dos Apiacás em 1945.


O LIBERTADOR, 25 de março de 1884.
http://memoria.bn.br



O CEARENSE, 25 de março de 1884.
http://memoria.bn.br



GAZETA DE NOTICIAS, 25 de março de 1884.
http://memoria.bn.br




TERRA DA LUZ
Fantasia Brasileira de Humberto Teixeira
Gravada por Déo e o Coro dos Apiacás
Acompanhamento da Orquestra de Napoleão Tavares
Disco Continental 15.437-A, matriz 1222-1
Lançado em setembro de 1945

TERRA DA LUZ
Samba de Humberto Teixeira
Gravado por Déo e o Coro dos Apiacás
Acompanhamento do Quarteto Brasil, com declamação de Júlio Louzada
Disco Continental 15.437-B, matriz 1223-2
Lançado em setembro de 1945













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...