quarta-feira, 28 de agosto de 2019

ISMÊNIA DOS SANTOS - 56 ANOS DE SAUDADE


ISMÊNIA DOS SANTOS
“Um instantaneo de ISMENIA DOS SANTOS ao microfone da Sociedade Radio Nacional. A excellente actriz do ‘Theatro em Casa’, programma que Victor Costa dirige com muito acerto, é um dos nomes favoraveis entre as estrellas da estação”.
O Malho, 1939


Há 56 anos falecia a cantora e radio atriz ISMÊNIA DOS SANTOS.

Ismênia dos Santos nasceu em Campo dos Goytacazes (RJ), em 19 de março de 1910.

Foi considerada uma das mais belas vozes do rádio teatro no Brasil.
Participou de algumas das mais famosas radio novelas de nosso país, nos tempos áureos do Rádio.


O CRUZEIRO, 1930


Ismênia dos Santos


Ismênia dos Santos


O Cruzeiro, 1930
http://memoria.bn.br


Mesmo com uma restrita participação, deixou interessantes gravações em discos como cantora e atriz.

A primeira gravação é um importante registro de um esquete, provavelmente usado no Teatro de Revista, sendo um diálogo seguido por canto. Isso nos dá uma ideia de como seriam as apresentações do teatro musicado no começo dos anos 30. A peça se chama Meu Amor Brigou Comigo, humorismo de Freire Jr. gravado em 1931 na Odeon por Ismênia dos Santos e pela atriz Olga Louro, irmã de Margot Louro e filha de Estefânia Louro, ambas também atrizes.

Em 1935 gravou quatro músicas na Odeon ao lado de Barbosa Jr, todas de cunho humorístico, onde canta em algumas partes.


Iza Rodrigues e Ismênia dos Santos
Fon Fon, 1938
http://memoria.bn.br


Ismênia dos Santos
O Malho, 1939
http://memoria.bn.br


Celso Guimarães, Ismênia dos Santos e Abigail Maia.
O Malho, 1939
http://memoria.bn.br

Em 1940, o cantor Orlando Silva gravou a bela valsa Voz do Dever, de Aldo Cabral e Benedito Lacerda. Ismênia dos Santos declamou em um trecho da gravação, tornando-a mais comovente.

Ela era a segunda atriz com esse nome. No final do século XIX, tivemos outra atriz chamada Ismênia dos Santos, de muito sucesso em nossos palcos.

Ismênia dos Santos faleceu no Rio de Janeiro em 28 de agosto de 1963, aos 53 anos de idade.


Fon Fon, 1940.
http://memoria.bn.br


Confiram suas gravações, onde ela mescla humor, teatro, declamação e canto. São registros feitos entre 1931 e 1940.



MEU AMOR BRIGOU COMIGO (I)
Cômico de Freire Jr.
Gravado por Ismênia dos Santos e Olga Louro
Disco Odeon 10.843-A, matriz 4308
Gravado em 22 de setembro de 1931 e lançado em novembro de 1931



MEU AMOR BRIGOU COMIGO (II)
Cômico de Freire Jr.
Gravado por Ismênia dos Santos e Olga Louro
Disco Odeon 10.843-B, matriz 4307
Gravado em 22 de setembro de 1931 e lançado em novembro de 1931



DA DISCUSSÃO NASCE A LUZ
Humorismo de Barbosa Jr. e Maria Célia
Gravado por Barbosa Jr. e Ismênia dos Santos
Acompanhamento de Heriberto Muraro ao Piano
Disco Odeon 11.243-A, matriz 5077
Gravado em 20 de junho de 1935 e lançado em julho de 1935



UMA BEBEDEIRA
Humorismo de Barbosa Jr.
Gravado por Barbosa Jr. e Ismênia dos Santos
Acompanhamento de Heriberto Muraro ao Piano
Disco Odeon 11.243-B, matriz 5076
Gravado em 20 de junho de 1935 e lançado em julho de 1935



PROFESSORA NA ROÇA
Humorismo, arranjo de Barbosa Jr.
Gravado por Barbosa Jr. e Ismênia dos Santos
Disco Odeon 11.357-A, matriz 5094
Gravado em 05 de julho de 1935 e lançado em junho de 1936



FESTA DE SÃO JOÃO
Humorismo de Maria Célia
Gravado por Barbosa Jr. e Ismênia dos Santos
Disco Odeon 11.357-B, matriz 5095
Gravado em 05 de julho de 1935 e lançado em junho de 1936



VOZ DO DEVER
Valsa de Aldo Cabral e Benedito Lacerda
Gravada por Orlando Silva e Ismênia dos Santos
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 34.635-A, matriz 33435-1
Gravado em 28 de maio de 1940 e lançado em agosto de 1940











Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...