Páginas

Translate

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

ELAS INTERPRETAM CHIQUINHA GONZAGA

CHIQUINHA GONZAGA


Há 172 anos nascia a compositora e maestrina CHIQUINHA GONZAGA.

Francisca Edwiges Neves Gonzaga nasceu em 17 de outubro de 1847 no Rio de Janeiro, falecendo nessa mesma cidade, em 28 de fevereiro de 1935, aos 87 anos de idade.

Chiquinha Gonzaga foi uma de nossas mais competentes e talentosas compositoras, sendo uma mulher que enfrentou vários preconceitos e obstáculos ao longo de sua vida para poder exercer sua liberdade e talento musical.

Atuou bastante no teatro musicado, compondo para peças de sucesso, como Manobras do Amor e Forrobodó.

A partir de 1902, teve suas composições gravadas em discos. Várias cantoras se deu tempo, como Pepa Delgado, Senhorita Odete, Júlia Martins, entre outras famosas, gravaram suas músicas, deixando clássicos como Côrte na Roça, Corta Jaca, A Mulatinha, Roda Yoyô, Baiana dos Pastéis, registrados em cera.

Já homenageamos Chiquinha Gonzaga em outras ocasiões:

Chiquinha Gonzaga – 79 Anos de Saudade - http://bit.ly/chiquinha79saudades

Chiquinha Gonzaga Interpretada por Senhorita Odette - http://bit.ly/chiquinha170

Chiquinha Gonzaga – 84 Anos de Saudade - http://bit.ly/2VmVJYw

Chiquinha Gonzaga – Sua Voz e Seu Piano - http://bit.ly/2MJPf3i

A Côrte na Roça - Opereta de 1885 - http://bit.ly/2OYsM5R

O Tango da Quitandeira - http://bit.ly/ninaquitandeira



Em homenagem ao seu 172º aniversário de nascimento, trago várias cantoras interpretando sua obra. São registros feitos entre 1903 e 1956 por intérpretes como Senhorita Odete, Pepa Delgado, Nina Teixeira, Risoleta, Delfina Victor, Ruth Caldeira de Moura, Helena Pinto de Carvalho e Inezita Barroso.



SENHORITA ODETTE


BEIJOS
 Valsa de Chiquinha Gonzaga, Luiz Murat e Alfredo de Souza
Gravada por Senhorita Odette
Disco Zon – O – Phone X-696
Lançado em 1903

Valsa publicada em 1899, como romance, por Manual Antônio Guimarães. fazia parte do repertório de Plácida dos Santos. Os versos são de Luiz Murat e Alfredo de Souza.



MANHÃ DE AMOR


Selo do disco Manhã de Amor, 1903.
Arquivo Nirez
Balada de Chiquinha Gonzaga
Gravada por Senhorita Odette
Disco Zon – O – Phone X-699, matriz X699II
Lançado em 1903

Foi publicada em 1881 para canto e piano por Arthur Napoleão e Cia., na série Canto Português - Coleção de Romances, Modinhas, Lundus, etc. Trata-se de uma bonita valsa com versos de C. C.



CÔRTE NA ROÇA
Valsa de Chiquinha Gonzaga e Francisco Sodré
Gravada por Senhorita Odette
Disco Zon – O – Phone X-702
Lançado em 1903

Foi composta em 1884 e fez parte da burleta A Côrte na Roça, de Palhares Ribeiro, que estreou em 1885 no Theatro Príncipe Imperial, no Rio de Janeiro. Foi a primeira vez que uma mulher, Chiquinha Gonzaga, musicava uma peça teatral. A gravação que trazemos é da balada, ou valsa, para canto e piano que encantou público e crítica naquele longínquo 1885, mas, que ainda deslumbra. O autor dos versos é Francisco Sodré. Essa valsa fazia parte do repertório da atriz-cantora Plácida dos Santos.



POESIA E AMOR
Canção de Chiquinha Gonzaga e Casimiro de Abreu
Gravada por Senhorita Odette
Disco Zon – O – Phone X-705
Lançado em 1903

Um lindo e melancólico poema de Casimiro de Abreu escrito na fazenda de seu pai, chamada de  Indaiassú (depois passou a ser a cidade de Indaiaçú, atual Casimiro de Abreu, no Rio de Janeiro) em 1857 e lançado no livro Primaveras, em 1859.
Chiquinha Gonzaga colocaria músicas nesses versos em 1888, conservando o mesmo título de Poesia e Amor.




PEPA DELGADO

Pepa Delgado, 1913.
Arquivo Marcelo Bonavides


O ABACATE

Selo de O Abacate, 1904.
Arquivo Marcelo Bonavides

Cançoneta de Chiquinha Gonzaga, Tito Martins e Gouveia.
Gravado por Pepa Delgado
Acompanhamento de piano
Disco Odeon Record 10.059, matriz R-379
Lançado em 1904
Da Revista “Cá e Lá”



CAFÉ IDEAL
Maxixe de Chiquinha Gonzaga e letra de Tito Martins, com o refrão da melodia de Oh, sole mio.
Gravado por Pepa Delgado
Acompanhamento de piano
Disco Odeon Record 10.074
Lançado em 1904
De Revista “Cá e Lá”



A BANDOLEIRA


Selo do Disco A Bandoleira, 1906.
Arquivo Nirez.

Cançoneta de Chiquinha Gonzaga
Sobre a melodia Machuca, também de Chiquinha Gonzaga
Gravada por Pepa Delgado
Acompanhamento de piano
Disco Odeon Record 40.531
Lançado em 1906



NÃO PERGUNTES

Selo do disco Não Perguntes, 1910.
Arquivo Sandor Buys.

Canção de Chiquinha Gonzaga com versos de Catulo da Paixão Cearense
É a mesma melodia de O Que é Simpatia?, também de Chiquinha Gonzaga.
Gravada por Pepa Delgado
Acompanhamento de piano
Disco Columbia Record 11.732
Lançado em 1910



NINA TEIXEIRA

Nina Teixeira
O Malho, 1909
http://memoria.bn.br

TANGO DA QUITANDEIRA
De Chiquinha Gonzaga, Vicente Reis e Raul Pederneiras
Gravado por Nina Teixeira
Disco Odeon Record 10.091
Gravado e lançado entre 1904 e 1907
Obs. Tango da revista Esfolado, de 1903.




RISOLETA

Risoleta
Arquivo José ramos Tinhorão

A BAIANA DOS PASTÉIS
Cançoneta de Chiquinha Gonzaga
Gravada por Risoleta
Disco Columbia Record 12155
Lançado provavelmente em 1910



MACHUCA
Cançoneta de Chiquinha Gonzaga
Gravada por Risoleta
Acompanhamento de Piano
Disco Columbia Record 12.193
Lançado em 1910



DELFINA VICTOR

Delfina Victor
http://mulheresilustres.blogspot.com

FADO DOS DESEJOS
Fado de Chiquinha Gonzaga e Roldão
Gravado por Delfina Victor
Disco Columbia Record B-238
Lançado em 1912
Obs. Gravação feita em 1910, com relançamento em 1912.



RUTH CALDEIRA DE MOURA

CASA DE CABÔCO

Selo do disco Casa de Cabôco, 1929.
Arquivo Marcelo Bonavides

Canção de Chiquinha Gonzaga, Hekel Tavares e Luís Peixoto
Gravada por Ruth Caldeira de Moura
Acompanhamento de Lúcio Chameck ao Piano
Disco Odeon 10.419-B, matriz 2639
Lançado em julho de 1929



HELENA PINTO DE CARVALHO

Helena Pinto de Carvalho, 1930.
Arquivo Nirez

FOGO FOGUINHO
Samba Canção de Chiquinha Gonzaga e Viriato Correia
Gravado por Helena Pinto de Carvalho
Acompanhamento de Max Cardoso e Arnaldo Pescuma aos violões e coro
Disco Victor 33.325-A, matriz 50371-2
Gravado em 05 de julho de 1930 e lançado em agosto



SOU MORENA
Canção de Chiquinha Gonzaga e Viriato Correia
Gravada por Helena Pinto de Carvalho
Acompanhamento de Orquestra e Coro
Disco Victor 33.325-B, matriz 50369-2
Gravado em 05 de julho de 1930 e lançado em agosto



CHINELINHA DO MEU AMOR
Canção de Chiquinha Gonzaga e Viriato Correia
Gravada por Helena Pinto de Carvalho
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 33.342-A, matriz 50370-1
Gravado em 05 de julho de 1930 e lançado nesse mesmo ano



INEZITA BARROSO

Inezita Barroso
blogdoims.com.br

CASA DE CABOCLO
Canção de Chiquinha Gonzaga, Hekel Tavares e Luís Peixoto
Gravada por Inezita Barroso
Acompanhamento da Orquestra de Hervê Cordovil
Disco Copacabana 5.538-B, matriz M-1359
Lançado em 1956











Agradecimento a Sandor Buys e ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...