sábado, 30 de novembro de 2019

ELAS INTERPRETAM JOSUÉ DE BARROS


Revista O Violão, janeiro de 1929.



Há 60 anos falecia o compositor e violonista JOSUÉ DE BARROS.

Nascido em Salvador (Bahia), no dia 16 de março de 1888, ele se chamava Josué Borges de Barros. Ele faleceu no Rio de Janeiro em 30 de novembro de 1959, aos 71 anos de idade.

Já enfocamos sua vida e obra: http://bit.ly/2TMFIOz


Josué de Barros também ficou conhecido por ter sido a pessoa que descobriu a cantora Carmen Miranda e a lançou no cenário artístico, com muito sucesso. Porém, ao longo de sua carreira, várias cantoras interpretaram e gravaram suas composições. Inclusive sua filha, Neyde de Barros, era cantora.


Neyde de Barros
Arquivo Nirez

 Em 1928, a estrela do Teatro de Revista, Aracy Côrtes, gravou a canção sertaneja de Josué de Barros, Chora Violão, que teve uma boa aceitação pelo público, tornando-se uma música bastante conhecida.

Tão conhecida e, graças à interpretação de Aracy Côrtes, admirada que a jovem e iniciante cantora Carmen Miranda a cantava em apresentações informais e festivais de caridade. Josué de Barros percebeu o talento da moça e a levou para gravar um disco na Brunswick em setembro de 1929, onde ela registrou da autoria de Josué, o choro Se o Samba é Moda, e o samba Não Vá Simbora.

Como a gravadora demorava para lançar seus discos (eles só seriam lançado em janeiro de 1930), Josué de Barros levou Carmen para um teste na Victor, onde ela foi aprovada e começou a gravar em 04 de dezembro de 1929, com a toada de Josué, Triste Jandaya e o samba Dona Balbina, também dele. O disco foi lançado em janeiro de 1930 e fez muito sucesso, levando Carmen Miranda a gravar outras composições, inclusive algumas da autoria de Josué de Barros, que a levariam ao sucesso como cantora.


Josué de Barros e Carmen Miranda

Ainda em 1929, a cantora Jesy Barbosa, que era uma intérprete já conhecida e estimada do público, gravou seu primeiro disco, pela Victor, registrando no lado A a canção de Josué de Barros, Olhos Pállidos.


Olhos Pallidos
Arquivo Marcelo Bonavides


Em meados de 1930, Elisa Coelho gravaria a toada de Josué de Barros, Ciúme de Caboca.

Outras cantoras, hoje esquecidas, porém, que tiveram sua fama no final dos anos 20 e início dos anos 30 também gravaram Josué de Barros. São elas: Ana de Albuquerque Melo, Sônia Bulamarqui, Elza Cabral e Sônia Veiga. Ana de Albuquerque Melo gravou em 1930 o samba de Josué de Barros, Você, que seria regravado por Sônia Bulamarqui em 1932.


Vamos conferir essas intérpretes e suas gravações, realizadas entre 1928 e 1932.




ARACY CÔRTES


Aracy Côrtes
http://memoria.bn.br/


CHORA VIOLÃO

Chora Violão
Arquivo Marcelo Bonavides

Canção Sertaneja de Josué de Barros
Gravada por Aracy Côrtes
Acompanhamento de Piano e Violão
Disco Parlophon 12.868-B, matriz 2083
Lançado em novembro de 1928




JESY BARBOSA


Jesy Barbosa
http://memoria.bn.br/


OLHOS PÁLLIDOS



Canção de Josué de Barros
Gravada por Jesy Barbosa
Acompanhamento da Orquestra Victor de Salão
Disco Victor 33.208-A, matriz 50037-1
Gravado em 11 de setembro de 1929 e lançado em novembro de 1929



CORAÇÃO MAGOADO



Tanguinho Canção de Josué de Barros

Gravado por Jesy Barbosa
Acompanhamento de Violões e Bandolim
Disco Victor 33.320-B, matriz
Gravado em 14 de junho de 1930 e lançado em agosto de 1930




CARMEN MIRANDA


Carmen Miranda
http://memoria.bn.br/


SE O SAMBA É MODA
Choro de Josué de Barros
Gravado por Carmen Miranda
Acompanhamento do Trio Barros
Disco Brunswick 10.013-A, matriz 97
Lançado em janeiro de 1930



NÃO VÁ SIMBORA
Samba de Josué de Barros
Gravado por Carmen Miranda
Acompanhamento do Trio Barros
Disco Brunswick 10.013-B, matriz 99
Lançado em janeiro de 1930



TRISTE JANDAIA


Canção Toada de Josué de Barros
Gravada por Carmen Miranda
Acompanhamento de Rogério Guimarães e Josué de Barros aos Violões
Disco Victor 33.249-A, matriz 50134-2
Gravado em 04 de dezembro de 1929 e lançado em janeiro de 1930



DONA BALBINA


Samba de Josué de Barros
Gravada por Carmen Miranda
Acompanhamento de Rogério Guimarães e Josué de Barros aos Violões
Disco Victor 33.249-B, matriz 50135-1
Gravado em 04 de dezembro de 1929 e lançado em janeiro de 1930



YAYÁ YOYÔ


Marcha Carnavalesca de Josué de Barros
Gravada por Carmen Miranda
Acompanhamento de Coro e Orquestra Victor
Disco Victor 33.259-A, matriz 50166-2
Gravado em 23 de janeiro de 1930 e lançado em fevereiro de 1930



MORENO BONITO


Marcha de Josué de Barros
Gravada por Carmen Miranda
Acompanhamento de Violões e Bandolim
Disco Victor 33.331-B, matriz 50328-2
Gravado em 17 de junho de 1930 e lançado em setembro de 1930




VAMOS BRINCAR


Marcha de Josué de Barros
Gravada por Carmen Miranda
Acompanhamento de Orquestra e Coro
Disco Victor 33.399-B, matriz 65064-2
Gravado em 16 de dezembro de 1930 e lançado em janeiro de 1931





ANNA DE ALBUQUERQUE MELLO


Anna de Albuquerque Mello
http://memoria.bn.br/



PRECE DA SAUDADE
Canção de Josué de Barros
Gravada por Ana de Albuquerque Melo
Acompanhamento de Pequeno Conjunto
Disco Brunswick 10.023-A, matriz 108
Lançado em fevereiro de 1930




VOCÊ
Samba de Josué de Barros
Gravada por Ana de Albuquerque Melo
Acompanhamento de Violões
Disco Brunswick 10.023-B, matriz 212
Lançado em fevereiro de 1930




MINHA LÁGRIMA
Canção de Josué de Barros
Gravada por Ana de Albuquerque Melo
Acompanhamento de Pequeno Conjunto
Disco Brunswick 10.030-A, matriz 110
Lançado em março de 1930





ELISA COELHO


Elisa Coelho
http://memoria.bn.br/


CIÚME DE CABOCA
Toada de Josué de Barros
Gravada por Elisa Coelho
Acompanhamento de Rogério Guimarães e Jacy Pereira aos Violões
Disco Victor 33.444-B, matriz 50308-1
Gravado em 11 de junho de 1930 e lançado em agosto de 1931





SÔNIA BULAMARQUI


Sônia Bulamarqui
Arquivo Nirez


AMANHEÇA O DIA
Samba de Josué de Barros
Gravado por Sônia Bulamarqui
Acompanhamento de Simão e Sua Columbia Orquestra
Disco Columbia 22.078-B, matriz 381148
Lançado em janeiro de 1932




VOCÊ
Samba de Josué de Barros
Gravado por Sônia Bulamarqui
Acompanhamento de Simão e Sua Columbia Orquestra
Disco Columbia 22.079-B, matriz 381152
Lançado em 1932




VAMOS DAR VALOR
Samba de Josué de Barros
Gravado por Sônia Bulamarqui
Disco Columbia 22.085-B, matriz 381162
Lançado em fevereiro de 1932




ELZA CABRAL


Elza Cabral
http://memoria.bn.br/


ZOMBA DE MIM
Marcha de Josué de Barros e Napoleão Tavares
Gravada por Elza Cabral
Acompanhamento dos Sete Diabos
Disco Columbia 22.090-B, matriz 381171
Lançado em fevereiro de 1932






NÃO, MEU BEM
Samba de Josué de Barros
Gravado por Sônia Veiga
Acompanhamento da Orquestra Columbia
Disco Columbia 22.143-B, matriz 381307
Lançado em 1932




DEIXA
Samba de Josué de Barros
Gravado por Sônia Veiga
Acompanhamento da Orquestra Columbia
Disco Columbia 22.143-B, matriz 381307
Lançado em 1932












Agradecimento ao Arquivo Nirez










sexta-feira, 29 de novembro de 2019

MÚSICAS & CRÍTICAS 03 (ODEON - NOVEMBRO DE 1928)


MÚSICAS & CRÍTICAS
(ODEON – AGOSTO DE 1928)



Na terceira postagem sobre Músicas & Críticas abordando os comentários da revista Phono-Arte, trago alguns lançamentos da Odeon para o fim de agosto de 1928.

Originalmente publicados no número 02 de Phono – Arte, lançado em 30 de agosto de 1928, as críticas se destinavam aos discos dos artistas nacionais: Mário Reis, Gastão Formenti, Francisco Alves e o Grupo Voz do Sertão.

O Grupo Voz do Sertão foi criado em 1927 pelo bandolinista Luperce Miranda e tinha a seguinte formação: Luperce Miranda ao bandolim, Meira ao violão, José Ferreira ao cavaquinho, Robson Florence ao bandolim e Minona Carneiro como cantor.

Obs. Os discos Odeon 10.220 e 10.221 marcam a estréia de Minona Carneiro nas gravações. Não conseguimos o disco Odeon 10.219, interpretado por Luperce Miranda.

















MÁRIO REIS


Mário Reis
Arquivo Nirez







Disco 10.224



QUE VALE A NOTA SEM O CARINHO DA MULHER
Samba de Sinhô (José Barbosa da Silva)
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento de dois Violões
Disco Odeon 10.224-A, matriz 1741-I
Lançado em agosto de 1928



CARINHOS DE VOVÔ
Romance de Sinhô (José Barbosa da Silva)
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento de dois Violões
Disco Odeon 10.224-B, matriz 1740
Lançado em agosto de 1928




GASTÃO FORMENTI


Gastão Formenti
Arquivo Nirez







Disco 10.216



SACY PERERÉ
Toada de Joubert de Carvalho
Gravada por Gastão Formenti
Acompanhamento de Violões
Disco Odeon 10.216-A, matriz 1744
Lançado em agosto de 1928



O PARDAL
Canção de Joubert de Carvalho
Gravada por Gastão Formenti
Acompanhamento de Violões
Disco Odeon 10.216-A, matriz 1744
Lançado em agosto de 1928




FRANCISCO ALVES


Francisco Alves
Arquivo Nirez





Disco 10.215


RUANA
Canção Sertaneja de Marcello Tupynambá e Arlindo Leal
Gravada por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Rádio Central
Disco Odeon 10.215-A, matriz 1675
Gravado em 1928 e lançado em agosto de 1928



BARBULETA BARBULETA
Modinha Sertaneja de Marcello Tupynambá e José Eloi
Gravada por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Rádio Central
Disco Odeon 10.215-B, matriz 1673
Gravado em 1928 e lançado em agosto de 1928






GRUPO VOZ DO SERTÃO



Luperce Miranda
Arquivo Nirez


Minona Carneiro
Arquivo Nirez








Discos 10.220, 10.221 e 10.219


SACODE A SAIA MORENA
Samba de Luperce Miranda e Minona Carneiro
Gravado por Minona Carneiro
Acompanhamento do Grupo Voz do Sertão
Disco Odeon 10.220-A, matriz 1773
Lançado em agosto de 1928



SAMBA DA MEIA NOITE
Samba de Luperce Miranda e Minona Carneiro
Gravado por Minona Carneiro
Acompanhamento do Grupo Voz do Sertão
Disco Odeon 10.220-B, matriz 1772
Lançado em agosto de 1928



MINAS GERAIS
Embolada de Luperce Miranda e Minona Carneiro
Gravada por Minona Carneiro
Acompanhamento do Grupo Voz do Sertão
Disco Odeon 10.221-A, matriz 1751
Lançado em agosto de 1928



SERTÃO DE SURUBIM
Samba de Luperce Miranda e Minona Carneiro
Gravado por Minona Carneiro
Acompanhamento do Grupo Voz do Sertão
Disco Odeon 10.221-B, matriz 1754

Lançado em agosto de 1928











Agradecimento ao Arquivo Nirez









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...