Páginas

Translate

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

EFEMÉRIDES DE 11 DE FEVEREIRO: ALFREDO ALBUQUERQUE, ROMEU SILVA E JOSÉ CARIOCA (ZEZINHO

A data de hoje, 11 de fevereiro, marca o nascimento dos seguintes artistas: ALFREDO ALBUQUERQUE, ROMEU SILVA e JOSÉ CARIOCA (ZEZINHO).




ALFREDO ALBUQUERQUE


ALFREDO ALBUQUERQUE
Arquivo Nirez


Há 136 anos nascia o cantor, compositor e letrista, ALFREDO ALBUQUERQUE, um de nossos últimos grandes cançonetistas.

Alfredo Albuquerque nasceu no Rio de Janeiro em 11 de fevereiro de 1884 e, ainda menino foi morar em Portugal. Voltou aos 22 anos, em 1906, mantendo o forte sotaque lusitano.


Em casa de Tia Ciata, ele se reunia com os pioneiros do samba.

Em 1913, Alfredo Albuquerque fez a versão para o one step americano Caraboo. Nesse mesmo ano foi gravado por Júlia Martins, Roberto Roldan, entre outros cantores e bandas. Foi um dos grandes sucessos do carnaval de 1914.

No final dos anos 20, Alfredo Albuquerque gravou várias cançonetas, de sua autoria ou de outros compositores, sendo um dos últimos representantes desse estilo musical.


Viveu alguns anos em Belém, no Pará, tendo contribuído muito para a vida teatral local, sendo diretor artístico do Teatro Bar Paraense.

O historiador paraense Vicente Sales afirmava que "Alfredo Albuquerque deu notável contribuição ao teatro popular paraense". E continuava, "deve a capital paraense à vivacidade de seu espírito um trabalho extraordinário e fecundo".


Alfredo Albuquerque faleceu no Rio de Janeiro em 03 de julho de 1934, uma terça-feira, às primeiras horas da madrugada, vítima de um colapso cardíaco. Ele estava em sua residência, na Rua Barão de Mesquita, nº 1.021.


Alfredo Albuquerque como compositor

CARABOO
Canção em parceria com Sam Marshall
Gravada por Roberto Roldan
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon Record 120.569
Lançado em 1913




AVE MARIA (I)
Canção
Gravada por Sílvio Vieira
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 87-0000-A, matriz RC-403-1
Gravado e lançado em 1943




AVE MARIA (II)
Canção
Gravada por Sílvio Vieira
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 87-0000-B, matriz RC-404-1
Gravado e lançado em 1943


  
Alfredo Albuquerque como cantor

MISS BRASIL

Samba de De Chocolat e Ernesto dos Santos (Donga)
Acompanhamento do Rio Dance Orquestra
Disco Odeon 10.348-A, matriz 2357
Lançado em março de 1929



MARGARIDA
Marcha Carnavalesca de Heitor dos Prazeres
Acompanhamento do Rio Dance Orquestra
Disco Odeon 10.348-B, matriz 2356
Lançado em março de 1929



QUERIDA BAHIA
Samba de J. Nepomuceno
Disco Odeon 10.351-A, matriz 2287
Lançado em março de 1929



A LIÇÃO DE PIANO
Cançoneta Cômica de Alfredo Albuquerque
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 10.390-A, matriz 2572
Gravado em 08 de maio de 1929 e lançado em junho



CASOU? AGUENTE!
Cançoneta Cômica de Alfredo Albuquerque
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 10.390-B, matriz 2573
Gravado em 08 de maio de 1929 e lançado em junho




COMPREI UM BONDE
Samba de Cícero de Almeida
Disco Odeon 10.464-B, matriz 2812
Lançado em setembro de 1929



BEIJINHOS GOSTOSOS
Cançoneta de Alfredo Albuquerque
Disco Odeon 10.521-B, matriz 3122
Gravado em 04 de novembro de 1929 e lançado em dezembro





ROMEU SILVA

ROMEU SILVA
Arquivo Marcelo Bonavides


Há 127 anos nascia o regente, compositor e saxofonista ROMEU SILVA.

Romeu Silva nasceu no Rio de Janeiro em 11 de fevereiro de 1893.

Foi um dos primeiros integrantes do Rancho Ameno Resedá onde, em 1911, tocava saxofone na orquestra.

Romeu Silva foi um dos pioneiros em levar a MPB ao exterior, ainda nos anos 20, tendo repetido o feito nos anos 30 e 40, sempre com sucesso.

Nos anos 20, obteve êxito com o Jazz Band Sul Americano Romeu Silva, tendo como cantor Fernando. Porém, o Jazz Band gravou discos instrumentais e acompanhou outros cantores, como Aracy Côrtes em suas primeiras gravações.


Jazz Band Romeu Silva, 1924
Illustração Moderna
http://memoria.bn.br/


Jazz Band Romeu Silva, 1925
Illustração Moderna
http://memoria.bn.br/

Em 1932, viajou para Los Angeles com a Brazilian Olimpic Band, acompanhando os atletas brasileiros que se apresentariam nas olimpíadas. Em 1939, sua orquestra foi escolhida para representar o Brasil na Feira Mundial de Nova York, na mesma época em que Carmen Miranda também seguia para lá. De 1941 a 1946 apresentou-se no Cassino da Urca, tendo se apresentado também nos cassinos Icaraí e Tênis Clube de Petrópolis.

Romeu Silva faleceu no Rio de Janeiro em 01 de maio de 1958, aos 65 anos.



Romeu Silva e o Jazz Band Sul Americano Romeu Silva


DOR DE CABEÇA
Maxixe de J. B. da Silva (Sinhô)
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.857
Lançado em 1925



CABEÇA DE PROMESSA
Marcha J. B. da Silva (Sinhô)
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.858
Lançado em 1925



DE CARTOLA E BENGALINHA
Maxixe de Freire Jr.
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.859
Lançado em 1925



A E I O U
Samba de Quinote
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.870
Lançado em 1925



BOCA PINTADA
Maxixe de Joubert de Carvalho
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.871
Lançado em 1925



HEI DE PEGAR


Maxixe de Ângelo Piragini
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.876
Lançado em 1925



LÁ NO FUNDO DO QUINTÁ


Maxixe de Nina e Tupy
Gravado pelo Jazz Band Sul Americano Romeu Silva
Disco Odeon Record 122.877
Lançado em 1925






JOSÉ CARIOCA
(ZEZINHO)


ZEZINHO (JOSÉ CARIOCA)
http://memoria.bn.br/


Há 116 anos nascia o multi-instrumentista JOSÉ CARIOCA, o ZEZINHO.

José do Patrocínio Oliveira nasceu em Jundiaí (SP), em 11 de fevereiro de 1904. Tocava violão, cavaquinho e banjo.

No final da década de 1920 e início da década de 1930, Zezinho, como era conhecido, acompanhou vários artistas em gravações Columbia, como Elsie Houston, Stefana de Macedo, Batista Júnior e Januário de Oliveira.

Em 1931, passou a atuar na Orquestra Columbia, que era dirigida pelo maestro Gaó, apresentando-se na Rádio Cruzeiro do Sul.

Em 1932, por intermédio do locutor César Ladeira, foi para o Rio de Janeiro, atuando na Rádio Mayrink Veiga, trabalhando também ao lado de grandes artistas, como Garoto e Pixinguinha.


O Malho, 1936
http://memoria.bn.br/

Quando César Ladeira passou a ser o diretor artístico do Cassino da Urca, levou Zezinho para atuar no famoso cassino. Aí, ele conheceu Carmen Miranda, que era a estrela da Urca, em 1939. Pouco depois, Zezinho embarcou com a Orquestra de Romeu Silva para os EUA, para atuar no Pavilhão Brasileiro da Feira de Amostras, em Nova York (1939).

Nesse mesmo ano de 1939, em maio, Carmen Miranda embarcava para os EUA, onde seguiria com uma vitoriosa carreira internacional. Zezinho, também conhecido como José Carioca, atuaria como músico no primeiro filme de Carmen na Fox, Serenata Tropical (1940).

Em 1941, José Carioca assinou um contrato com a 20th Century Fox, passando a atuar ao lado de Carmen Miranda e do Bando da Lua em vários filmes.

Nessa época, ele conheceu Walt Disney através de Aloysio de Oliveira, passando a dublar personagens de desenhos animados. Esse contato fez com que Walt Disney se inspirasse em José Carioca para criar o famoso papagaio Zé Carioca, símbolo do bom malandro brasileiro. O personagem Zé Carioca estrearia nas telas em 1944, no filme Você Já Foi à Bahia?, onde o Pato Donald o apresentava à Bahia e a uma formosa Yayá, interpretada por Aurora Miranda, que cantava Os Quindins de Yayá, de Ary Barroso. Foi a primeira vez em que humanos contracenaram com desenho animado.

A partir de então, Zezinho passou a ser conhecido como Zé Carioca.


Fon Fon, 1945
http://memoria.bn.br/

Ele ficaria nos EUA trabalhando para a Disney produções e atuando como músico, mas voltava para visitar o Brasil em várias ocasiões, alternando residência nos EUA e no Brasil (ficando seis meses em cada país).

José Carioca faleceu em Los Angeles (EUA), em 22 de fevereiro de 1987, pouco depois de completar 83 anos de idade.


Músicas acompanhadas por Zezinho


AZULÃO
Canção de Hekel Tavares e Luiz Peixoto
Gravada por Paraguassú
Acompanhamento de Hekel, Zezinho, Petit e Sampaio
Disco Columbia 5.141-B, matriz 380474-1
Lançado em fevereiro de 1930



DENGOSO
Choro de João Pernambuco

Gravado por João Pernambuco
Acompanhamento de Zezinho ao Violão
Disco Columbia 5.178-B, matriz 380577
Gravado em 27 de janeiro de 1930 e lançado em março de 1930



QUADRILHA DO PÉ ESPAIADO
Cômico de Batista Júnior
Gravado por Batista Júnior
Acompanhamento de Gaó, Jonas e Zezinho
Disco Columbia 5.181-B, matriz 380594
Gravado em dezembro de 1929 e lançado em março de 1930



MACUMBAGELÊ
Samba de J. da Paulicéa e Lilico Leal
Gravado por Elsie Houston
Acompanhamento de Gaó, Zezinho e Petit
Disco Columbia 5.182-B, matriz 380606-1
Lançado em março de 1930



O RETRATO DA MULHER QUE A GENTE GOSTA
Samba de José Francisco de Freitas
Gravado por Januário de Oliveira
Acompanhamento de Gaó, Jonas, Petit, Zezinho, Sutte e Grany
Disco Columbia 5.185-B, matriz 380611
Lançado em março de 1930



OH CHIQUINHA
Samba de Amélia Brandão Nery

Gravado por Jararaca
Acompanhamento de Gaó, Jonas e Zezinho
Disco Columbia 7.011-B, matriz 380769
Setembro de 1930



LÁ VEM...
Embolada de Jararaca (José Luiz Calazans)
Gravada por Jararaca
Acompanhamento de Gaó, Jonas e Zezinho
Disco Columbia 7.025-B, matriz 380750
Lançado em outubro de 1930



CASA DE FARINHA
Cantiga de Amélia Brandão Nery
Gravada por Stefana de Macedo
Acompanhamento de Gaó, Zezinho, Chaves e Napoleão
Disco Columbia 7.032-B, matriz 380809
Lançado em outubro de 1930















Agradecimento à Leniza Castelo Branco e ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...