Páginas

Translate

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

SÔNIA CARVALHO - 106 ANOS


SÔNIA CARVALHO
"Sonia de Carvalho (sic) é, em São Paulo, a mais estimada das interpretes do samba. 
A sua popularidade é tão grande que até hoje, nenhuma radio carioca logrou obter o seu concurso. 
Agora, porém, a Radio Nacional, que estará no ar em setembro, quebrou o encanto e, assim, 
Sonia de Carvalho (sic) fará parte do 'cast' da estação mais joven da cidade".
Capa da revista Carioca nº44, em 22 de agosto de 1936.
Grafia original.



Há 106 anos nascia a cantora e compositora SÔNIA CARVALHO.


Maria de Nazaré Reis nasceu em São Paulo, em 27 de fevereiro de 1914.

Começando sua carreira em São Paulo, estendeu-a pelo Rio de Janeiro, conquistando o país com seus discos e através das ondas do rádio.

Em janeiro de 1936, ela, Francisco Alves, Aracy de Almeida e Orlando Silva, entravam por volta das dez horas da manhã na gravadora Victor, para gravar as músicas de Carnaval, e só saíram meia noite, se alimentando de sanduíches e laranjada. Além de gravar suas músicas, eles faziam coro nas músicas dos colegas.

Foi uma das principais atrações da inauguração da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, em 12 de setembro de 1936.

Era cunhada do locutor Celso Guimarães.


Locutor Celso Guimarães recebe, no Rio de Janeiro,
sua cunhada, a cantora Sônia Carvalho,
vinda de São Paulo especialmente para a inauguração da Rádio Nacional, em 1936.
Revista Carioca, 1936
Arquivo Nirez



Sônia Carvalho cantando na inauguração da Rádio Nacional do Rio de Janeiro.
Acompanhada por alguns dos melhores músicos da época,
Dante Santoro (flauta) e Pereira Filho (violão).
Sábado, 12 de setembro de 1936.
Revista Carioca, 1936
Arquivo Nirez

Sua voz era parecida com a de Carmen Miranda e, quando queria, Sônia Carvalho fazia uma imitação perfeita da Pequena Notável.

A origem do nome Sônia Carvalho era uma homenagem à cantora Sônia Barreto e ao compositor Joubert de Carvalho.

No final dos anos 30, abandonou sua carreira e se casou com Roberto Marengo, com quem foi muito feliz, morando em Taubaté.

Sônia Carvalho faleceu em 11 de maio de 1988.


Sônia Carvalho
Arquivo Nirez

Em 2011, produzi e gravei uma programa sobre Sônia Carvalho especialmente para o Arquivo Nirez. Na ocasião, pude usar a gravação da entrevista que Sônia concedeu ao pesquisador Nirez (Miguel Ângelo de Azevedo) e a Alcino Santos em sua casa, na cidade de Taubaté (SP), nos anos 70. Nessa entrevista, Sônia Carvalho conta detalhes importantes sobre sua carreira, os bastidores do rádio e das gravadoras, e ainda canta algumas músicas, sendo acompanhada ao violão por seu filho.

Curiosidades que você ouvirá nessa gravação:

  • Em janeiro de 1936, ela, Francisco Alves, Aracy de Almeida e Orlando Silva, entravam por volta das dez horas da manhã na gravadora Victor, para gravar as músicas de Carnaval, e só saíram meia noite. Além de gravar suas músicas, eles faziam coro nas músicas dos colegas.

  • Sua amizade com o compositor Assis Valente e o tema suicídio que o rondava

  • A marcha Cidade Maravilhosa foi composta por André Filho especialmente para Sônia Carvalho. Ela ainda canta os versos inéditos.

  • Ela interpreta músicas de Carmen Miranda imitando com perfeição a Pequena Notável.

  • Algumas músicas inéditas de Assis Valente, Walfrido Silva e Custódio Mesquita são interpretadas ao vivo por Sônia Carvalho.

  • A origem do nome Sônia Carvalho, homenagem à uma cantora e a um compositor brasileiros.


Uma entrevista imperdível!



SÔNIA CARVALHO
Arquivo Nirez

















Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...