quarta-feira, 28 de outubro de 2020

EFEMÉRIDES DE 28 DE OUTUBRO: HELOÍSA HELENA, NELSON CAVAQUINHO, NORA NEY, JUAN DAINEL E ALBERTINHO FORTUNA

  



A data de hoje, 28 de outubro, marca o nascimento ou falecimento dos seguintes artistas: HELOÍSA HELENA, NELSON CAVAQUINHO, NORA NEY, JUAN DAINEL e ALBERTINHO FORTUNA..

 
 

 
HELOÍSA HELENA


HELOÍSA HELENA
Carioca, 1937.
Arquivo Nirez



 
Filha do casal Almeida Gama, Heloísa Helena de Almeida Lima nasceu no Rio de Janeiro em 28 de outubro de 1917. Seu pai era um alto funcionário do Distrito Federal (Rio de Janeiro). Ela estudou no colégio Bennet, no bairro do Flamengo e desde criança gostou de cantar e aprendeu a tocar violão ainda cedo.
 
Começou a cantar de forma amadora na Rádio Roquete Pinto, onde foi ouvida pelo locutor César Ladeira, que a levou para a Rádio Mayrink Veiga, onde começou sua carreira artística profissional, cantando em inglês, idioma que dominava.
 
Em 1937, gravou um disco com músicas de sua autoria, Samba da Vida, samba em parceria com Walfrido Silva e Numa Roda de Samba, samba-fox somente de sua autoria. Foi acompanhada por Pixinguinha e os Diabos do Céu. Essas músicas foram utilizadas no filme Samba da Vida, estrelado por Heloísa e dirigido pelo ator Jayme Costa, na Cinédia, em 1937.
 
Também era rádio atriz.
 
Em 20 de maio de 1940, casou-se com o teatrólogo Paulo Magalhães.
 
Mesmo atuando no Cassino da Urca e Cassino Atlântico, foi aos EUA no começo da década de 1940 para um intercâmbio cultural da Embaixada norte-americana no Brasil. Em 1951 retornou ao brasil, convidada pelo produtor Chianca de Garcia, que a levou à TV Tupi.
 
Em 1955 participou do filme Chico Viola não morreu.
 

Heloísa Helena faleceu no Rio de Janeiro em 19 de junho de 1999, aos 81 anos de idade.


Heloísa Helena capa de Cinearte, 1937.
http://www.bjksdigital.museusegall.org.br/





SAMBA DA VIDA
Samba de Walfrido Silva
Gravado por Heloísa Helena
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.199-A, matriz 80499-1
Gravado em 25 de junho de 1937 e lançado em setembro de 1937



NUMA RODA DE SAMBA
Samba Fox de Heloísa Helena
Gravado por Heloísa Helena
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.199-B, matriz 80500-1
Gravado em 25 de junho de 1937 e lançado em setembro de 1937



SARONG
Marcha de Osvaldo Santiago e Jorge Murad
Gravada por Heloísa Helena
Acompanhamento da Orquestra Odeon Sob Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.963-A, matriz 6551
Gravado em 09 de dezembro de 1940 e lançado em fevereiro de 1941



MARINHEIRO
Marcha de Alvarenga e Ranchinho
Gravada por Heloísa Helena
Acompanhamento da Orquestra Odeon Sob Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.963-B, matriz 6552
Gravado em 09 de dezembro de 1940 e lançado em fevereiro de 1941






NELSON CAVAQUINHO


NELSON CAVAQUINHO
https://www.mis.rj.gov.br/


Nelson Antônio da Silva nasceu no Rio de Janeiro em 29 de outubro de 1911.

Ficou conhecido como Nelson Cavaquinho, sendo compositor e instrumentista, tocando cavaquinho e violão.

Foi um de nossos importantes compositores, tendo feito sucesso desde a década de 1940 até os anos 80.

Nelson Cavaquinho faleceu no Rio de Janeiro, em 18 de fevereiro de 1986, aos 74 anos de idade.


APRESENTA-ME ÀQUELA MULHER
Samba de Augusto Garcez, Nelson Silva e G. de Oliveira
Gravado por Cyro Monteiro
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Regional
Disco Victor 80-0107-B, matriz S-052779-1
Gravado em 25 de maio de 1943 e lançado em setembro de 1943



NÃO TE DÓI A CONSCIÊNCIA
Samba de Augusto Garcez, Nelson Silva e Ari Monteiro
Gravado por Cyro Monteiro
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Regional
Disco Victor 80-0119-B, matriz S-052799-1
Gravado em 05 de julho de 1943 e lançado em outubro de 1943



AQUELE BILHETINHO
Samba de Augusto Garcez, Nelson Silva e Arnô Canegal
Gravado por Cyro Monteiro
Acompanhamento de Regional
Disco Victor 80-0282-A, matriz S-078154-1
Gravado em 13 de abril de 1945 e lançado em maio de 1945



RUGAS
Samba de Augusto Garcez, Nelson Silva e Ari Monteiro
Gravado por Cyro Monteiro
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Regional
Disco Victor 80-0406-A, matriz S-078450-1
Gravado em 21 de março de 1946 e lançado em maio de 1946





NORA NEY





Iracema de Souza Ferreira nasceu no Rio de Janeiro em 20 de março de 1922, falecendo também no Rio de Janeiro em 28 de outubro de 2003.

Cantora de sucesso a partir dos anos 50, foi ela quem gravou o primeiro rock no Brasil, Rock Around the Clock.

Porém, tinha um repertório romântico de sucesso, com clássicos como Ninguém Me Ama.



MENINO GRANDE
Samba Acalanto de Antônio Maria
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Cópia e Sua Orquestra
Disco Continental 16.573-A, matriz C-2833
Gravado em 10 de abril de 1952 e lançado em maio/junho de 1952



NINGUÉM ME AMA
Samba Canção de Fernando Lobo e Antônio Maria
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Cópia e Sua Orquestra
Disco Continental 16.636-B, matriz C-2913
Gravado em 1952 e lançado em setembro/dezembro



DE CIGARRO EM CIGARRO
Samba de Luís Bonfá
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Cópia e Sua Orquestra
Disco Continental 16.726-A, matriz C-3043
Gravado em 23 de outubro de 1953 e lançado em março/abril



AVES DANINHAS
Samba de Lupicínio Rodrigues
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Alexandre Gnattali e Sua Orquestra
Disco Continental 16.942-A, matriz C-3318
Gravado em 1954 e lançado em abril



RONDA DAS HORAS (ROCK AROUND THE CLOCK)
Fox de Max C. Freedman, Jimmy De Knight, em versão de Júlio Nagib
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento do Sexteto Continental
Disco Continental 17.217-A, matriz C-3730
Gravado em 24 de outubro de 1955 e lançado em novembro/dezembro de 1955



JUAN DANIEL


JUAN DANIEL
O Cruzeiro, 1948
http://memoria.bn.br

 

Joan Daniel Ferrer nasceu em Barcelona, em 20 de fevereiro de 1907. Quando criança, sua família foi morar na Argentina, vindo para o Brasil em 1929.
 
Juan Daniel foi um cantor, ator e produtor hispano-brasileiro, fazendo sucesso na segunda metade da década de 1930 e ao longo da década de 1940.
 
Foi casado com a atriz Mary Daniel, sendo pai do ator e diretor Daniel Filho e avô da atriz Carla Daniel.
 
Também ficou conhecido por atuar em novelas na TV Globo, como Selva de Pedra (1972), O Bem Amado (1973), O Casarão (1976) e A Gata Comeu (1985).
 

Juan Daniel faleceu aos 101 anos, no Rio de Janeiro, em 27 de outubro de 2008.




FRENESI
Canção de Alberto Dominguez
Gravada por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.004-A, matriz 6638
Gravado em 05 de maio de 1941 e lançado em julho de 1941


 
BRASILEÑA
Valsa de Francisco Célio e Paulo Barbosa
Gravada por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.004-B, matriz 6639
Gravado em 05 de maio de 1941 e lançado em julho de 1941


 
MEDIA HORA CONTIGO
Canção Blue de P. Valdes Hernández
Gravada por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.005-A, matriz 6636
Gravado em 05 de maio de 1941 e lançado em setembro de 1941


 
QUISIERA
Bolero de Juan Daniel e Paulo Barbosa
Gravado por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.005-B, matriz 6637
Gravado em 05 de maio de 1941 e lançado em setembro de 1941


 
DESPEDIDA
Bolero de Pedro Flores
Gravado por Juan Daniel
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.125-A, matriz 6892
Gravado em 07 de janeiro de 1942 e lançado em março de 1942


 
SOLAMENTE UNA VEZ
Bolero de Agustin Lara
Gravado por Juan Daniel
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.125-B, matriz 6893
Gravado em 07 de janeiro de 1942 e lançado em março de 1942





ALBERTINHO FORTUNA


ALBERTINHO FORTUNA
Fon Fon, 1940
http://memoria.bn.br/


 
Alberto Fortuna Vieira de Azevedo nasceu na cidade do Porto, em Portugal, em 28 de outubro de 1922.
 
No Brasil, foi um famoso cantor ao longo das décadas de 1940 e 1950.
 
No início de sua carreira, na Rádio Nacional, integrou o Trio Melodia, ao lado de Nuno Roland e Paulo Tapajós.
 
Gravou seu primeiro disco em 1944, pela Victor, ao lado do trio vocal As Três Marias, com o samba Ai que saudades da Amélia, de Ataulfo Alves e Mário Lago.
 
Um de seus grandes sucessos se deu no Carnaval de 1947, com a Marcha dos Gafanhotos, de Frazão e Roberto Martins.
 
Albertinho Fortuna faleceu em Niterói (RJ), em 01 de julho de 1995.
 

 
AI QUE SAUDADES DA AMÉLIA (AMÉLIA)
Samba de Ataulfo Alves e Mário Lago
Gravado por Albertinho Fortuna e As Três Marias
Acompanhamento de Zaccarias e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0195-A, matriz S-052869-1
Gravado em 17 de dezembro de 1943 e lançado em agosto de 1944


 
MARCHA DOS GAFANHOTOS
Marcha de Eratóstenes Frazão e Roberto Martins
Gravada por Albertinho Fortuna
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 80-0489-A, matriz S-078631-1
Gravado em 23 de outubro de 1946 e lançado em janeiro de 1947











Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...