quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

HERIVELTO MARTINS - 108 ANOS

HERIVELTO MARTINS
PARA O ALBUM DO RADIO-FAN – HERIVELTO MARTINS
“Herivelto Martins é um nome já consagrado no ‘briadcasting’ carioca. Pouca gente sabe que ele é cantor e compositor. É o branco da “Dupla Preto e Branco’ e, ao mesmo tempo o compositor de ‘Itaquari’. Seus sucessos são inumeraveis e, entre eles, contam-se muitas musicas carnavalescas. Ultimamente, Herivelto Martins tem-se dedicado a composições do genero folclorico. É casado com Dalva de Oliveira, a voz maravilhosa do ‘Trio de Ouro’ – que é a ‘Dupla Preto e Branco’ acrescida com a sua propria pessoa. Herivelto acha-se, presentemente, atuando na Radio Mairink (sic) Veiga, onde o ‘Trio de Ouro’ tem um contrato de exclusividade. O exito dos programas a cargo desse grupo vocal são bem previsiveis”. 
Revista Carioca, 1938.
Arquivo Nirez



Há 108 anos nascia o compositor e cantor HERIVELTO MARTINS.

Herivelto de Oliveira Martins nasceu no antigo distrito de Rodeio (atual Município de Engenheiro Paulo de Frontim), no Rio de Janeiro, em 30 de janeiro de 1912. 

Herivelto Martins foi um de nossos mais importantes compositores, registrando sucessos durante décadas, seja sozinho ou em parcerias. Também brilhou em conjuntos musicais, como o Conjunto Tupy, liderado por J. B. de Carvalho, que tinha como integrantes nomes como Zaíra de Oliveira, Yolanda Osório, Francisco Sena, entre outros.

Depois, atuaria na dupla Preto e Branco, ao lado de Francisco Sena. Quando este faleceu, atuou ao lado de Nilo Chagas. Ao conhecer sua futura esposa, a cantora Dalva de Oliveira, integrou-a na dupla formando o Trio de Ouro em sua primeira composição.

Dalva de Oliveira e Herivelto Martins seriam pais de Pery Ribeiro, cantor, e de Ubiratan. De seu segundo casamento, com Lourdes Torelly, seria pai, entre outros, da atriz Yaçanã Martins.



Diário Carioca, Domingo, 31 de outubro de 1937, p. 13
http://memoria.bn.br/




Gravações da autoria de Herivelto Martins




PRETO E BRANCO
Samba de Herivelto Martins
Gravado pela Dupla Preto e Branco (Primeira fase: Herivelto Martins e Francisco Sena)
Acompanhamento de Bonfiglio e Sua Embaixada
Disco Odeon 11.119-B, matriz 4802
Gravado em 22 de março de 1934 e lançado em maio



SE O MORRO NÃO DESCER
Samba de Herivelto Martins e Darci de Oliveira
Gravado por Aracy de Almeida
Acompanhamento do Conjunto Regional RCA Victor
Disco Victor 34.040-B, matriz 80103-1
Gravado em 03 de fevereiro de 1936 e lançado em 1936



CABARÉ NO MORRO
Samba de Herivelto Martins
Gravado por Carmen Miranda
Acompanhamento do Grupo da Odeon
Disco Odeon 11.506-B, matriz 5622
Gravado em 10 de julho de 1937 e lançado em setembro



MANIA DE MALANDRO
Choro Herivelto Martins
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Conjunto Regional
Disco Odeon 11.614-A, matriz 5817
Gravado em 02 de maio de 1938 e lançado em julho



ACORDA ESTELA
Samba de Herivelto Martins e Benedito Lacerda
Gravado por Dalva de Oliveira e Francisco Alves
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Grande Regional
Disco Columbia 55.159-B, matriz 192-1
Gravado em 16 de agosto de 1939 e lançado em setembro de 1939



DESCULPA DE OCASIÃO
Samba Choro de Herivelto Martins e Darci de Oliveira
Gravado por Rosina Pagã
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto
Disco Odeon 12.159-A, matriz 6941
Gravado em 12 de abril de 1942 e lançado em 1942



PRIMEIRO MAL
Samba de Herivelto Martins
Gravado por Dircinha Batista
Acompanhamento do Conjunto Regional Odeon
Disco Odeon 12.193-B, matriz 6979
Gravado em 28 de maio de 1942 e lançado em setembro de 1942



AVE MARIA NO MORRO
Samba de Herivelto Martins
Gravado pelo Trio de Ouro
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.185-A, matriz 6984
Gravado em 05 de junho de 1942 e lançado em agosto de 1942



BEIJA-ME A BOCA
Samba de Herivelto Martins
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento do Conjunto Odeon
Disco Odeon 12.318-B, matriz 7281
Gravado em 03 de maio de 1943 e lançado em junho de 1943



MANGUEIRA NÃO
Samba de Herivelto Martins e Grande Otelo
Gravado por Francisco Alves e o Trio de Ouro
Acompanhamento de Carlos Machado e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.393-B, matriz 7422
Gravado em 09 de novembro de 1943 e lançado em dezembro de 1943



NÃO ERA ADEUS
Samba de Herivelto Martins e Cícero Nunes
Gravado por Isaura Garcia
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto
Disco Victor 80-0165-A, matriz S-052918-1
Gravado em 18 de dezembro de 1943 e lançado em fevereiro de 1944



TARDE DE SETEMBRO
Samba de Herivelto Martins e David Nasser
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento de Abel com Dante Santoro e Seu Conjunto
Disco Odeon 12.616-B, matriz 7871
Gravado em 02 de julho de 1945 e lançado em agosto de 1945



ÀS TRÊS DA MANHÃ
Samba de Herivelto Martins
Gravado por Aracy de Almeida
Acompanhamento de Abel com Bandeirante e Seu Conjunto
Disco Odeon 12.700-A, matriz 8032
Gravado em 26 de abril de 1946 e lançado em junho de 1946



CAMINHEMOS
Samba de Herivelto Martins
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob a direção de Lírio Panicali
Disco Odeon 12.810-B, matriz 8238
Gravado em 13 de junho de 1947 e lançado em novembro de 1947



O MAIOR SAMBA DO MUNDO
Samba de Herivelto Martins e David Nasser
Gravado por Linda Batista e Nelson Gonçalves
Acompanhamento de Orquestra
Disco RCA Victor 80-2040-A, matriz 13-J2PB-0555
Gravado em 30 de dezembro de 1958 e lançado em março de 1959













Agradecimento ao Arquivo Nirez










VAIA AO SOL DE FORTALEZA EM 1942

Praça do Ferreira, 1936. Foto de Peter Fuss.


  
O dia 30 de janeiro de 1942 amanheceu nublado em Fortaleza, repleto de poças d´água decorrentes da chuva que caiu nos dois últimos dias. Depois de um período de seca, teríamos o terceiro dia consecutivo de chuvas para aplacar a estiagem. Teríamos... O sol, imponente, começou uma luta com as nuvens para poder brilhar sobre a cidade. A Praça do Ferreira era o "coração" da cidade (e ainda é a nossa mais famosa praça). Por ela, passavam e paravam todo o tipo de pessoa, de todas as classes sociais. Na época da Segunda Guerra Mundial, muitas pessoas iam até seus arredores conferir as últimas notícias do Front.

Naquele dia, "esgueirando-se pelas calçadas molhadas", um repórter do jornal O Povo notou grande número de pessoas que, juntas, observavam a luta do sol com as nuvens. O resultado, ele publicaria nesse mesmo jornal: “Olhando para o alto e apontando, começaram uma demonstração estrondosa, vaiando o astro vencido e apagado, naquele momento, num grito uníssono de várias bôcas. Mas afinal o velho Rei das alturas venceu, botando todo corpo vermelho para fora das nuvens e dispersando os vaiadores”.

Isso mesmo, o sol fora vaiado por inúmeras pessoas que, cientes de mais um dia de chuva, tiveram suas expectativas frustradas...







domingo, 26 de janeiro de 2020

MÚSICA & CULINÁRIA - FEIJOADA


MÚSICA & CULINÁRIA 
- FEIJOADA- 


https://www.sambando.com/


Um dos pratos mais tradicionais de nossa culinária e, talvez, o mais representativo de nosso país, é a Feijoada.

Há quem diga que a origem da feijoada venha dos tempos coloniais, quando os escravos africanos preparavam uma mistura de restos de carnes que recebiam com o feijão. Outras pessoas, porém, defendem a ideia de que o prato tenha origem no cozido europeu. Essa iguaria é encontrada (com variações) em várias partes do mundo, como França (Cassoulet), Portugal (o tradicional Cozido Português), Itália (Casouela) e Espanha (Puchero).

O que podemos afirmar de fato é que a feijoada já fazia sucesso desde o início do século XIX, quando era servida em determinados dias da semana em casa de pastos e hotéis das províncias e também na Corte (Rio de Janeiro).

Até hoje, vários eventos promovem uma feijoada para comemorações ou recepcionar pessoas, como aconteceu em 1929. Por ocasião da visita da estrela americana Josephine Baker ao Brasil, lhe ofertaram uma feijoada na Confeitaria Colombo, no Rio de Janeiro, onde nossa estrela Aracy Côrtes a recebeu e cantou alguns de seus sambas, para a alegria de Josephine que se encantou com tudo o que vivenciou.

Com o passar do tempo, o prato se incorporou à cultura popular do país e passou a ser absorvido pela música em lundus e cançonetas que retratavam o cotidiano da culinária do Brasil.

O prato é acompanhado por arroz, couve refogada, farofa, laranjas e molho de pimenta (podem variar os acompanhamentos). Alguns deles foram também cantados, como no samba de Henrique Vogeler e Lamartine Babo, que Laís Areda gravou em 1929:

A comida, entre todas, falada
É a tal Feijoada
Comidinha cheirosa
Bem feitinha e gostosa
Tem pimenta e tem sal
Paladar nacional

E quem provar o petisco
Com pinga e laranja
Ai!
A que posso jurar, podem crer
Que há de os lábios lamber!


Trago gravações que falam de seus encantos em nossos paladares e, até, seus efeitos, bem como alguns anúncios e receitas de feijoada, datados do século XIX e XX.

MÚSICAS SOBRE FEIJOADA




SENHORITA CONSUELO
E
BAHIANO



Bahiano
Arquivo Nirez


FEIJOADA
Gravada por Senhorita Consuelo e Bahiano
Disco Zon – O – Phone X-679
Lançado em 1903





CESAR NUNES

UMA FEIJOADA
Canção Brasileira
Gravada por César Nunes
Disco Victor Record 98.844
Lançado em 1909




EDUARDO DAS NEVES
E
BAHIANO



Eduardo das Neves
http://memoria.bn.br/



Bahiano
Arquivo Nirez



FEIJOADA COMPLETA
Dueto
Gravado por Eduardo das Neves e Bahiano
Disco Odeon Record 120.067, matriz XR-1603
Lançado em 1912




BAHIANO


Bahiano
Arquivo Nirez


QUITUTES DE CAXANGÁ
De Bahiano
Gravada por Bahiano
Acompanhamento de Coro
Disco Odeon Record 120.275
Lançado em 1913




LAÍS AREDA


Laís Areda
Arquivo Nirez


FEIJOADA
Samba de Henrique Vogeler e Lamartine Babo
Gravado por Laís Areda
Acompanhamento da Orquestra Rio Artists
Disco Odeon 10.368-A, matriz 2449
Lançado em abril de 1929





ILDEFONSO NORAT


Ildefonso Norat
http://memoria.bn.br/


FEIJOADA
Cançoneta Cômica
Gravada por Rogério Guimarães e Ornelas
Acompanhamento de Piano e Violão
Disco Victor 33.202-B, matriz 50018-1
Gravado em 05 de julho de 1929 e lançado em novembro de 1929




QUATRO ASES E UM CORINGA


Quatro Ases e Um Coringa
http://memoria.bn.br/


FEIJOADA
Marcha de Rubens Soares
Gravada pelos Quatro Ases e Um Coringa
Disco Odeon 12.277-A, matriz 7196
Gravado em 02 de fevereiro de 1943 e lançado em março de 1943






ANÚNCIOS E RECEITAS DE FEIJOADA




Diário do Rio de Janeiro, sábado 30 de julho de 1842 p.04

http://memoria.bn.br/


O Mercantil (MG), sábado 08 de março de 1845 p. 03

http://memoria.bn.br/



O Mercantil (MG), sexta-feira 04 de abril de 1845 p.04

http://memoria.bn.br/



Gazeta de Notícias, quarta 11 e quinta-feira 12 de fevereiro de 1880

http://memoria.bn.br/



A Folha Nova, quarta-feita 08 de abril de 1885

http://memoria.bn.br/



Diário de Notícias, sábado 01 de agosto de 1885, p

http://memoria.bn.br/



A Vanguarda, quarta-feira 20 de janeiro de 1886 p.04

http://memoria.bn.br/




A Vanguarda, sexta-feira 22 de janeiro de 1886 p.04

http://memoria.bn.br/




Libertador (Fortaleza), domingo 14 de julho de 1889 p.01







Cearense (Fortaleza), 13 de maio de 1890 p.03

http://memoria.bn.br/



Illustração Moderna, 1924

http://memoria.bn.br/



Revista da Semana, 1933


http://memoria.bn.br/



Revista da Semana, 1942

http://memoria.bn.br/



FEIJOADA MINEIRA
Do Livro Fogão de Lenha
De Maria Stella Libânio Christo

Fogão à Lenha, p. 187




FEIJOADA

Ingredientes:
1 Kg de feijão preto
100 g de carne seca
70 g de orelha de porco
70 g de rabo de porco
70 g de pé de porco
100 g de costelinha de porco
50 g de lombo de porco
100 g de paio
150 g de linguiça portuguesa

Temperos:
2 cebolas grandes picadinhas
1 maço de cebolinha verde picadinha
3 folhas de louro
6 dentes de alho
Pimenta do reino a gosto
1 ou 2 laranjas
40 ml de pinga
Sal se precisar


Modo de Preparo:

Coloque as carnes de molho por 36 horas ou mais, vá trocando a água várias vezes, se for ambiente quente ou verão, coloque gelo por cima ou em camadas frias.
Coloque para cozinhar passo a passo: as carnes duras, em seguida as carnes moles.
Quando estiver mole coloque o feijão, e retire as carnes.
Finalmente tempere o feijão.

















































Agradecimento a Sandor Buys e ao Arquivo Nirez










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...