quinta-feira, 30 de maio de 2019

ROMEU GENTIL - 108 ANOS


Carioca, 1942.
http://memoria.bn.br


Há 108 anos nascia o compositor e cantor ROMEU GENTIL.

Romeu Scovino nasceu no Rio de Janeiro em 30 de maio de 1911, dedilhando o violão desde os dezesseis anos de idade.

Foi um dos grandes compositores da década de 1940 e 1950, compondo sucessos como a marcha Daqui não saio, em parceria com Paquito, gravada pelos Vocalistas Tropicais em 1949 e Tomara que chova, sucesso na voz de Emilinha Borba para o Carnaval de 1951, também em parceria com Paquito.

Romeu Gentil também foi fiscal da Sbacem por 22 anos.

Ele faleceu no Rio de Janeiro em 15 de outubro de 1983, aos 72 anos de idade.




É ISSO QUE ELA QUER
Samba de Romeu Gentil e Carvalhinho
Gravado por Joel e Gaúcho
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.076-B, matriz 6815
Gravado em 22 de outubro de 1941 e lançado em dezembro de 1941



JORNAL DE ONTEM
Samba Canção de Romeu Gentil e Elisário Teixeira
Gravado por Orlando Silva
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob a direção de Guari
Disco Odeon 12.838-B, matriz 8314
Gravado em 19 de dezembro de 1947 e lançado em março de 1948



JACAREPAGUÁ
Marcha de Paquito, Romeu Gentil e Marino Pinto
Gravada pelos Vocalistas Tropicais
Acompanhamento do Conjunto Odeon
Disco Odeon 12.893-A, matriz 8427
Gravado em 21 de outubro de 1948 e lançado em janeiro de 1949



UMA APRESENTAÇÃO
Samba de Romeu Gentil e Paquito
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento de Raul e Seu Ritmo
Disco Odeon 12.908-A, matriz 8458
Gravado em 29 de novembro de 1948 e lançado em janeiro de 1949



DAQUI NÃO SAIO
Marcha de Paquito e Romeu Gentil
Gravada pelos Vocalistas Tropicais
Acompanhamento de Regional
Disco Odeon 12.963-A, matriz 8561
Gravado em 30 de setembro de 1949 e lançado em dezembro de 1949



TOMARA QUE CHOVA
Marcha de Paquito e Romeu Gentil
Gravada por Emilinha Borba
Acompanhamento de Guio de Morais e Seus Parentes
Disco Continental 16.339-B, matriz 2479
Gravado em 25 de outubro de 1950 e lançado em janeiro de 1951



POR DESAFORO
Marcha de Romeu Gentil e Paquito
Gravada por Dircinha Batista
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 13.212-A, matriz 9116
Gravado em 13 de setembro de 1951 e lançado em janeiro de 1952



ESTOU COM DEUS
Samba de Paquito e Romeu Gentil
Gravado por Dircinha Batista
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 13.221-B, matriz 9117
Gravado em 13 de setembro de 1951 e lançado em janeiro de 1952











Agradecimento ao Arquivo Nirez










quinta-feira, 23 de maio de 2019

EFEMÉRIDES DE 23 DE MAIO: SÍLVIO CALDAS E MANEZINHO ARAÚJO


A data de hoje, 23 de maio de 2019, marca o nascimento e falecimento dos seguintes artistas: SÍLVIO CALDAS e MANEZINHO ARAÚJO.



SÍLVIO CALDAS
(1908 – 1998)


SÍLVIO CALDAS
Arquivo Nirez



Cantor e compositor

Sílvio Narciso de Figueiredo Caldas nasceu no Rio de Janeiro em 23 de maio de 1908. Era irmão do cantor e compositor Murilo Caldas.

Sílvio Caldas iniciou sua carreira artística em 1930, gravando vários discos, sendo um de nossos maiores intérpretes. 

Ao longo de sua carreira, destacou-se por um variado repertório, inclusive no campo romântico onde lançou clássicos como Chão de Estrelas, de sua autoria e de Orestes Barbosa.

Faleceu em Atibaia (SP), em 03 de fevereiro de 1998, aos 89 anos de idade.


ARREPENDIMENTO
Samba de Sílvio Caldas e Cristóvão de Alencar
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto
Disco Odeon 11.241-A, matriz 5070
Gravado em 13 de junho de 1935 e lançado em julho de 1935



TORTURANTE IRONIA
Valsa de Sílvio Caldas e Orestes Barbosa
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto
Disco Odeon 11.241-B, matriz 5071
Gravado em 15 de junho de 1935 e lançado em julho de 1935



INQUIETAÇÃO
Samba de Ary Barroso
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento da Orquestra Odeon Sob Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.255-A, matriz 5082
Gravado em 25 de junho de 1935 e lançado em setembro de 1935



RAINHA SEM TRONO
Samba de Benedito Lacerda e Jorge Faraj
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.278-B, matriz 5144
Gravado em 10 de setembro de 1935 e lançado em novembro de 1935



CHÃO DE ESTRELAS
Valsa Canção de Sílvio Caldas e Orestes Barbosa
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.475-B, matriz 5546
Gravado em 18 de março de 1937 e lançado em junho de 1937




MANEZINHO ARAÚJO
(1913 – 1993)


O Malho, 1938.
http://memoria.bn.br



 Cantor, Compositor, Jornalista e Pintor

Manoel Pereira de Araújo nasceu em Cabo (PE), em 27 de setembro de 1913.

Iniciou sua carreira no Rio de Janeiro em 1933, depois de ser incentivado no ano anterior pela cantora Carmen Miranda, que excursionava pelo Nordeste ao lado de Josué de Barros.

Manezinho Araújo destacou-se nos anos 30 e 40 cantando emboladas e divulgando a música nordestina. Atuou em filmes e em 1945 gravou um de seus grandes sucessos, o samba Dezessete e Setecentos, de Luiz Gonzaga e Miguel Lima.

Manezinho Araújo faleceu em São Paulo, em 23 de maio de 1993, aos 79 anos de idade.


DE FAZÊ ADMIRÁ
Embolada de Benedito Lacerda
Gravada por Manezinho Araújo
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.474-A, matriz 5551
Gravado em 20 de março de 1937 e lançado em maio de 1937



MULHÉ RENDÊRA
Toada Popular e de Manezinho Araújo
Gravada por Manezinho Araújo
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.490-B, matriz 5520
Gravado em 23 de fevereiro de 1937 e lançado em julho de 1937



O CARRETÉ DO CORONÉ
Coco de Manoel Araújo
Gravado por Manezinho Araújo
Acompanhamento dos Boêmios da Cidade
Disco Odeon 11.745-A, matriz 6057
Gravado em 11 de abril de 1939 e lançado em agosto de 1939



CALU MEU BEM
Chula Popular, arranjo de Felisberto Martins e Manoel Araújo
Gravada por Manezinho Araújo
Acompanhamento dos Boêmios da Cidade
Disco Odeon 11.840-A, matriz 6304
Gravado em 14 de fevereiro de 1940 e lançado em abril de 1940



DEZESSETE E SETECENTOS
Samba do Folclore e de Luís Gonzaga e Miguel Lima
Gravado por Manezinho Araújo
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto
Disco Continental 15.302-A, matriz 911-1
Gravado em 12 de fevereiro de 1945 e lançado em março de 1945











Agradecimento ao Arquivo Nirez










segunda-feira, 20 de maio de 2019

RELEMBRANDO BONFÍGLIO DE OLIVEIRA

BONFÍGLIO DE OLIVEIRA
catracalivre.com.br/arquivo/bonfiglio-de-oliveira-trompetista-de-guaratingueta



Hoje, vamos relembrar o compositor e trompetista BONFÍGLIO DE OLIVEIRA.

segunda-feira, 13 de maio de 2019

ADEUS À DORIS DAY

DORIS DAY
variety.com



A atriz e cantora DORIS DAY faleceu nesta segunda-feira, dia 13 de maio de 2019.
Ela estava com 97 anos e partiu em sua casa, na Califórnia, cercada por amigos e família.

Nascida em 1922, Doris Day foi uma popular estrela de Hollywood nos anos 50 e 60, porém, nos anos 40 ela já fazia sucesso como cantora.

Entre seus filmes de sucesso podemos citar Confidências à Meia Noite, de 1959, no qual ela foi indicada ao Oscar.

Como cantora, lançou seu primeiro sucesso em 1945, Sentimental Journey.




quinta-feira, 9 de maio de 2019

EFEMÉRIDES DE 09 DE MAIO DE 2019: ASCENÇO FERREIRA, HÉLIO SINDÔ E RUBENS PENICHE


A data de hoje, 09 de maio, marca o nascimento ou falecimento dos seguintes artistas: ASCENÇO FERREIRA, HÉLIO SINDÔ e RUBENS PENICHE.




ASCENÇO FERREIRA


aldeiadapalavra.wordpress.com


Poeta brasileiro

Ascenso Carneiro Gonçalves Ferreira nasceu em Palmares, no dia 09 de maio de 1895, falecendo em Recife, em 05 de maio de 1965, quatro dia antes de completar 70 anos de idade.
Destacou-se ao integrar o Movimento Modernista de 1922.
Publicou livros de poesias e compôs algumas canções, entre elas o canto indígena Toré, gravado em 1930 por Stefana de Macedo (também parceira na composição), na Columbia.


MARACATU
Canção de Valdemar de Oliveira e Ascenço Ferreira
Gravada por Alda Verona
Disco Odeon 10.435-B, matriz 2726
Lançado em agosto de 1929



TORÉ
Canto Indígena de Stefana de Macedo e Ascenço Ferreira
Gravado por Stefana de Macedo
Acompanhamento de Gaó, Chaves e Zezinho
Disco Columbia 7.010-B, matriz 380820-1
Lançado em setembro de 1930



ONDE O SOL DESCAMBA
Maracatu de Lourenço Barbosa (Capiba) e Ascenço Ferreira
Gravado por Laís Marival
Acompanhamento de Nicolini e Sua Orquestra
Disco Columbia 8.241-B, matriz 3399
Lançado em janeiro de 1937



ENGENHOS DE MINHA TERRA
Canção de Valdemar de Oliveira e Ascenço Ferreira
Gravada por Jorge Fernandes
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 13.034-A, matriz 8611
Gravado em 30 de dezembro de 1949 e lançado em agosto de 1950





HÉLIO SINDÔ

Rádio Visão 1947.
http://memoria.bn.br

Cantor e Compositor

Hélio Sindô nasceu em Senador Pompeu (CE), em 07 de outubro de 1919, falecendo em São Paulo, em 09 de maio de 2005, aos 85 anos de idade.

Foi um dos populares cantores dos anos 40, sendo também compositor.


DIVINA DAMA
Samba de Henricão, Raul Marques e Buci Moreira

Gravado por Hélio Sindô
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Regional
Disco Continental 15.210-A, matriz 864-1
Gravado em 1944 e lançado em setembro de 1944



GRANDE BAHIA
Samba de Avaré e Adoniran Barbosa
Gravado por Hélio Sindô
Acompanhamento de Rago e Seu Conjunto
Disco Continental 15.453-B, matriz 10482-1
Gravado em 06 de setembro de 1945 e lançado em outubro de 1945



PORTEIRO DE CABARÉ
Samba de Osvaldo França, Conde e B. França
Gravado por Hélio Sindô
Acompanhamento de Rago e Seu Conjunto e Leonel ao Trombone
Disco Continental 15.453-B, matriz 10482-1
Gravado em 03 de outubro de 1946 e lançado em dezembro de 1946



É DE BANGU
Samba de Hélio Sindô e Carlos Armando
Gravado por Hélio Sindô
Acompanhamento de Rago e Seu Conjunto
Disco Continental 15.755-A, matriz 10661-1
Gravado em 03 de outubro de 1946 e lançado em dezembro de 1946




RUBENS PENICHE

Carioca 1952.
http://memoria.bn.br

Cantor e Compositor

Rubens Cardoso Peniche nasceu em Santos (SP), em 19 de abril de 1921, falecendo em São Paulo, em 09 de maio de 2005, aos 84 anos de idade.

Iniciou sua carreira como cantor se apresentando na Rádio Clube de Santos. Em 1939, estreou na Rádio Bandeirantes, em São Paulo.
Atuou em várias emissoras e cassinos e usava o pseudônimo de Valtenir Pinto para compor músicas, chegando a gravar algumas de sua autoria.

Entre 1945 e 1952, lançou 22 discos, mas no começo da década de 1950 se afastou da carreira artística.


DUAS MULHERES
Samba de Valter Rodrigues e Irineu Luppi
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Conjunto
Disco Continental 15.277-B, matriz 10328-1
Gravado em 01 de dezembro de 1944 e lançado em fevereiro de 1945



QUANDO ESTÁS A MEU LADO
Fox Trot de Aldo Cabral e Medeiros Neto
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda, arranjo de E. Peruzzi
Disco Continental 15.329-B, matriz 10382-1
Gravado em 08 de abril de 1945 e lançado em maio de 1945



HÁ MUITO TEMPO (LONG AGO)
Fox de Jerome Kern e Ira Gershwin, versão de Sivan
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda
Disco Continental 15.341-A, matriz 10387-2
Gravado em 27 de abril de 1945 e lançado em maio de 1945



ALÉM DO CÉU AZUL
Samba de Mário Rossi e Tito Ramos
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda
Disco Continental 15.341-B, matriz 10388-1
Gravado em 27 de abril de 1945 e lançado em maio de 1945










Agradecimento ao Arquivo Nirez










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...