Páginas

Translate

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

CORTA SAIA (É LÁ)

Um divertido samba de Sinhô (José Barbosa da Silva) gravado em 1925 por Fernando e o Coro do Jazz Band Sul Americano de Romeu Silva, para a Casa Edison. Disco Odeon Record 122.946. O disco foi lançado em 1926. Observem que nessa gravação, mesmo mecânica, já não há a famosa locução anunciando a música.
É lá era um dito da época. A musica reúne em seu estribilho frases populares "admiravelmente agrupadas, fazendo sentido", segundo Edgar de Alencar.
A letra original trazia quatro estrofes e o refrão. Fernando gravou somente as duas primeiras estrofes, o refrão e uma estrofe adicional.



Corta a Saia (É Lá!)




É lá! É lá!
Que o gato arranha a gente
Tem serpente, cobra macho
Tem até bicho demente

Se a moda pega
Do corta-saia
Acerta o passo
Cai no mangue
E sai da raia.

É lá! É lá!
Que o mestre é o macaco
Dança o urso e o elefante
Enquanto o burro cose o saco

É lá! É lá!
Que o sapo entra sambando
E o hipopótamo, coitado
De raiva, fica suando




Fonte:
Arquivo Nirez
Nosso Sinhô do Samba - Edgar de Alencar (FUNARTE, 1981).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...