Páginas

Translate

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

FOLCLORE BRASILEIRO, seus cantores

Dia 22 de agosto, dia do Folclore Brasileiro. A data foi firmada em 1965 através de um decreto federal.
O folclore engloba as tradições, lendas e crenças de um país. Ele pode ser manifestado de várias formas, como artesanato, alimentação, vestimentas, religião e linguagem de uma nação.

No Brasil, várias lendas vêm sendo contadas há várias gerações; algumas, trazidas do exterior e adaptadas à nossa realidade; outras, nascidas aqui. Muitas foram contadas em versos, romances, ou, até, cantadas em composições de domínio público ou de autoria de compositores que se preocuparam e divulgar as lendas de suas regiões.

Estudiosos e intelectuais se dedicaram a estudar e catalogar o nosso folclore, como Luis Câmara Cascudo e Mário de Andrade. 

Nos anos 20, várias mulheres começaram a se dedicar à pesquisa do folclore brasileiro e às adaptações do mesmo para o canto; Elsie Houston, Stefana de Macedo, Helena de Magalhães Castro, Olga Praguer Coelho, Amélia Brandão Nery e Celeste Leal Borges, são cantoras e compositoras que, a exemplo de seus colegas, foram catalogando, pesquisando e divulgando o nosso folclore. Sua iniciativa abriram portas para futuros talentos, como Sylvinha Melo, Elisa Coelho, Dilú Mello, Stelinha Egg, Inezita Barroso, para citar algumas.

Vamos conferir algumas músicas de nosso folclore. Trouxemos gravações diversas de composições como: Sacy Pererê e Sapo Cururu.


Minha Terra
Modinha do folclore cearense
Gravada por Mário Pinheiro
Acompanhamento de piano e violão
Disco Odeon Record 40.687
Lançado em 1906




O meu boi morreu
Cantiga nortista
Gravada por Bahiano e Eduardo das Neves
Acompanhamento de coro, cavaquinho e violão
Disco Odeon Record 121.054
Lançado em 1916
Obs. Era do repertório da atriz Abigail Maia, como se anuncia na gravação.
A atriz Júlia Martins participa do coro.






Bahiano














Bumba meu boi
Samba carnavalesco de Freire Jr.
Gravado por Bahiano
Disco Odeon Record 121.975
Lançado em 1921




Dança do urubu
Canção carnavalesca
Do folclore, arranjo de Lourival de Carvalho (Louro)
Gravada por Bahiano com coro e conjunto
Disco Odeon Record 121.321
Gravado e lançado em 1917





Gastão Formenti





















Sacy Pererê
Toada de Joubert de Carvalho
Gravada por Gastão Formenti, acompanhado por violões
Disco Odeon 10.216-A, matriz 1744
Lançado em agosto de 1928




Sacy Pererê
Canção de J. Aymberê e Alcebíades Barcelos
Gravada por Gastão Frmenti
Acompanhamento do maestro Henrique Vogeler ao piano
Disco Parlophon 12.938-B, matriz 2411-1
Lançado em abril de 1929




Saci Pererê
Batuque de J. B. de Carvalho
Gravado pelo Conjunto Tupy
Disco Victor 33.556-B, 65421-2
Gravado em 18 de março de 1932 e lançado em junho desse ano




Sapo Cururu
Canção de Hekel Tavares e Olegário Mariano
Gravada por Sérgio da Rocha Miranda
Acompanhamento de Hekel Tavares ao piano
Disco Odeon 10.206-A, matriz 1705
Lançado em 1928




Francisco Alves





















Sapo Cururu
Acalanto de Hekel Tavares e Olegário Mariano
Gravada por Francisco Alves
Acompanhamento de Hekel Tavares ao piano
Disco Odeon 10.365-A, matriz 2470
Lançado em abril de 1929




Engenho Novo
Tema popular em arranjo de Hekel Tavares
Gravado por Januário de Oliveira
Acompanhamento de Hekel, Zezinho e Petit
Disco Columbia 5.141-B, matriz 380488-2
Lançado em fevereiro de 1930




Foi boto, sinhá
Toada amazônica
Da autoria de Waldemar Henrique e Antônio Tavernard
Gravada por Gastão Formenti com a Orquestra Victor Brasileira sob a direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.807-B, matriz 79625-1
Gravado em 02 de maio de 1934 e lançado em agosto desse ano




Cobra grande
Lenda Amazônica
Da autoria de Waldemar Henrique
Gravada por Gastão Formenti com a Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 33.939-A, matriz 79850-3
Gravado em 14 de março de 1935 e lançado em junho desse ano





Jorge Fernandes





















Rolete de cana
Canção do folclore
Arranjo de Osvaldo Santiago e Dilu Melo
Gravada por Jorge Fernandes e o conjunto de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.373-B, matriz 549-1
Lançado em setembro de 1942














Agradecimento ao Arquivo Nirez






2 comentários:

  1. Que legal, fui ouvindo, ouvindo... não conhecia nenhuma...mas, quando chegou na Cana Caiana, lembrei-me de Dilu Melo e antes de ouvir, disse: essa eu conheço. Conheço sim e loi lançada quando nasci:1942.
    Adorei, obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Que bacana saber que muitas mulheres se dedicaram a estudar o folclore e abriram o caminho para tantas outras folcloristas.
    Adorei a seleção de músicas!
    Abraços!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...