Translate

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

TÔNIA CARRERO, 90 anos



Hoje, a bela e talentosa atriz Tônia Carrero completa 90 anos.

Maria Antonieta Portocarrero Thedim nasceu no Rio de Janeiro em 22 de agosto de 1922.
Graduada na França em Educação Física, foi como atriz que ela encontrou sua vocação, estreando em 1947 no filme Querida Suzana, de Alberto Pieralisi, onde foi a protagonista. O filme foi produzido pela Companhia Cinematográfica Vera Cruz, de São Bernardo do Campo (SP), onde ela foi estrela e protagonizaria outros filmes.

No teatro, Tônia Carrero estreou no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), em São Paulo, no ano de 1949, com a peça Um Deus Dormiu Lá em Casa, da autoria de Guilherme Figueiredo e direção de Adolfo Celi, contracenando com Paulo Autran,  que se tornaria um grande amigo da atriz.




Um Deus Dormiu Lá em Casa

Logo, o inevitável aconteceu, sua extraordinária beleza aliada ao seu talento dramático, transformaria a atriz em uma das mulheres mais fascinantes do Brasil. No teatro daria vida à personagens de Bernard Shaw, Jean-Paul Sartre, Noel Coward, Tennessee Williams, entre outros. Sendo uma mulher elegante, mostrou seu talento e versatilidade ao dar vida à prostituta Neusa Sueli, de Navalha na Carne, de Plínio Marcos, na versão carioca da peça feita em 1967, dirigida por Fauzi Arap. Essa montagem teve mais repercussão que a original, feita em São Paulo.

O cinema mostrou Tônia Carrero em boas atuações, como na cine-biografia do músico paulista Zequinha de Abreu, Tico-Tico no Fubá (1952), direção de Adolfo Celi, e filmado na Companhia Cinematográfica Vera Cruz. Ela contracena com Anselmo Duarte, que vive Zequinha, enquanto ela é sua musa, Branca.
Também em 1952 e no mesmo estúdio, ela filmou Appassionata, dirigido por Fernando de Barros.
Tônia vivia uma pianista consagrada que prefere a carreira ao casamento. Contracenou com Paulo Autran e, novamente, Anselmo Duarte.


Tico-Tico no Fubá

Com a carreira em alta, foi notada por um veículo que cada vez crescia mais, e um estilo de dramaturgia que conquistava a população: a televisão, com sua teledramaturgia.
Em 1969, estreou na TV Excelsior (SP) na novela Sangue do Meu Sangue, vivendo Pola Renon. Era escrita por Vicente Sesso e dirigida por Sérgio Britto.

No ano seguinte, em 1970, deu vida à protagonista Cristina Melo de Guimarães Cerdeira, uma rica e jovem viúva que transformava a vida de um rapaz simples, vivido por Sérgio Cardoso. A novela era Pigmalião 70, também escrita por Vicente Sesso e dirigida por  Régis Cardoso. Era a estréia de Tônia e Vicente na Rede Globo e inaugurou o estilo de comédia no horário das 19h. O corte de cabelo da personagem de Tônia seria imitado pelas mulheres no País inteiro e tinha o nome homônimo ao da novela, corte Pigmalião 70.


Pigmalião 70

Vale lembrar a milionária Stella Fraga Simpson, de Água Viva (1980), novela escrita por Gilberto Braga com a colaboração de Manoel Carlos e dirigida por Roberto Talma e Paulo Ubiratan. Tônia havia sido escalada para viver uma megera, mas, sua excêntrica personagem personagem acabaria por conquistar o público.

Kananga do Japão (Rede Manchete-1989), foi escrita por Wilson Aguiar Filho com a colaboração de Leila Míccolis, com sinopse de Carlos Heitor Cony a partir de idéia original de Adolpho Bloch (presidente da Manchete); foi dirigida por Tizuka Yamazaki, Carlos Magalhães, Wilson Sólon.
Tônia Carrero deu vida à Letícia Viana. Milionária carioca casada com o empresário Chico Viana (Carlos Alberto) que, na década de 1930, se apaixonava pelo malandro da Praça Onze, Alex Ferreira (vivido por Raul Gazolla), e era a antagonista da personagem principal, Dora (vivida por Cristiane Torlloni).

Kananga do Japão, ao lado de Carlos Alberto.

Atualmente, Tônia Carreiro mora no Rio de Janeiro e está afastada da carreira, tendo feito seu último trabalho em 2008. Ela é mãe do também ator Cecil Thiré e seus netos seguiram a tradição de atuar da família, Miguel Thiré, Luísa Thiré e Carlos Thiré.







Parabéns à nossa Estrela!








































Fontes:


http://is.gd/6uNz5G
http://is.gd/Z0vYj9
http://is.gd/VtIFUo
http://is.gd/vs1qqk
http://is.gd/anmXnX
http://is.gd/8741va
http://is.gd/gyAN31

3 comentários:

  1. Parabéns, a essa bela mulher!
    Por onde andará essa deusa, com os seus bem vividos 90 anos?

    Assisti ao filme "Tico-tico no fubá", eu adorava, os filmes nacionais!

    ResponderExcluir
  2. Lúcia, ela está reclusa em casa. Segundo seu filho, embora a cabeça esteja perfeita, ela tem dificuldades de falar e andar, devido à hidrocefalia, um acumulo de água em certas partes do cérebro.
    Ela fez questão de comemorar a data com a família e amigos bem chegados, como Fernanda Montenegro, Eva Todor Camila Amado e Jacqueline Laurence.

    ResponderExcluir
  3. Realmente mulher Linda mesmo, se tivesse nascido nos EUA estaria muito bem de vida e muito reconhecida. Não sabia que ela está reclusa em casa e com tão sério problema, muito triste.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...