Páginas

Translate

sábado, 11 de março de 2017

PEPA DELGADO - 72 ANOS DE SAUDADE

PEPA DELGADO
Arquivo Marcelo Bonavides



Há 72 anos falecia a atriz e cantora PEPA DELGADO.

Maria Pepa Delgado nasceu em Piracicaba (SP), em 21 de julho de 1887. 
Era filha do toureiro espanhol Lourenço Delgado e de Ana Alves.

Em 1900, Pepa Delgado já era contratada pela companhia Dias Braga e excursionava pelo Norte, fazendo pequenos papéis.

Radicada no Rio de Janeiro, seguiu carreira no teatro musical, em especial na revista e operetas.

Gravou seus primeiros discos em 1904, alguns deles em dueto com Alfredo Silva e Mário Pinheiro.

Atuou em filme e firmou seu nome como grande artista do teatro musical brasileiro.

Em meados dos anos 20 abandonou os palcos, depois de ter companhia própria.
Casou-se com o militar Almerindo Álvaro de Moraes e, em 1925, nasceu seu único filho, Heitor.

Pepa Delgado de Moraes passou a cuidar do lar, a se dedicar ao marido e filho e sempre em contato com amigos, alguns deles artistas.

Em 11 de março de 1945 ela falecia no Rio de Janeiro, vitima de hepatite.



O ABACATE
Cançoneta de Chiquinha Gonzaga, Tito Martins e Gouveia
Acompanhamento de piano
Disco Odeon 10.059, matriz R-379
Lançado em 1904



MAXIXE ARISTOCRÁTICO
Maxixe de José Nunes
Gravado em parceria com Alfredo Silva
Disco Odeon Record 40.224, matriz RX-161
Lançado em 1905



VEM CÁ, MULATA
Maxixe de Arquimedes de Oliveira e Bastos Tigre
Gravado em parceria com Mário Pinheiro
Disco Odeon Record 40.407
Lançado em 1906



O VENDEIRO E A MULATA
Dueto
Gravado em parceria com Mário Pinheiro
Disco Odeon Record 40.599
Lançado em 1906



O FIDALGO E A CAMPONESA
Dueto
Gravado em parceria com Mário Pinheiro
Disco Odeon Record 40.473

Lançado em 1906






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...