sexta-feira, 5 de outubro de 2018

MÁRIO REIS - 37 ANOS DE SAUDADE


Mário Reis ao microfone da Rádio Mayrink Veiga, 1935.
Suas fãs suspiram ao seu lado.
Arquivo Nirez.


Há 37 anos falecia o cantor MÁRIO REIS.

Mário da Silveira Reis nasceu em 31 de dezembro de 1907, no Rio de Janeiro.

Iniciou sua carreira artística de cantor, como Mário Reis, em 1928, quando Sinhô o levou aos estúdios da gravadora Odeon para gravar um disco. Aí, registrou da autoria de Sinhô (que também era seu professor de violão) o samba Que Vale a Nota Sem o Carinho da Mulher? e o romance Carinhos de Vovô, sendo acompanhado pelos violões de Sinhô e Rogério Guimarães.

Mário Reis possuía um estilo único de cantar, com uma voz calma, não tendo o vozeirão comum aos cantores de seu tempo. Mesmo assim, conquistou o público, sendo um dos cantores mais queridos de sua época, vendendo muitos discos e se popularizando através deles e também do rádio, shows e filmes.

Gravou ao lado de Carmen Miranda alguns clássicos juninos e fez uma memorável parceria com Francisco Alves em vinte e quatro música, onde os cantores casaram com perfeição suas vozes. Francisco Alves, considerado O Rei da Voz, tinha uma grande extensão vocal.

No auge de sua carreira, Mário Reis aceitou trabalhar como funcionário público, se afastando do meio artístico. Voltaria em várias ocasiões, como em 1939, ao gravar alguns discos e participar do show Joujoux et Balangandãs.

Na década de 1950, lançaria um LP regravando músicas de Sinhô.

Um de seus últimos shows aconteceu em 1971, no Golden Room do Copacabana Palace, onde ele se apresentou durante três dias, lotando o local, sendo aplaudido de pé por mais de dez minutos.

Mário Reis faleceu em 05 de outubro de 1981, meses antes de completar 74 anos.


Vamos conferir algumas de suas gravações, realizadas na Odeon e Victor entre 1928 e 1935.



JURA
Samba de José Barbosa da Silva (Sinhô)
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.278-A, matriz 2070
Lançado em novembro de 1928



GOSTO QUE ME ENROSCO
Samba de José Barbosa da Silva (Sinhô)
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento de dois violões
Disco Odeon 10.278-B, matriz 2003
Lançado em novembro de 1928



SOFRER É DA VIDA
Samba de Francisco Alves e Ismael Silva
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.872-A, matriz 4375
Gravado em 28 de novembro de 1931 e lançado em julho de 1932



MULATO BAMBA
Samba Canção de Noel Rosa
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.928-B, matriz 4480
Gravado em 07 de julho de 1932 e lançado nesse mesmo ano



A TUA VIDA É UM SEGREDO
Samba de Lamartine Babo
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento do Grupo da Guarda Velha
Disco Victor 33.614-B, matriz 65615-3
Gravado em 03 de dezembro de 1932 e lançado em fevereiro de 1933



QUANDO O SAMBA ACABOU
Samba de Noel Rosa
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.003-A, matriz 4639
Gravado em 11 de abril de 1933 e lançado em maio



AGORA É CINZA
Samba de Alcebíades Barcelos (Bide) e Armando Vieira Marçal
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento dos Diabos do Céu, sob a direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.728-A, matriz 65871-1
Gravado em 25 de outubro de 1933 e lançado em dezembro



O SOL NASCEU PRA TODOS
Samba de Lamartine Babo
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento dos Diabos do Céu, sob a direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.738-B, matriz 65880-1
Gravado em 08 de novembro de 1933 e lançado em janeiro de 1934



UMA ANDORINHA NÃO FAZ VERÃO
Marcha de Lamartine Babo e João de Barro
Gravada por Mário Reis
Acompanhamento dos Diabos do Céu, sob a direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.742-A, matriz 65903-1
Gravado em 01 de dezembro de 1933 e lançado em janeiro de 1934



MEU CONSOLO
Samba de Gadé e Walfrido Silva
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.274-A, matriz 5159
Gravado em 17 de setembro de 1935 e lançado em outubro



CADÊ MIMI
Marcha de João de Barro e Alberto Ribeiro
Gravada por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.305-B, matriz 5206
Gravado em 06 de dezembro de 1935 e lançado em janeiro de 1936










Agradecimento ao Arquivo Nirez















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...