Páginas

Translate

terça-feira, 24 de setembro de 2019

RELEMBRANDO HEITOR DOS PRAZERES

HEITOR DOS PRAZERES
A Noite Illustrada, 1932.
Arquivo Nirez




Há 121 anos nascia o compositor, cantor, instrumentista e pintor HEITOR DOS PRAZERES.

Heitor dos Prazeres nasceu no Rio de Janeiro em 23 de setembro de 1898, na lendária região da Cidade Nova, na Praça Onze, que foi o berço do samba carioca, segundo vários pesquisadores. Seu pai era marceneiro e músico militar, já tendo atuado nas bandas da Polícia Militar e Guarda Nacional.

Heitor estudou no Colégio Benjamin Constant, no colégio de padres da igreja de Sant´Ana e no Externato Souza Aguiar. Era um aluno muito levado e agitado, sendo expulso de todos os três colégios, interrompendo seus estudos no quarto ano primário. Aos sete anos de idade começou a trabalhar, mesma época em que começou a estudar cavaquinho sozinho. Foi polidor de madeiro e, aos treze anos de idade, foi preso por vadiagem, passando dois meses na colônia correcional da Ilha Grande.

Era sobrinho de Hilário Jovino, o Lalú de Ouro, de quem ganhou de presente um cavaquinho. Com o tio, participava de reuniões festivas na casa da famosa Tia Ciata, onde conviveu com outros nomes importantes do samba como João da Bahiana, Pixinguinha, Caninha, Sinhô, entre outros.

Heitor dos Prazeres além de ser um de nossos mais importantes compositores também foi pintor, reconhecido nacional e internacionalmente. Ele começou a pintar em 1936/1937, incentivado por amigos, usando como tema samba, malandros e mulatas.


Heitor dos Prazeres e suas pinturas
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html


FESTA DE SÃO JOÃO, de Heitor dos Prazeres.
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html


PIERROT E SAMBISTAS, de Heitor dos Prazeres.
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html


RODA DE SAMBA, de Heitor dos Prazeres.
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html


SEM TÍTULO, de Heitor dos Prazeres.
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html

SARAU, de Heitor dos Prazeres
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html

Também trabalhou nos anos 30, 40 e 50, como funcionário público do Ministério da Educação e Cultura, sendo protegido pelo poeta Carlos Drumond de Andrade, um alto funcionário do ministério.

Se casou em 1931 com Glória dos Prazeres, que faleceu cinco anos depois. Seu filho, Heitorzinho dos Prazeres, também seria pintor, cantor e compositor, como o pai.

Heitor dos Prazeres teve uma fundamental participação na criação das escolas-de-samba do Rio de Janeiro. Em 1928, ao lado de Nilton Bastos, Alcebíades Barcelos e Rubens Barcelos, fundou a União do Estácio. Nesse mesmo ano, participou da fundação das escolas-de-samba Portela e Estação Primeira de Mangueira.

Sua primeira composição gravada foi a marcha Margarida, registrada por Alfredo Albuquerque na Odeon em 1929. Neste mesmo ano, ainda pela Odeon, Mário Reis gravaria da autoria de Heitor dos Prazeres os sambas Vai Mesmo e Deixaste Meu Lar. Em 1930, o famoso Paulo da Portela lançaria em março na Brunswick o samba de Heitor, Trapaiada.

Francisco Alves gravaria em 1931 o samba Mulher de Malandro, da autoria de Heitor dos Prazeres, pela Odeon.

Mesmo compondo sambas de sucesso, um de seus grandes êxitos foi a marcha em parceria com Noel Rosa, Pierrô Apaixonado, em que ele fez o estribilho e Noel a segunda parte. Joel e Gaúcho gravaram em final de 1935, sendo um grande sucesso no Carnaval de 1936 e sendo cantada pela dupla no filme Alô, Alô Carnaval, de 1936, dirigido por Adhemar Gonzaga para a Cinédia.

Teria suas gravações registradas ao longo dos anos 30, 40 e 50.

Heitor dos Prazeres faleceu no Rio de Janeiro em 04 de outubro de 1966, quase uma semana depois de ter completado 68 anos de idade.


HEITOR DOS PRAZERES
http://artepopularbrasil.blogspot.com/2014/08/heitor-dos-prazeres.html



Em sua homenagem, trago várias gravações de composições de sua autoria, realizadas entre 1929 e 1937. São músicas que fizeram sucesso e se tornaram clássicos como o samba Trapaiada, gravado por Paulo da Portela em 1930, ou a marcha Pierrô Apaixonado, em parceria com Noel Rosa, que Joel e Gaúcho gravaram no final de 1935.

Agradeço a colaboração dos amigos pesquisadores e colecionadores Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez), Gilberto Inácio Gonçalves e Adilson Santos.



MARGARIDA
Marcha Carnavalesca de Heitor dos Prazeres
Gravada por Alfredo Albuquerque
Acompanhamento da Rio Dance Orquestra
Disco Odeon 10.348-B, matriz 2356
Lançado em março de 1929



VAI MESMO
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.387-A, matriz 2517
Lançado em maio de 1929



DEIXASTE MEU LAR
Samba de Heitor dos Prazeres e Francisco Alves
Gravado por Mário Reis
Disco Odeon 10.506-A, matriz 3037
Lançado em dezembro de 1929



TRAPAIADA
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Paulo da Portela
Acompanhamento do Grupo Prazeres
Disco Brunswick 10.038-A, matriz 260
Lançado em março de 1930



TRISTEZA
Samba Canção de Heitor dos Prazeres e João da Gente
Gravado por Januário de Oliveira
Acompanhamento de Gaó, Zezinho e Petit
Disco Columbia 5.182-B, matriz 380605-2
Lançado em março de 1930



PRA QUEM SERVIR
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Elpídio L. Dias (Bilu)
Acompanhamento da Orquestra Brunswick
Disco Brunswick 10.052-B
Lançado em maio de 1930



ÉS FALSA
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.645-A, matriz 3666
Lançado em julho de 1930



TU JÁ FOSTE BOA
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.685-B, matriz 3875
Lançado em outubro de 1930



CRIANÇA LOUCA
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento da Orquestra Brunswick
Disco Brunswick 10.139-A, matriz 598
Lançado em fevereiro de 1931



MULHER DE MALANDRO
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.870-B, matriz 4314
Gravado em 24 de setembro de 1931 e lançado em 1932



SINHÁ
Marcha de Heitor dos Prazeres
Gravada por Pinto Filho
Disco Odeon 10.880-B, matriz 4391
Gravado em dezembro de 1931 e lançado em 1932
Obs. Maria Vidal participa da gravação.



NÃO SEI O QUE VOU FAZER
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Jayme Vogeler
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.985-A, matriz 4510
Gravado em 26 de setembro de 1932 e lançado em março de 1933



É TEMPO
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Luís Barbosa
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 10.974-B, matriz 4593
Gravado em 19 de janeiro de 1933 e lançado em janeiro/fevereiro de 1933



MULATA COR DE JAMBO
Samba de Heitor dos Prazeres
Gravado por Heitor dos Prazeres
Acompanhamento do Grupo da Odeon
Disco Odeon 11.531-B, matriz 5663
Gravado em 13 de setembro de 1937 e lançado em novembro de 1937











Agradecimento ao Arquivo Nirez, Gilberto Inácio Gonçalves e Adilson Santos.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...