Páginas

Translate

sábado, 13 de junho de 2020

RELEMBRANDO DOIS GRANDES NOMES: MARLENE E RUBENS SOARES




A data de hoje, 13 de junho, marca o falecimento de dois grandes artistas: MARLENE e RUBENS SOARES.






MARLENE





Há 06 anos falecia a cantora MARLENE, A Incomparável.

Vitória Bonaiutti De Martino nasceu em São Paulo (SP), em 22 de novembro de 1922.

De origem humilde, tornou-se em uma das maiores cantoras que o Brasil já teve, com uma imensa popularidade, graças à seu talento e carisma, reunindo uma legião de fãs.

Já comentamos sobre sua vida em: http://bit.ly/2r2IFu5

Confiram algumas de suas gravações realizadas entre 1946 e 1955, nas gravadoras Sinter, Odeon e Star.




Gravadora Sinter

MARLENE, MEU BEM
Valsa de Mário Lago
Gravada por Marlene e Luís Delfino
Acompanhamento de Orquestra e Coro
Disco Sinter 00-00.425-A, matriz S-975
Lançado em setembro/outubro de 1955



JARRO D´ÁGUA
Samba Choro de Assis Valente
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Lírio Panicali e Sua Orquestra
Disco Sinter 541-A, matriz S-1172-L
Lançado em abril de 1957



Gravadora Odeon


SWING NO MORRO
Samba Choro de Felisberto Martins e Amado Régis
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Brazilian Serenaders
Disco Odeon 12.716-A, matriz 8067
Gravado em 21 de junho de 1946 e lançado em agosto



GINGA GINGA MORENO
Samba de João de Deus e Hélio Nascimento
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Brazilian Serenaders
Disco Odeon 12.716-B, matriz 8068
Gravado em 21 de junho de 1946 e lançado em agosto



COITADINHO DO PAPAI
Marcha de Henrique de Almeida e M. Garcez
Gravada por Marlene
Acompanhamento de Raul e Seu Regional
Disco Odeon 12.757-A, matriz 8142
Gravado em 05 de dezembro de 1946 e lançado em fevereiro de 1947



UM ANO DEPOIS
Samba de Valdemar Pereira e Valentina Biosca
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Raul e Seu Regional
Disco Odeon 12.757-B, matriz 8143
Gravado em 05 de dezembro de 1946 e lançado em fevereiro de 1947



Gravadora Star


BIRIBA ESTÁ AÍ
Samba Choro de J. Piedade e Fernando Martins
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Abel e Seu Conjunto
Disco Star 54-A
Lançado em 1948
Obs. A gravação está sem a introdução.



MIRONGA
Samba de Luís Soberano e Paulo Carvalho
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Abel e Seu Conjunto
Disco Star 54-B
Lançado em 1948
Obs. A gravação está sem a introdução.



NASCI PARA BAILAR
Samba Rumba de Joel de Almeida e Fernando Lobo
Gravado por Marlene
Acompanhamento do Trio Blues Star e Ritmo
Disco Star 67-A, matriz 67-1
Lançado em 1948



BRASIL DIFERENTE
Maxixe de Osvaldo Chaves Ribeiro (Gadé) e Sá Róris
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Conjunto
Disco Star 67-B, matriz 67-2
Lançado em 1948



AI COMO SUFRO
Frevo Canção
Gravado por Marlene
Acompanhamento de Orquestra
Disco Star 75-A, matriz 75-1
Lançado em 1948



CONCEIÇÃO DA PRAIA
Jongo de Dilu Melo e Oldemar Magalhães
Gravado por Marlene e as Três Marias
Acompanhamento de Conjunto
Disco Star 122-A, matriz S122-A
Lançado em abril de 1949



CANDONGA
Guaracha de Felisberto Martins e Fernando Martins
Gravada por Marlene e as Três Marias
Acompanhamento de Conjunto
Disco Star 122-B, matriz S122-B
Lançado em abril de 1949





RUBENS SOARES


RUBENS SOARES
Arquivo Nirez


Rubens Soares nasceu no Rio de Janeiro em 29 de maio de 1911. Foi lutador de boxe na categoria peso-médio, sendo campeão em alguns jogos e sendo conhecido por Mão de Gato. Após as lutas, reunia-se com amigos e compunha sambas.

Desde 1929, Rubens Soares era um nome conhecido no pugilismo carioca. Porém, em 1936, destacou-se também como compositor ao lançar o samba É Bom Parar, em parceria com Noel Rosa (cujo nome não aparece no selo do disco), que foi gravado na Victor por Francisco Alves. A música foi um sucesso. Francisco Alves gravaria outros sucessos de Rubens Soares, como Poleiro de Pato é no Chão, em parceria com Ewaldo Ruy, em gravação de 1941.

Outros nomes de destaque, como Nelson Gonçalves, Aracy de Almeida, Déo, entre outros, gravaram músicas de Rubens Soares.

Ele faleceria no Rio de Janeiro em 13 de junho de 1998, pouco depois de completar 87 anos.


É BOM PARAR
Samba de Rubens Soares e Noel Rosa
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento do Conjunto Regional RCA Victor
Disco Victor 34.038-B, matriz 80101-1
Gravado em 28 de janeiro de 1936 e lançado em fevereiro de 1936



JÁ NÃO ÉS MAIS AQUELA
Samba de Rubens Soares e Antônio Almeida
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.059-B, matriz 80147-1
Gravado em 27 de abril de 1936 e lançado em junho de 1936



YAYÁ DO BALACUCHÊ
Samba do Partido Alto de Rubens Soares
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento dos Reis do Ritmo
Disco Victor 34.113-B, matriz 80245-1
Gravado em 17 de novembro de 1936 e lançado em dezembro de 1936



LÁ VEM ELA CHORANDO
Samba de Rubens Soares e Demazinho
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento dos Reis do Ritmo
Disco Victor 34.123-A, matriz 80265-1
Gravado em 20 de novembro de 1936 e lançado em dezembro de 1936



ELA FEZ UMA COMIGO
Samba de Rubens Soares
Gravado por Arnaldo Amaral
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Seus Soldados Musicais
Disco Columbia 55.017-B, matriz 130-1
Lançado em fevereiro de 1939



SOLTEIRO É MELHOR
Samba de Rubens Soares e Felisberto Silva
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Columbia 55.198-B, matriz 245-1
Gravado em 11 de dezembro de 1939 e lançado em janeiro de 1940

















Agradecimento ao Arquivo Nirez












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...