Páginas

Translate

quarta-feira, 4 de março de 2020

ADEUS À ADELAIDE CHIOZZO

ADELAIDE CHIOZZO
O Cruzeiro, 1957
http://memoria.bn.br/




Faleceu na manhã desta quarta-feira, dia 04 de março, a cantora, atriz e acordeonista ADELAIDE CHIOZZO.

Ela estava com 88 anos e se encontrava internada em um hospital na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, após cair em sua casa, há 12 dias. Mesmo operada, Adelaide Chiozzo contraiu infecção urinária e pulmonar, falecendo às 8h de quarta-feira, 04 de março.

Ela será sepultada nesta quinta-feira (05), a partir das 10h, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária do Rio de Janeiro.

Adelaide Chiozzo nasceu em São Paulo, em 08 de maio de 1931. Na década de 1950, foi uma das estrelas da Atlântida, atuando em vários filmes da companhia, ao lado de astros como Grande Otelo e Oscarito.

Uma das cenas antológicas de nosso cinema é onde Adelaide Chiozzo e Eliana Macedo cantam Beijinho Doce, no filme Aviso aos Navegantes, dirigido por Watson Macedo, lançado em 1950.




Adelaide Chiozzo também atuou em novelas e havia feito seu último show há quase dois anos, em Niterói (RJ).



Adelaide Chiozzo
https://g1.globo.com/


http://memoria.bn.br/

Cinelândia, 1953
http://memoria.bn.br/


Adelaide Chiozzo e sua filha Cristina Chiozzo
Manchete, 1957
http://memoria.bn.br/


O Cruzeiro, 1952
http://memoria.bn.br/


Cinelândia, 1953
http://memoria.bn.br/


ADELAIDE CHIOZZO
Hollywood, 1951
http://memoria.bn.br/



















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...