quarta-feira, 7 de abril de 2021

RELEMBRANDO A CANTORA DIRCINHA BATISTA

DIRCINHA BATISTA
Arquivo Nirez





Vamos relembrar a cantora e atriz DIRCINHA BATISTA, um dos principais nomes de nossa música popular. Confiram suas primeiras gravações e uma reportagem de 1933 sobre ela.

Dirce Grandino de Oliveira nasceu em São Paulo, em 07 de abril de 1922. Era filha do famoso ventríloquo Baptista Júnior e irmã da cantora Linda Batista.

Menina prodígio, gravou seu primeiro disco em 1930, aos oito anos de idade, participando também do coro de algumas gravações de seu pai.

Ao longo das décadas de 1930,1940 e 1950 figurou entre as maiores cantoras de nosso país, gravando clássicos de nosso cancioneiro, fazendo sucesso nos carnavais e no cinema, além de reunir um grande número de fã, tornando-se Rainha do Rádio em 1948.

Dircinha Batista faleceu no Rio de Janeiro em 18 de junho de 1999, aos 77 anos.




DIRCINHA BATISTA
Arquivo Nirez



Para saber mais sobre sua vida, acessem:

DIRCINHA BATISTA - 96 ANOS: http://bit.ly/2D3TJ0u

DIRCINHA BATISTA - 94 ANOS: http://bit.ly/2G4R8Ft


Hoje, trago uma reportagem que a revista A Noite Illustrada fez sobre Dircinha Batista em 03 de maio de 1933, quando ela contava ainda com dez anos de idade. Ela cantou para a entrevista, sendo acompanhada pelo compositor Cândido das Neves (Índio das Neves), cujas músicas A Órfã e Anjo Enfermo havia gravado nesse mesmo ano de 1933. Reproduzo a reportagem com a grafia e pontuação originais.



A Noite Illustrada, 1933.
Arquivo Nirez



A MENOR CANTORA DO BRASIL


DIRCINHA BATISTA
"Êta moleque bamba!/Péga a cabrocha, Pisca o olho e cáe no samba!"
A Noite Illustrada, 1933.
Arquivo Nirez


Dyrce Baptista é a mais jovem interprete das nossas musicas populares. Conta apenas dez annos de edade. Mas já tem conquistado brilhantes triunphos artisticos.  Garota encantadora, de physionomia expressiva, jovial sympathica, Dyrce Baptista é uma revelação verdadeiramente curiosa. Ha um rifão que diz que “filho de peixe sabe nadar”. É natural que a interessante garota cante com tanta graça e vivacidade, pois é filha de um veterano dos palcos nacionaes, - o barytono e ventriloquo Baptista Junior, que é também compositor musical nas horas vagas...


DIRCINHA BATISTA
A Noite Illustrada, 1933.
Arquivo Nirez

Dyrcinha gravou em discos, recentemente, duas canções de Indio das Neves – “Orphã” e “Anjo enfermo”, a cujas letras, de accentuada expressão dramatica, deu emotiva interpretação. Sua voz, clara, forte, bem modulada, é surprehendente em uma creança de sua edade.


DIRCINHA BATISTA
A Noite Illustrada, 1933.
Arquivo Nirez


Cândido (Índio) das Neves
A Noite Illustrada, 1933.
Arquivo Nirez
 
Dircynha não interpreta sómente canções. É, tambem, uma eximia cantora de sambas e marchas. Veiu á nossa redação, em companhia de Indio das Neves, fazer uma demonstração de suas habilidades. Cantou as musicas que acaba de gravar e outras, de cunho alegre, de caracter brejeiro, que fizeram successo no Carnaval que passou. E, emquanto isso, a objectiva d´”A NOITE Illustrada” trabalhou, colhendo os flagrantes que estampamos nesta pagina e que documentam o “jogo de scena” da menor cantora do Brasil...






PRIMEIRAS GRAVAÇÕES DE DIRCINHA BATISTA



DYRCINHA
Canção de Baptista Júnior
Gravada por Dircinha Batista
Acompanhamento de Gaó, Jonas e Zezinho
Disco Columbia 5.247-B, 380735
Lançado em julho de 1930



BORBOLETA AZUL
Canção de Baptista Júnior
Gravada por Dircinha Batista
Acompanhamento de Gaó, Jonas e Zezinho
Disco Columbia 5.247-B, 380734
Lançado em julho de 1930


 
A ÓRFÃ
Canção de Cândido das Neves (Índio)
Gravada por Dircinha Batista
Acompanhamento de Índio e Tute aos Violões
Disco Odeon 11.070-A, matriz 4645
Gravado em 18 de abril de 1933 e lançado em novembro de 1933


 
ANJO ENFERMO
Canção de Cândido das Neves (Índio)
Gravada por Dircinha Batista
Acompanhamento de Índio e Tute aos Violões
Disco Odeon 11.070-A, matriz 4646
Gravado em 18 de abril de 1933 e lançado em novembro de 1933

 
 

Participação de Dircinha Batista em gravações de seu pai, Baptista Júnior (1930)
 

RELA COCO
Cateretê de Satyro de Mello
Gravado por Baptista Júnior
Acompanhamento de Gaó, Jonas, Petit e Zezinho
Disco Columbia 5.245-B, matriz 380737-2
Lançado em julho de 1930
Obs. Dircinha Batista, com oito anos de idade, está no coro.


 
SACODE A SAIA CABOCA
Embolada de Satyro de Mello
Gravado por Baptista Júnior
Acompanhamento de Gaó, Jonas, Petit e Zezinho
Disco Columbia 5.245-B, matriz 380738-2
Lançado em julho de 1930
Obs. Dircinha Batista, com oito anos de idade, está no coro.














Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...