Páginas

Translate

sábado, 16 de maio de 2020

EFEMÉRIDES DE 16 DE MAIO: CHINA (OTÁVIO VIANA), VASSOURINHA, MISS BABY, BONFIGLIO DE OLIVEIRA E RUSSO DO PANDEIRO





A data de hoje, 16 de maio, marca o nascimento e falecimento dos seguintes artistas: CHINA (OTÁVIO VIANA), VASSOURINHA, MISS BABY, BONFIGLIO DE OLIVEIRA e RUSSO DO PANDEIRO.




CHINA
(OTÁVIO VIANA)


CHINA (OTÁVIO VIANA)
https://pixinguinha.com.br/




Otávio Littleton da Rocha Vianna nasceu no Rio de Janeiro em 16 de maio de 1888. Era filho de Raimunda da Rocha Vianna e de Alfredo da Rocha Vianna, sendo irmão de Pixinguinha. Nasceu no subúrbio da Piedade, passando a infância no bairro de Catumbi.

Cresceu em um ambiente bastante musical, uma vez que seu pai, funcionário dos telégrafos, também era flautista amador, possuindo um grande acervo de choros antigos, costumando reunir em sua casa os grandes chorões da época, como Quincas Laranjeiras, Irineu de Almeida, Candinho do Trombone, entre outros nomes. Anos depois, quando Pixinguinha já era adolescente e participava das rodas de choro, duas irmãs, vizinhas da família, também participariam das reuniões, dançando: Zilda e Dalva, as futuras atrizes-cantoras Aracy Côrtes e Dalva Espíndola, respectivamente.

China, ou Otávio Vianna, fez parte do Choro Carioca, onde também atuavam seus irmãos Pixinguinha (flauta), Leo (violão) e Henrique (cavaquinho). Integrou, em 1917, o Grupo Caxangá, organizado por João Pernambuco.

Em 1913, gravou alguns discos pelo selo Phoenix Record, lançado modinhas de sua autoria, como Amei-te Tanto e A Lua Nova.

Em 1918, o compositor Sinhô (José Barbosa da Silva) compôs o samba Quem São Eles?, que implicava com o grupo de baianos que moravam no Rio de Janeiro, que tinham suas Tias Baianas como representantes da Bahia. Em resposta, China e Pixinguinha compuseram o samba Já Te Digo, onde satirizavam a figura de Sinhô. Ambas composições foram gravadas por Bahiano. A polêmica continuaria com Sinhô compondo em 1919 a marcha O Pé de Anjo, satirizando os grandes pés de China. A música seria a primeira gravação do cantor Francisco Alves, em outubro de 1919, pela gravadora A Popular.

China também fez parte do famoso grupo Oito Batutas, formado em 1919. O grupo, liderado por Pixinguinha, fez grande sucesso, excursionando pelo Brasil e indo a Paris em 1922. Nesse mesmo ano, estiveram na Argentina, onde gravaram alguns discos pela Victor, registrando da autoria de China, Já te Digo e Meu Passarinho (gravado em 1922 no Brasil por Bahiano).

Otávio Viana (China) faleceu no Rio de Janeiro em 27 de agosto de 1927, aos 39 anos de idade.



LUNDU DO CAPADÓCIO
Lundu
Gravado por Otávio Viana
Disco Phoenix Record 70.629
Lançado em 1913





CHALRÉO
Lundu
Gravado por Otávio Viana
Acompanhamento do Choro Carioca
Disco Phoenix Record 70.647
Lançado em 1913





AMEI-TE TANTO
Modinha de Otávio Viana
Gravada por Otávio Viana
Disco Phoenix Record 225, matriz 1408
Lançado em 1913





A LUA NOVA
Modinha de Otávio Viana
Gravada por Otávio Viana
Disco Phoenix Record 225, matriz 1409
Lançado em 1913





ENCONTRO DE DOIS GRUPOS CARNAVALESCOS
Cômico
Gravado por Otávio, Balbino, Pacheco, Risoleta e Elvira
Disco Phoenix Record 70.693
Lançado em 1913





UMA FESTA NA PENHA
Arranjo Cômico
Gravado por Otávio, Pacheco, Claudino, Álvaro, Júlio e Risoleta
Disco Phoenix Record 70.779
Lançado em 1913








VASSOURINHA


VASSOURINHA
Carioca, 1935
Arquivo Nirez



Mário Ramos nasceu em São Paulo, em 16 de maio de 1923.

Em 1934, o menino Mário Ramos, de apenas 11 anos, começou a soltar sua voz. Mas, somente no ano seguinte ele teria sua carreira impulsionada através do filme Fazendo Fita.

A jornalista e pesquisadora musical Thais Matarazzo nos conta que ele trabalhava como contínuo da Rádio Record, em São Paulo. Morava no bairro da Barra Funda em uma pensão, onde sua mãe trabalhava como faxineira e cozinheira.


Aos poucos, passou a ser conhecido no meio musical e tornou-se célebre, devido ao seu precoce talento e boa voz.


Vieram as gravações, programas de rádio, shows... Com o pseudônimo de Vassourinha, que lembrava sua humilde origem, ele já fazia parte dos maiores nomes de nossa música, se apresentando no Rio de Janeiro e em São Paulo.


Toda essa bem sucedida carreira seria interrompida em 03 de agosto de 1942. Ele tinha apenas 19 anos e faleceu vítima de tuberculose, em São Paulo. Também tinha uma doença nos ossos, porém, não sei dizer se isso contribuiu para sua morte.

O pouco que ele deixou gravado nos dá a ideia de quanto ele era bom sambista e ainda poderia contribuir bastante com nossa música.




SEU LIBÓRIO
Choro de João de Barro (Braguinha) e Alberto Ribeiro

Gravado por Vassourinha
Disco Columbia 55.295-A, matriz 441-2
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Gravado em 23 de junho de 1941 e lançado em agosto.
Obs. Foi cantado no filme Alô, Alô Carnaval (Cinédia, 1936), pelo cantor Luís Barbosa,em ritmo de samba, batucando em seu chapéu de palha, em uma cena antológica.



JURACY
Choro de Antonio Almeida e Ciro de Sousa
Gravado por Vassourinha
Disco Columbia 55.295-B, matriz 442-1
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Gravado em 23 de junho de 1941 e lançado em agosto.




EMÍLIA
Samba de Haroldo Lobo e Wilson Batista
Gravado por Vassourinha
Disco Columbia 55.302-A, matriz 443-2
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Gravado em 1941 e lançado em outubro.



ELA VAI À FEIRA
Samba de Roberto Roberti e Almanir Grego
Gravado por Vassourinha
Disco Columbia 55.302-B, matriz 444-1
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Gravado em 1941 e lançado em outubro



AMANHÃ TEM BAILE
Samba de Haroldo Lobo e Milton de Oliveira
Gravado por Vassourinha
Disco Columbia 55.346-A, matriz 517-1
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Gravado em 12 de maio de 1942 e lançado em junho.



VOLTA PRA CASA, EMÍLIA
Samba de Antônio Almeida e J. Batista
Gravado por Vassourinha
Disco Columbia 55.346-B, matriz 514-1
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Gravado em 12 de maio de 1942 e lançado em junho.




MISS BABY


Careta, 1943
http://memoria.bn.br/


Alice Zivicher Stauber nasceu em Viena, Áustria, em 16 de maio de 1922.

Com o nome artístico de Miss Baby, chegou ao Brasil em 01 de junho de 1940, aos 18 anos de idade, apresentando-se como cantora. Com ela, vieram sua mãe, Joanna, e seu padrasto Rudolf Stauber.

Atuou em Recife, em 1944, cantando no Grande Hotel e no Theatro Santa Isabel, acompanhada da Orquestra de Jazz da PRA-8.

No Brasil, Miss Baby destacou-se como cantora de ritmos americanos, sendo artista exclusiva da Rádio Tupi e sendo considerada A Rainha do Swing.



THIS IS THE ARMY MISTER JONES
Marcha de Irving Berlin
Gravada por Miss Baby
Acompanhamento de Her New Yorkers
Disco Odeon 12.492-A, matriz 7612
Gravado em 18 de julho de 1944 e lançado em setembro de 1944



G I JIVE
Boogie de J. Mercer
Gravado por Miss Baby
Acompanhamento de Her New Yorkers
Disco Odeon 12.492-B, matriz 7611
Gravado em 18 de julho de 1944 e lançado em setembro de 1944




BONFIGLIO DE OLIVEIRA


BONFIGLIO DE OLIVEIRAcatracalivre.com.br/arquivo/bonfiglio-de-oliveira-trompetista-de-guaratingueta


Nascido em Guaratinguetá (SP), em 27 de setembro de 1891, Bonfíglio de Oliveira era filho do contrabaixista da Banda Mafra, de sua cidade natal, que lhe ensinou as primeiras teorias musicais. Depois, Bonfíglio atuaria nesta mesma banda por cerca de dois anos e na Banda União Beneficente, tocando bumbo.

Já adulto e morando no Rio de Janeiro, Bonfíglio de Oliveira seria considerado um dos maiores instrumentistas de seu tempo, ao lado de Pixinguinha e Luís Americano. Ele atuaria nos célebres conjuntos: Grupo da Guarda Velha e Diabos do Céu. Ainda faria parte da Orquestra Sinfônica do Rio de Janeiro, dirigida pelo maestro Francisco Braga.

Em 1913, gravou pelo selo Phoenix Record a polca Aglaéth e a valsa Lilinha, ambas de sua autoria, que fez o solo de Piston.
Voltaria a gravar em 1926, pela Odeon Record, registrando de sua autoria o choro maxixe O Vestido de Guiomar Sonho de Maxixe. Em 1931 gravou na Victor, também de sua autoria, a valsa Teresinha, e o célebre choro Flamengo.

Outros intérpretes também gravaram composições de Bonfíglio de Oliveira, seja de forma instrumental ou cantada. O flautista Edgard Freitas gravou o maxixe O Malandrinho, pela Odeon Record, em 1926, sendo acompanhado pelo Grupo do Donga. Antes, em 1917, Vicente Celestino havia gravado, também pela Odeon Record, a canção Horas Melancólicas, onde Bonfíglio de Oliveira teve a parceria de Catullo da Paixão Cearense.

Em fevereiro de 1928 a Odeon lançava o maxixe de Bonfíglio de Oliveira e Lamartine Babo, Não posso comer sem molho, gravado por Francisco Alves e Gastão Formenti. Sílvio Caldas e Gastão Formenti lançariam, em janeiro de 1931, pela Brunswick, o choro Saudade Gaúcha. Cantoras como Yolanda Osório gravariam músicas de Bonfíglio de Oliveira, a exemplo do maxixe em parceria com Lamartine Babo, Sonho Brasileiro, lançado em janeiro de 1931 pela Brunswick. Em 1934, pela Odeon, Aurora Miranda lançaria a marcha Chorando, que Bonfíglio compôs em parceria com André Filho.

Bonfíglio de Oliveira faleceria no Rio de Janeiro em 19 de maio de 1940, sendo sepultado no cemitério Municipal de Guaratinguetá. Em sua lápide está escrito: “Com a sua arte atingiu a imortalidade”. 



AGLAÉTH
Polca de Bonfiglio de Oliveira
Gravada por Bonfiglio de Oliveira ao Piston
Acompanhamento de Trombone, Cavaquinho e Violão
Disco Phoenix Record 230, matriz 1393
Lançado em 1913



LILINHA
Valsa de Bonfiglio de Oliveira
Gravada por Bonfiglio de Oliveira ao Piston
Acompanhamento de Trombone, Cavaquinho e Violão
Disco Phoenix Record 230, matriz 1394
Lançado em 1913



NÃO POSSO COMER SEM MOLHO
Maxixe de Bonfiglio de Oliveira e Lamartine Babo
Gravado por Francisco Alves e Gastão Formenti
Acompanhamento da Orquestra Pan American do Cassino Copacabana
Disco Odeon 10.133-A, matriz 1491-I
Lançado em fevereiro de 1928





SONHO BRASILEIRO
Maxixe de Bonfiglio de Oliveira e Lamartine Babo
Gravado por Yolanda Osório
Acompanhamento da Orquestra Brunswick
Disco Brunswick 10.127-A, matriz 543
Lançado em janeiro de 1931



FLAMENGO
Choro de Bonfiglio de Oliveira
Gravado por Bonfiglio de Oliveira ao Piston
Acompanhamento de dois Violões, Cavaquinho e Bateria
Disco Victor 33.494-B, matriz 65262-1
Gravado em 17 de outubro de 1931 e lançado em dezembro de 1931



GLÓRIA
Valsa Canção de Bonfiglio de Oliveira e Branca M. Coelho
Gravada por Gastão Formenti
Acompanhamento de Orquestra
Disco Columbia 22.025-B, matriz 381014-2
Lançado em maio de 1931





RUSSO DO PANDEIRO


RUSSO DO PANDEIRO
Carioca, 1936
Arquivo Nirez



Antônio Cardoso Martins nasceu no Rio de Janeiro, em 29 de janeiro de 1913.

Foi compositor e percussionista.

Também foi compositor, tendo sua obra gravada por nomes como Carmen Miranda, Linda Batista, Carlos Galhardo, entre outros grandes.

Na década de 1940, excursionou pelos EUA ao lado de Carmen Miranda.
Em 1947, atuou no filme Copacabana, ao lado de Carmen Miranda e em Uma Ilha e Você, ao lado de Esther Williams, atuaria ainda em filmes de Dorothy Lamour.

Abandonou a carreira artística nos anos 50, passando a ser funcionário público, porém, sempre era homenageado.

Russo do Pandeiro faleceu no Rio de Janeiro em 16 de maio de 1985.



ESQUECI DE SORRIR
Samba de Russo do Pandeiro
Gravado por Carmen Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob a Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.330-B, matriz 5252
Gravado em 24 de janeiro de 1936 e lançado em fevereiro de 1936



RODA DO SAMBA
Samba de Russo do Pandeiro, Alcides e Raul Marques
Gravado por Castro Barbosa
Acompanhamento do Conjunto Regional RCA Victor
Disco Victor 34.265-A, matriz 80666-1
Gravado em 29 de dezembro de 1937 e lançado em janeiro de 1938



NÃO SEJA DESIGUAL
Samba de Russo do Pandeiro e Peterpan
Gravado por Fernando Alvarez
Acompanhamento de Regional
Disco Victor 34.471-B, matriz 33080-1
Gravado em 31 de maio de 1939 e lançado em agosto de 1939



EM CIMA DA HORA
Samba de Russo do Pandeiro e Walfrido Silva
Gravado por João Petra de Barros
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 34.567-B, matriz 33293-1
Gravado em 23 de novembro de 1939 e lançado em janeiro de 1940



QUEM SABE DA MINHA VIDA SOU EU
Samba de Russo do Pandeiro e Alfeu de Brito
Gravado por Linda Batista
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.814-A, matriz S-52327
Gravado em 13 de agosto de 1941 e lançado em outubro de 1941



BATUQUE NO MORRO
Samba de Russo do Pandeiro e Sá Róris
Gravado por Linda Batista
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.814-B, matriz S-052328
Gravado em 13 de agosto de 1941 e lançado em outubro de 1941















Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...