Páginas

Translate

terça-feira, 23 de outubro de 2018

EFEMÉRIDES DE 23 DE OUTUBRO


A data de hoje, 23 de outubro, marca o falecimento e nascimento dos seguintes artistas: SÁTIRO BILHAR, BENTO MUSSURUNGA E VALDEMAR SILVA.



SÁTIRO BILHAR
92 anos de Saudade

SÁTIRO BILHAR
samba.catracalivre.com.br

Sátiro Lopes de Alcântara Bilhar nasceu no Ceará aproximadamente em 1860.
Era violonista e compositor.
Morando no Rio de Janeiro, trabalhou como funcionário da Estrada de ferro Central do Brasil.
Boêmio, era amigo do cantor Nozinho, sendo uma figura querida e conhecida no meio musical de sua época, ao lado de João Pernambuco, Catullo da Paixão Cearense, Quincas Laranjeiras, entre outros.
Sátiro Bilhar faleceu no Rio de Janeiro em 23 de outubro de 1926.
  

GOSTO DE TI PORQUE GOSTO
Lundu de Sátiro Bilhar e Catullo da Paixão Cearense
Gravada por Mário Pinheiro
Acompanhamento de violão
Disco Victor Record 98.947
Lançado em 1910



GOSTO DE TI (PORQUE GOSTO)
Modinha de Sátiro Bilhar e Catullo da Paixão Cearense
Gravada por Cadete
Disco Odeon Record 108.504
Lançado em 1912




BENTO MOSSURUNGA
48 anos de Saudade

BENTO MOSSURUNGA
http://www.cultura.pr.gov.br

Bento João de Albuquerque Moçurunga nasceu em Castro (PR), em 06 de maio de 1879.
Era compositor, regente, revistógrafos, violinista, pianista e professor.
No Rio de Janeiro passou a trabalhar no teatro de variedades, iniciando sua carreira de regente quando ingressou na companhia do Theatro São José, em 1915.
Teve músicas gravada por Francisco Alves e Cristina Maristany, em 1930.
Sua composição Hino do Paraná, de 1903, tornou-se hino oficial do Estado do Paraná em 1947.
Bento Muçurunga faleceu em Curitiba (PR), em 23 de outubro de 1970.
  

SAUDADE SOMBRIA
Canção de Bento Mossurunga e Silveira Neto
Gravada por Cristina Maristany
Disco Odeon 10.544-A, matriz 3186
Lançado em janeiro de 1930



VEM CÁ NENÉM
Samba Carnavalesco de Bento Mossurunga e Cardoso de Menezes
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.559-A, matriz 3263-1
Lançado em janeiro de 1930




VALDEMAR SILVA
107 Anos

VALDEMAR SILVA
cifrantiga2.blogspot.com

Valdemar Moniz da Silva nasceu no Rio de Janeiro em 23 de outubro de 1911.
Era compositor e ritmista.
Sua primeira obra gravada foi o samba Até dormindo sorriste, em parceria com Getulio Marinho (o Amor), gravado em 1932 por Jayme Vogeler.
Teve suas músicas gravadas também por Carmen Miranda, Patrício Teixeira, Francisco Alves, entre outros grandes nomes.
Valdemar Silva faleceu no Rio de Janeiro em 12 de junho de 1990.


REMO NO MAR
Samba de Valdemar Silva e Alcebíades Barcelos
Gravado por Patrício Teixeira
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.310-B, matriz 5188
Gravado em 22 de novembro de 1935 e lançado em janeiro de 1936



IMPERADOR DO SAMBA
Samba de Valdemar Silva
Gravado por Carmen Miranda
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.482-B, matriz 5574
Gravado em 04 de maio de 1937 e lançado em junho



PERGUNTE À VIZINHA DO LADO
Samba de Valdemar Silva e J. Eloi de Assis
Gravado por Patrício Teixeira
Acompanhamento de Regional
Disco Victor 34.510-A, matriz 33139-1
Gravado em 17 de agosto de 1939 e lançado em novembro



FELICIDADE QUE PASSOU
Samba de Valdemar Silva e Edgard Freitas
Gravado por Edmundo Silva
Acompanhamento do Regional Odeon, sob a direção de Luís Americano
Disco Odeon 12.276-A, matriz 7194
Gravado em 02 de fevereiro de 1943 e lançado em março



SAMBA DA VITÓRIA
Samba de Valdemar Silva e Ari Monteiro
Gravado por Roberto Silva
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Continental 15.569-B, matriz 1339-1
Lançado em dezembro de 1945










Agradecimento ao Arquivo Nirez












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...