quinta-feira, 28 de outubro de 2021

EFEMÉRIDES DE 28 DE OUTUBRO


A data de hoje, 28 de outubro, marca o nascimento e falecimento, dos seguintes artistas: CAPIBA, JUAN DANIEL, NORA NEY e ALBERTINHO FORTUNA.  



CAPIBA
 


Nascido em Surubim (PE), em 28 de outubro de 1904, Lourenço Fonseca Barbosa, o Capiba, faleceu em Recife (PE), em 31 de dezembro de 1997, aos 94 anos de idade.
 
Editou sua primeira composição em 1924, com a valsa Lágrimas de Mãe. Já em 1930, teve seu samba Não quero mais, em parceria com João dos Santos Coelho, gravado por Francisco Alves na Odeon.  
 
Ao longo de sua carreira, Capiba compôs muitas músicas com ritos nordestinos, em especial o frevo. Várias foram gravadas na década de 1930, 1940 e 1950.
 
Saibam mais sobre Capiba: http://bit.ly/2MQYbFf



NÃO QUERO MAIS
Samba da Roedeira
De Lourenço Barbosa (Capiba)
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.561-A, matriz 3261-1
Lançado em janeiro de 1930


 
 É DE AMARGAR
Frevo Canção de Lourenço Barbosa (Capiba)
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento dos Diabos do Céu, sob a direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.752-A, matriz 65915-1
Gravado em 15 de dezembro de 1933 e lançado em janeiro de 1934



VOU CAIR NO FREVO
Frevo Canção de Lourenço Barbosa (Capiba)
Gravado por Almirante
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 33.910-A, matriz 79830-1
Gravado em 30 de janeiro de 1935 e lançado em fevereiro de 1935



MANDA EMBORA ESSA TRISTEZA
Frevo Canção de Lourenço Barbosa (Capiba)
Gravado por Aracy de Almeida
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.019-A, matriz 80068-1
Gravado em 28 de dezembro de 1935 e lançado em 1936



EH UÁ CALUNGA
Maracatu de Lourenço Barbosa (Capiba)
Gravado por Mara da Costa Pereira
Acompanhamento da Orquestra Columbia do Rio de Janeiro
Disco Columbia 8.267-B, matriz 1140
Lançado em fevereiro de 1937

 



 
JUAN DANIEL



JUAN DANIEL
CArioca, 1941
http://memoria.bn.br/


 
Juan Daniel Ferrer nasceu em Barcelona, Espanha, em 20 de fevereiro de 1907, falecendo no Rio de Janeiro, em 28 de outubro de 2008, aos 101 anos de idade.
 
Aos 16 anos, iniciou sua carreira no Teatro de Revista como corista e bailarino. Nessa época, morava em Buenos Aires, Argentina. Esteve no Brasil pela primeira vez em 1929, retornando em 1933, com a Companhia Tró-Ló-Ló de Jardel Jércolis.
 
Juan Daniel casou-se com sua colega, Mary, que atuava ao lado da irmã, Alba. Mary e Juan Daniel foram pai do futuro ator e diretor de televisão, Daniel Filho, e avô da cantora e atriz Carla Daniel.
 
Com uma Bela voz, Juan Daniel cantava em cassinos, fazia shows e gravou vários discos.
 
Também foi ator, participando de várias telenovelas.
 
Saibam mais sobre Juan Daniel: https://bit.ly/3BsefTP
 
 

 FRENESI
Canção de Alberto Dominguez
Gravada por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.004-A, matriz 6638
Gravado em 05 de maio de 1941 e lançado em julho de 1941


 
BRASILENÃ
Valsa de Francisco Célio e Paulo Barbosa
Gravada por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão Tavares e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.004-B, matriz 6639
Gravado em 05 de maio de 1941 e lançado em julho de 1941


 
SOLAMENTE UNA VEZ
Bolero de Agustin Lara
Gravado por Juan Daniel
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.125-B, matriz 6893
Gravado em 07 de janeiro de 1942 e lançado em março de 1942


 
SANTA
Fox Canção de Agustin Lara
Gravado por Juan Daniel
Acompanhamento de Napoleão e Seus Soldados Musicais
Disco Continental 15.306-B, matriz 1071-1
Lançado em abril de 1945


 
QUIEREME MUCHO
Canção de Gonzalo Roig e A. Rodrigues
Gravada por Juan Daniel
Acompanhamento de Bicalho e Seus Cumbancheros
Disco Star 45-A, matriz 45-1
Lançado em 1948
 



 
 
NORA NEY



NORA NEY
Radiolândia, 1954
http://memoria.bn.br/



 
Iracema de Souza Ferreira nasceu no Rio de Janeiro em 20 de março de 1922, e faleceu nesta mesma cidade, em 28 de outubro de 2003, aos 81 anos de idade.
 
Como Nora Ney, foi uma das mais famosas e queridas cantoras da Era de Ouro do Rádio Brasileiro.
 
Começou a cantar no final da década de 1940 em saraus feitos na casa do cantor Dick Farney, em homenagem ao cantor Frank Sinatra. Já no começo da década de 1950, Nora Ney lançou-se como cantora profissional, gravando seu primeiro disco em 1952.
 
Lançou vários sucessos, como Ninguém me Ama, de Fernando Lobo e Antônio Maria; Aves Daninhas, de Lupicínio Rodrigues, e De Cigarro em Cigarro, de Luís Bonfá.
 
Saibam mais sobre Nora Ney: https://bit.ly/3BpFGO6
 


 
 MENINO GRANDE
Samba Acalanto de Antônio Maria
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Cópia e Sua Orquestra
Disco Continental 16.573-A, matriz C-2833
Gravado em 10 de abril de 1952 e lançado em maio/junho de 1952


 
NINGUÉM ME AMA
Samba Canção de Fernando Lobo e Antônio Maria
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Cópia e Sua Orquestra
Disco Continental 16.636-B, matriz C-2913
Gravado em 1952 e lançado em setembro/dezembro de 1952


 
DE CIGARRO EM CIGARRO
Samba de Luís Bonfá
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Cópia e Sua Orquestra
Disco Continental 16.726-A, matriz C-3043
Gravado em 23 de janeiro de 1953 e lançado em março/abril de 1953


 
É TÃO GOSTOSO SEU MOÇO
Samba Choro de Mário Lago e Chocolate
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Vero e Sua Orquestra
Disco Continental 16.787-B, matriz C-3146
Gravado em 12 de junho de 1953 e lançado em julho/agosto de 1953


 
AVES DANINHAS
Samba de Lupicínio Rodrigues
Gravado por Nora Ney
Acompanhamento de Alexandre Gnattali e Sua Orquestra
Disco Continental 16.942-A, matriz C-3318
Gravado em 1954 e lançado em abril de 1954
 





 
ALBERTINHO FORTUNA



ALBERTINHO FORTUNA
Revista do Rádio, 1951
http://memoria.bn.br/


 
Alberto Fortuna Vieira de Azevedo nasceu em Porto, Portugal, em 28 de outubro de 1922, falecendo em Niterói (RJ), em 01 de julho de 1995, aos 72 anos de idade.
 
Antes de completar um ano de idade, sua família foi morar no Rio de Janeiro.
 
Albertinho iniciou sua carreira de cantor ainda criança, sendo um dos garotos prodígios de nossa música popular, recebendo do locutor César ladeira o slogan O Garoto que Vale Ouro.
 
Gravou seu primeiro disco em 1944, participando também do Trio Melodia.
 
Foi um popular cantor ao longo das décadas de 1930, 1940 e 1950, sempre inovando sua carreira e lançando sucessos.
 
 
Saibam mais sobre Albertinho Fortuna: https://bit.ly/3hueWo1
 
 
 
 
 AI QUE SAUDADES DA AMÉLIA
Samba de Ataulfo Alves e Mário Lago
Gravado por Albertinho Fortuna e As Três Marias
Acompanhamento de Zaccarias e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0195-A, matriz S-052869-1
Gravado em 17 de dezembro de 1943 e lançado em agosto de 1944


 
MEU CORAÇÃO TE FALA
Valsa de Pedro Raimundo
Gravada por Albertinho Fortuna e Pedro Raimundo
Acompanhamento de Pedro Raimundo ao Acordeon e Regional de Nelson Miranda
Disco Continental 15.295-A, matriz 1046-1
Gravado em 1945 e lançado em março de 1945

MARCHA DOS GAFANHOTOS
Marcha de Eratóstenes Frazão e Roberto Martins
Gravada por Albertinho Fortuna
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 80-0489-A, matriz S-078631-1
Gravado em 23 de outubro de 1946 e lançado em janeiro de 1947

MADRESELVA (MADRESSILVA)
Tango de Luís C. Amadori, Francisco Canaro e Ghiaroni
Gravado por Albertinho Fortuna
Acompanhamento de Alexandre e Sua Orquestra
Disco Continental 16.642-A, matriz C-2957
Gravado em 21 de agosto de 1952 e lançado em setembro/dezembro de 1952


 
CUESTA ABAJO
Tango de Carlos Gardel e Le Pera, versão de Ghiaroni
Gravado por Albertinho Fortuna
Acompanhamento de Conjunto Típico
Disco Continental 16.996-B, matriz C-3404
Gravado em 08 de junho de 1954 e lançado em junho/julho de 1954


 
 
 










Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...