quinta-feira, 5 de novembro de 2020

ARACY CÔRTES - SAMBAS ODEON 1930

ARACY CÔRTES
A Rainha do Samba
Phono-Arte, nº38, 28 de fevereiro de 1930
Arquivo Nirez


Aracy Côrtes foi uma das grandes damas de nossa música popular. Artista versátil e de raro talento, ela ficou conhecida como Rainha do Teatro de Revista brasileiro devido suas célebres atuações nesse gênero teatral durante as décadas de 1920, 1930 e 1940, lançado músicas de sucesso, como Jura!... (de José Barbosa da Silva, o Sinhô) e Ai, Yoyô (de Henrique Vogeler, Luiz Peixoto e Marques Porto). 

 
Também foi responsável por lançar no cenário artístico compositores do quilate de Noel Rosa, Ary Barroso e Assis Valente, cujas músicas eram cantadas nas revistas da Praça Tiradentes, onde Aracy Côrtes reinava.
 
Ela começou a gravar em 1925, ainda na Casa Edison e no processo mecânico de gravação e, após um hiato de três anos, retorna aos estúdios de gravações já no processo elétrico, em 1928, lançado sucessos como Jura!... e Ai, Yoyô, além de outros títulos.
 
Em 28 de fevereiro de 1930, a revista Phono-Arte nº38, fazia um anúncio de vários discos de Aracy Côrtes gravados pela Odeon. Ela era anunciada como A Rainha do Samba e as músicas eram belos exemplares de seu repertório, vindas dos palcos dos teatros.











 
 
 


 
SAMBA DE SÃO BENEDITO
Samba de Ary Barroso, Marques Porto e Luiz Peixoto
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.553-A, matriz 3277
Lançado em janeiro de 1930


 
JURAMENTO
Samba de Ary Barroso, Marques Porto e Luiz Peixoto
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.553-B, matriz 3276-1
Lançado em janeiro de 1930


 
MEU SENHOR DO BONFIM (SAMBA DA BAHIA)
Samba de Pedro de Sá Pereira e Marques Porto
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 10.526-A, matriz 3146
Lançado em janeiro de 1930
Obs. Lançado em 1930 na revista Banco do Brasil.


 
BEM TE VI SEM VERGONHA
Samba de Freire Júnior e Luiz Iglezias
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento de Orquestra
Disco Odeon 10.526-B, matriz 3137
Lançado em janeiro de 1930
Obs. Lançado em 1929 na revista Às Urnas.
 



EU NÃO PRECISO DE VOCÊ
Samba de Júlio Cristóbal
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.505-A, matriz 3020
Lançado em dezembro de 1929
Obs. Lançado em 1929 na revista Não Adianta Você Chorar.


 
VÁ CUMPRIR O TEU DESTINO
Samba de Ary Barroso
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.505-B, matriz 3055
Lançado em dezembro de 1929


 
PRODUTO NACIONAL (FRUCTA DA TERRA)
Samba de Pedro de Sá Pereira
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.471-A, matriz 2.877
Lançado em outubro de 1929


 
GEMER NO VIOLÃO
Samba de Lamartine Babo
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.471-B, matriz 2.876
Lançado em outubro de 1929
Obs. Lançado em 1929 na revista Comigo é na Madeira. Aracy Côrtes se acompanhava ao violão.


 
A POLÍCIA JÁ FOI LÁ EM CASA
Samba Canção de Olegário Mariano e Júlio Cristóbal
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.426-A, matriz 2656
Lançado em julho de 1929
Obs. Lançado em 1929 na revista Laranja da China.


 
QUEM QUISER VER?!
Samba de Eduardo Souto
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.426-B, matriz 2657
Lançado em julho de 1929
Obs. Lançado no Circo Democrata.














Agradecimento ao Arquivo Nirez









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...