segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022

RECORDANDO O PIANISTA NONÔ (ROMUALDO PEIXOTO)

NONÔ
(ROMUALDO PEIXOTO)
Carioca, 1936
Arquivo Nirez


 
Vamos recordar o excelente pianista NONÔ.
 
Além de se destacar no piano, Nonô foi um inspirado compositor, deixando belas obras em parceria com seus colegas.


Romualdo Peixoto nasceu em Niterói (RJ), em 07 de fevereiro de 1901.
 
Criança precoce, começou a tocar piano muito cedo. Aos nove anos de idade, Nonô já fazia apresentações em público.
 
Já adulto, em 1929, notado pelo maestro J. Thomaz, passou a fazer parte da Orquestra Brunswick, dirigida por Thomaz. Com seu piano, acompanhou a gravação de diversos artistas dessa empresa, como Margarida Max, Laura Suares, Sylvio Vieira, Gastão Formenti e Sílvio Caldas. Também atuaria comopianista do grupo Diabos do Céu.
 
Em 1932, a convite do cantor Mário Reis, passou a fazer parte do grupo Ases do Samba, formado por Mário, Francisco Alves, Noel Rosa e Pery Cunha, que era bandolinista. O grupo fez uma excursão para o Sul do país, com muito sucesso. Nonô e Noel, que gostavam da boemia, eram sempre surpreendidos, momentos antes das apresentações, em cabarés ou botequins, bebendo anisete (licor de anis). Isso, como dizia Mário Reis, não os derrubava, pois, nas apresentações, eles levavam o público ao delírio na execução do samba Gago Apaixonado, de Noel Rosa, cantado por Noel, tendo Nonô ao piano.
 
Atuou no programa Casé, na Rádio Philips.

O locutor César Ladeira o apelidou de Chopin do Samba, já Noel Rosa o chamava de Paderewski do Samba.
 
Fora da vida artística, trabalhava na Secretaria de Viação e Obras Públicas.
 
Ainda em 1932, Nonô gravou seu único disco solo, pela Columbia. O disco trazia os choros de sua autoria Uma Farra em Campo Grande e Eu sou é assim. Neles, podemos apreciar todo o seu talento.
 
Teve suas composições gravadas por Sylvinha Mello, Sílvio Caldas, Sebastião Rufino, Roberto Paiva e Francisco Alves, entre outros.
 
Nonô faleceu em Niterói (RJ), em 13 de novembro de 1954.
 
Era tio dos cantores Cyro Monteiro e Cauby Peixoto, além de Araken Peixoto (pistonista), Andyara Peixoto (cantora) e Moacir Peixoto (pianista), os três últimos irmãos de Cauby.
 

Em 1957, o pianista Fats Elpídio o homenageou com o LP Recordando Nonô. E, em 1966, Vinícius de Moraes o citaria em seu Samba da Bênção, em parceria com Baden Powell.

Carmen Miranda, nos EUA, na década de 1950, homenageou Nonô ao cantar The Old Piano Roll Blues, citando o pianista.


Fon Fon, 1939
http://memoria.bn.br/





RECORTES SOBRE NONÔ



Excelsior, 1930
http://memoria.bn.br/



Radiocultura, 1930
http://memoria.bn.br/



O Malho, 1940
http://memoria.bn.br/



Fon Fon, 1938
http://memoria.bn.br/


O Malho, 1936
http://memoria.bn.br/





O Malho, 1939
http://memoria.bn.br/





GRAVAÇÕES DE NONÔ





Nonô Intérprete


UMA FARRA EM CAMPO GRANDE
Choro de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Columbia 22.111-B, matriz 381200-1
Lançado em abril de 1932


 
EU SOU É ASSIM
Choro de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Columbia 22.111-B, matriz 381201-2
Lançado em abril de 1932




Nonô ao acompanhamento com seu Piano


PARA ME LIVRAR DO MAL
Samba de Noel Rosa e Ismael Silva
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento de Gente Boa
Disco Odeon 10.922-B, matriz 4467
Gravado em 29 de junho de 1932 e lançado em 1932
Obs. Nonô esta ao piano.


 
DESTINO
Canção de Romualdo Peixoto (Nonô) e Luiz Iglezias
Gravada por Francisco Alves
Acompanhamento de Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Odeon 10.932-B, matriz 4515
Gravado em 28 de setembro de 1932 e lançado em 1932


 
ALÔ MOSSORÓ
Samba de Mário Travassos de Araújo
Gravado por Sílvio Caldas e Luiz Barbosa e Seu Chapéu de Palha
Acompanhamento de Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Victor 33.762-A, matriz 65891-2
Gravado em 17 de novembro de 1933 e lançado em março de 1934


 
CHEIO DE SAUDADE
Samba de Mário Travassos de Araújo
Gravado por Sílvio Caldas e Luiz Barbosa e Seu Chapéu de Palha
Acompanhamento de Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Victor 33.762-B, matriz 65892-1
Gravado em 17 de novembro de 1933 e lançado em março de 1934


 
ESQUINA DA VIDA
Samba de Noel Rosa e Francisco Mattoso
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento de Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Columbia 22.242-B, matriz 381532
Lançado em 1934


 
MEU BARRACÃO
Samba de Noel Rosa 
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento de Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Columbia 22.242-B, matriz 381533
Lançado em 1934


 
REMINISCÊNCIA
Valsa de Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano e Francisco Mattoso
Gravada por Francisco Alves
Acompanhamento do Grupo do Canhoto, com Romualdo Peixoto (Nonô) ao Piano
Disco Victor 33.916-B, matriz 79851-2
Gravado em 20 de março de 1935 e lançado em abril de 1935

 
 
 
Nonô Compositor
 
MANGUNGÁ
Choro de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado pelo Conjunto Típico Brasileiro
Disco Brunswick 10.036-B, matriz 128
Lançado em março de 1930


 
É FRUTA
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Sebastião Rufino
Acompanhamento da Orquestra Brunswick
Disco Brunswick 10.114-B, matriz 523
Lançado em dezembro de 1930


 
VIDRO VAZIO
Canção de Romualdo Peixoto (Nonô) e Orestes Barbosa
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 33.656-A, matriz 65561-1
Gravado em 19 de julho de 1932 e lançado em maio de 1933


 
VITÓRIA
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô) e Noel Rosa
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 33.657-A, matriz 65545-2
Gravado em 13 de julho de 1932 e lançado em maio de 1933
Obs. Francisco Alves está no coro.


 
SEI QUE VOU PERDER
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô), Alfredo Lopes Quintas e Noel Rosa
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Turma da Vila
Disco Odeon 11.017-A, matriz 4650
Gravado em 22 de abril de 1933 e lançado em maio/junho de 1933


 
OLGA
Canção de Romualdo Peixoto (Nonô) e Orestes Barbosa
Gravada por Castro Barbosa
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.053-B, matriz 4698
Gravado em 14 de julho de 1933 e lançado em setembro de 1933


 
SÓ POR TI
Samba Canção de Romualdo Peixoto (Nonô) e Alberto Ribeiro
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Copacabana
Disco Odeon 11.068-A, matriz 4727
Gravado em 12 de setembro de 1933 e lançado em novembro de 1933


 
MEU ROSAL
Canção de Romualdo Peixoto (Nonô) e Orestes Barbosa
Gravada por João Petra de Barros
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.155-B, matriz 4720
Gravado em 04 de setembro de 1933 e lançado em outubro de 1934


 
TÃO BOA
Marcha de Romualdo Peixoto (Nonô) e Francisco Mattoso
Gravada por Jayme Vogeler
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.189-A, matriz 4963
Gravado em 07 de dezembro de 1934 e lançado em janeiro de 1935


 
SÓ POR TUA CAUSA
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento dos Diabos do Céu, sob Direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.936-B, matriz 79818-1
Gravado em 25 de julho de 1933 e lançado em junho de 1935


 
PERTO DO CÉU
Samba Canção de Francisco Mattoso e Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Sylvinha Mello
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira, sob Direção de Pixinguinha
Disco Victor 33.956-B, matriz 79859-1
Gravado em 03 de abril de 1935 e lançado em agosto de 1935


 
SOFRI DEMAIS
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento do Grupo da Guarda Velha, sob Direção de Pixinguinha
Disco Victor 34.000-A, matriz 65590-1
Gravado em 03 de novembro de 1932 e lançado em dezembro de 1935


 
VAI-TE EMBORA
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô) e Francisco Mattoso
Gravado por Mário Reis
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.307-B, matriz 5201
Gravado em 03 de dezembro de 1935 e lançado em janeiro de 1936


 
CIGANA
Valsa de Romualdo Peixoto (Nonô) e Paulo Roberto
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.497-A, matriz 5550
Gravado em 19 de março de 1937 e lançado em agosto de 1937


 
JARDIM DE FLORES RARAS
Valsa de Romualdo Peixoto (Nonô) e Francisco Mattoso
Gravada por Roberto Paiva
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.655-B, matriz 5913
Gravado em 02 de setembro de 1938 e lançado em outubro de 1938


 
CIGANA
Valsa de Romualdo Peixoto (Nonô) e Paulo Roberto
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 13.166-A, matriz 5550
Gravado em 19 de março de 1937 e lançado em setembro de 1951


 
UMA FARRA EM CAMPO GRANDE
Choro de Romualdo Peixoto (Nonô)
Gravado por Carolina Cardoso de Menezes
Acompanhamento de Ritmo
Disco Odeon 13.611-A, matriz 9938
Gravado em 20 de outubro de 1953 e lançado em março de 1954


 
VITÓRIA
Samba de Romualdo Peixoto (Nonô) e Noel Rosa
Gravado por Aracy de Almeida
Acompanhamento de Orquestra
Disco Polydor 272-A, matriz POL. 3139
Gravado em 05 de fevereiro de 1958 e lançado em 1958














Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...