domingo, 11 de abril de 2021

RELEMBRANDO O COMPOSITOR EVALDO RUI

EVALDO RUI
A Cigarra (SP), 1954
http://memoria.bn.br/



O compositor e radialista EVALDO RUI se destacou durante a década de 1930 e, principalmente, ao longo da década de 1940. Sua carreira e vida seriam precocemente interrompidas na primeira metade dos anos 50. 


Evaldo Rui Barbosa nasceu no Rio de Janeiro em 09 de abril de 1913. Era irmão do também compositor e radialista Haroldo Barbosa. Sua avó foi porta estandarte no célebre Rancho Ameno Resedá, do começo do século XX, e que fora frequentado desde a infância por sua mãe, Maria Isabel Barbosa. 

No começo da década de 1930, Evaldo Rui (Evaldo Ruy na grafia original) passou a trabalhar como contra-regra na Rádio Philips ao lado de seu irmão, Haroldo Barbosa, trabalhando nos programas Casé e Horas do Outro Mundo. Ainda trabalharia como locutor esportivo. Atuou nas rádios Educadora (depois Tamoio), Guanabara, Nacional, chegando a ser chefe da discoteca, e Mauá, onde passou a ser diretor artístico, tendo criado os programas O Rio de Janeiro que eu não vi e Álbuns de Melodias. Ainda na Rádio Mauá, descobriu os cantores Roberto Silva e Sílvio Barbosa, ajudando também a projetar a cantora Elizeth Cardoso. Nessa mesma rádio, organizou um conjunto regional que fez muito êxito, contando com a participação de Altamiro Carrilho, Pinguim e César Fernandes. 

Evaldo Rui teve sua primeira composição gravada na Victor em 1934. E, logo de início, conseguiu reunir na gravação os dois maiores intérpretes da época, Carmen Miranda e Francisco Alves, que gravaram seu samba Ninho Deserto. 

Ao longo de sua carreira, compôs sozinho ou com parceiros, cujo mais constante foi Custódio Mesquita. Juntos compuseram clássicos como Como os Rios que correm pro Mar, bonito samba que faz alusão aos olhos verdes da amada(o). Lançado no Teatro de Revista pela belíssima atriz-cantora Zaíra Cavalcanti (que tinha olhos verdes), foi gravado por Sílvio Caldas. 

Pelas décadas de 30, 40 e 50, Evaldo Rui foi gravado pelos grandes intérpretes de nossa música popular. 

Também trabalhou na Light. 

Segundo o site Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, Evaldo Rui foi namorado de Elizeth Cardoso quando ela iniciava carreira como cantora, “seu grande amor”. 

Evaldo Rui cometeu suicídio em 04 de agosto de 1954, aos 41 anos de idade, deixando um dramático bilhete para Elizeth Cardoso. 

 

Em homenagem a esse grande compositor, trago algumas de suas músicas interpretadas por nomes como Francisco Alves e Sílvio Caldas, em gravações que datam de 1934 a 1946. 



NINHO DESERTO
Samba de Evaldo Rui
Gravado por Francisco Alves e Carmen Miranda
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 33.827-B, matriz 79677-1
Gravado em 10 de setembro de 1934 e lançado em outubro de 1934


 
A MARIA TEM
Sambinha de Manuel Araújo e Evaldo Rui
Gravado por Manezinho Araújo
Acompanhamento dos Boêmios da Cidade
Disco Odeon 12.171-A, matriz 6691
Gravado em 16 de junho de 1941 e lançado em julho de 1942


 
EU QUERO UMA MULHER
Samba de Rubens Soares e Evaldo Rui
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento de Fon Fon e Sua Orquestra
Disco Odeon 12.085-B, matriz 6833
Gravado em 05 de novembro de 1941 e lançado em janeiro de 1942


 
PARA QUE VIVER?
Bolero de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Carlos Roberto
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0088-A, matriz S-052752-1
Gravado em 14 de abril de 1943 e lançado em junho de 1943


 
PROMESSA
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0118-A, matriz S-052808-1
Gravado em 06 de agosto de 1943 e lançado em outubro de 1943


 
É INÚTIL MENTIR
Marcha de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0127-A, matriz S-052830-1
Gravado em 10 de setembro de 1943 e lançado em novembro de 1943


 
O SAMBA DE BEATRIZ
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0127-B, matriz S-052831-1
Gravado em 10 de setembro de 1943 e lançado em novembro de 1943

 
 
ADIVINHE CORAÇÃO
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Isaura Garcia
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto
Disco Victor 80-0165-B, matriz S-052919-1
Gravado em 18 de dezembro de 1943 e lançado em fevereiro de 1944


 
PRETINHO
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Isaura Garcia
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 80-0178-A, matriz S-052916-1
Gravado em 22 de dezembro de 1943 e lançado em julho de 1944


 
ROSA DE MAIO
Fox de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Carlos Galhardo
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0175-A, matriz S-052932-1
Gravado em 18 de fevereiro de 1944 e lançado em abril de 1944


 
GIRA GIRA GIRA
Valsa de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravada por Carlos Galhardo
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0175-B, matriz S-052933-1
Gravado em 18 de fevereiro de 1944 e lançado em abril de 1944


 
COMO OS RIOS QUE CORREM PRO MAR
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0176-A, matriz S-052934-1
Gravado em 10 de março de 1944 e lançado em abril de 1944


 
VALSA DO MEU SUBÚRBIO
Valsa de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravada por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0176-B, matriz S-052935-1
Gravado em 10 de março de 1944 e lançado em abril de 1944


 
NOSSA COMÉDIA
Fox de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Nelson Gonçalves
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 80-0194-A, matriz S-052962-1
Gravado em 12 de maio de 1944 e lançado em julho de 1944


 
NOTURNO EM TEMPO DE SAMBA
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Custódio Mesquita e Sua Orquestra
Disco Victor 80-0200-B, matriz S-052973-1
Gravado em 07 de junho de 1944 e lançado em agosto de 1944


 
VALSINHA DO TURI TURÉ
Valsa de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravada por Linda Batista
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 80-0216-A, matriz S-078026-1
Gravado em 28 de julho de 1944 e lançado em abril de 1944


 
OLHA O JEITO DESSE NEGRO
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Linda Batista
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 80-0216-B, matriz S-078027-1
Gravado em 28 de julho de 1944 e lançado em abril de 1944


 
SIM OU NÃO
Fox de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Sílvio Caldas
Acompanhamento de Orquestra, sob Direção de Guerra Peixe
Disco Victor 80-0269-B, matriz S-078131-1
Gravado em 08 de fevereiro de 1945 e lançado em abril de 1945


 
SEMPRE JUNTOS
Fox de De Sylva, Brown e Henderson, em versão de Evaldo Rui
Gravado por Nelson Gonçalves
Acompanhamento de Conjunto
Disco Victor 80-0275-B, matriz S-078145-1
Gravado em 27 de março de 1945 e lançado em maio de 1945


 
QUERO ESQUECER
Samba de Herivelto Martins e Evaldo Rui
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento de Abel e Lionel com Claudionor Cruz e Seu Conjunto
Disco Odeon 12.673-A, matriz 7969
Gravado em 18 de dezembro de 1945 e lançado em fevereiro de 1946


 
VIVA O SAMBA
Samba de Custódio Mesquita e Evaldo Rui
Gravado por Linda Batista
Acompanhamento de Regional
Disco Victor 80-0428-A, matriz S-078515-1
Gravado em 09 de maio de 1946 e lançado em agosto de 1946














Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...