terça-feira, 3 de agosto de 2021

RELEMBRANDO O CANTOR VASSOURINHA

VASSOURINHA
“Vassourinha, revelação do ‘broadcasting’ paulista, no qual se tem apresentado como cantor de sambas e marchas. Artista precoce, menino ainda, já tem prestigio e popularidade entre os ‘fans’ do radio”
Carioca, 07 de dezembro de 1935, nº07
Arquivo Nirez






Há 79 anos falecia o cantor VASSOURINHA. Vamos relembrar sua vida e carreira.


Mário Ramos de Oliveira nasceu em São Paulo, em 16 de maio de 1923. Era filho de Teresa D. Assunção e Paulo Almeida Ramos.

O jovem Mário Ramos, por volta de 1934, trabalhava como contínuo na Rádio Record de São Paulo. Por possuir uma bela voz, em 1935 teve uma oportunidade para cantar na rádio. O sucesso foi imediato e ele passou a trabalhar de dia como contínuo e à noite, como cantor.

Adotou o nome artístico de Vassourinha por alusão ao seu trabalho como contínuo.

Ainda em 1935, aos 12 anos de idade, Vassourinha atuou no filme Fazendo Fita, de Vittorio Capellaro, atuando com sucesso na Rádio Record e sendo capa da revista Carioca, edição de número 07, lançada em 07 de dezembro de 1935.


Correio Paulistano, 08 de dezembro de 1935, p.10


Carioca, 1936
http://memoria.bn.br/


Revista da Semana, 1936
http://memoria.bn.br/


Revista da Semana, 1936
http://memoria.bn.br/

Nessa época, formou dupla com a cantora iniciante Isaura Garcia, apresentando-se em shows e circos.

Em 1938, atuou no interior de São Paulo ao lado de Carmen Miranda, Aurora Miranda, Sílvio Caldas e Almirante.



ISAURA GARCIA
"Ao meu queridinho colega Vassourinha
offerece uma lembrança
Sua sempre amiga
Isaura Garcia
SP, 9.8.40"

Foto autografada por Isaurinha Garcia com dedicatória para Vassourinha datada de 19/08/1940 (São Paulo).
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/





Carioca, 1938
Arquivo Nirez



Indo vez ou outra atuar nas rádios cariocas, em 1941 se transferiu para o Rio de Janeiro, gravando seu primeiro disco nesse mesmo ano, pela Columbia. O disco trazia os choros Seu Libório, de João de Barro e Alberto Ribeiro, que Luiz Barbosa (então, falecido) lançou no filme Alô, Alô Carnaval, em 1936; do outro lado, estava Juracy, de Antônio Almeida e Ciro de Souza.


Carioca, 1938
Arquivo Nirez


Mesmo gravando pouco (12 músicas pela Columbia), Vassourinha deixou preciosos registros musicais que fizeram sucesso perante o público. Podemos citar ainda Emília, samba de Haroldo Lobo e Wilson Batista; Ela vai à Feira, samba de Roberto Roberti e Almanir Grego e Olga, samba de Alberto Ribeiro e Raimundo Sátiro de Melo.


Carioca, 1941
http://memoria.bn.br/



Carioca, 1941
http://memoria.bn.br/


Carioca, 1942
http://memoria.bn.br/



Fon Fon, 1942
http://memoria.bn.br/


Em 1942, Vassourinha estava no auge do sucesso com apenas 19 anos de idade. Atuava no rádio, shows, cassinos, já havia atuado no cinema e gravava discos cujas músicas fazia sucesso. Todo esse êxito seria interrompido em 03 de agosto de 1942, quando ele faleceu em São Paulo. Algumas fontes dão como causa de sua morte, tuberculose. Já ouvi, por outras fontes, que havia sido uma doença em seus ossos.


Carioca, 1942
http://memoria.bn.br/


Correio da Manhã, 05 de agosto de 1942, p.09
http://memoria.bn.br/



Correio Paulistano, 04 de agosto de 1942, p.02
http://memoria.bn.br/


Diário de Notícias, 06 de agosto de 1942, p.09
http://memoria.bn.br/


Correio-Paulistano, 09 de agosto de 1942, p.15
http://memoria.bn.br/



Com uma vida e carreira meteórica, Vassourinha deixou um importante trabalho em nossa música popular, entrando para a história de nossa cultura musical como um de nossos melhores sambistas.

Em 2003, ele seria homenageado na peça Isaura Garcia – A Personalíssima, estreada em São Paulo, que contava a vida da cantora Isaura Garcia. Na peça, era mostrado a importância de Vassourinha na radiofonia paulistana e a ajuda que ele forneceu à Isaura Garcia quando ela começava sua carreira.


Carioca, 1941
http://memoria.bn.br/





FOTOGRAFIAS DE VASSOURINHA



Vassourinha
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Em pé, da esq. para a dir.: Aloysio de Oliveira, Carmen Miranda, Almirante, Aurora Miranda e Vadeco. Embaixo: Affonso Ozorio, Vassourinha, Stenio Ozorio e Ivo Astolfi.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS)
https://acervos.ims.com.br/



Vassourinha (ao centro) entre músicos não identificados.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/






"Ao Vassourinha, garotinho formidavel.
Offerecem esta lembrança as Mirandinhas.
Rio, 11/5/1936.

As irmãs Carmen (à esquerda) e Aurora Miranda. Foto autografada pelas “Mirandinhas” com dedicatória para Vassourinha, “garotinho formidável”, datada de 11/05/1936 (Rio de Janeiro).
Vassourinha (ao centro) entre músicos não identificados.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Vassourinha (ao centro) entre pessoas não identificadas.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Vassourinha ao microfone, batucando no chapéu de palheta, entre músicos não identificados.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Vassourinha (à frente) e pessoas não identificadas (ao fundo). Dezembro de 1935.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Vassourinha (ao centro) entre garotos não identificados.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/





Vassourinha e Carmen Miranda, 1938/1939.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Vassourinha ao microfone da Rádio Nacional do Rio de Janeiro.
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/




Ary Barroso (?), Francisco Alves (o segundo da esquerda para a direita), Marília Batista (?) e Vassourinha (o primeiro à direita).
Coleção José Ramos Tinhorão (IMS) 
 https://acervos.ims.com.br/







RECORTES SOBRE VASSOURINHA




Coluna Carnaval do jornal Correio Paulistano.
Sábado, 08 de fevereiro de 1936.
http://memoria.bn.br


Aos 14 anos, destaque no Correio Paulistano.
Sábado, 23 de setembro de 1937.
http://memoria.bn.br


Destaque ao lado da grande cantora Aracy Côrtes.
Vassourinha, aos 12 anos, já estava entre os maiores de nossa música.
Correio Paulistano, sexta-feira, 09 de outubro de 1936.
http://memoria.bn.br


Correio Paulistano, terça-feira, 12 de janeiro de 1937.
http://memoria.bn.br


Encontro de bambas.
Correio Paulistano, quarta-feira, 27 de janeiro de 1937.
http://memoria.bn.br




Aos 17 anos, Vassourinha é um dos destaques do Cassino Atlântico,
no Rio de Janeiro, ao lado de grandes artistas.
Diário da Noite, 04 de janeiro de 1940.
http://memoria.bn.br






GRAVAÇÕES DE VASSOURINHA



Em sua homenagem, trago suas gravações realizadas na Columbia entre 1941 e 1942. De nossos melhores sambistas, embora com uma breve vida.



SEU LIBÓRIO
Choro de João de Barro e Alberto Ribeiro
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.295-A, matriz 441-2
Gravado em 23 de junho de 1941 e lançado em agosto de 1941
Obs. Lançado pelo cantor Luiz Barbosa, como samba, no filme Alô, Alô Carnaval, em 1936. Luiz Barbosa se acompanhava com seu chapéu de palha.



JURACY
Samba de Antônio Almeida e Ciro de Souza
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.295-B, matriz 442-1
Gravado em 23 de junho de 1941 e lançado em agosto de 1941



EMÍLIA
Samba de Haroldo Lobo e Wilson Batista
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.302-A, matriz 443-2
Gravado em 1941 e lançado em outubro de 1941



ELA VAI A FEIRA
Samba de Roberto Roberti e Almanir Grego
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento do Conjunto Regional de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.302-B, matriz 444-1
Gravado em 1941 e lançado em outubro de 1941



CHIK CHIK BUM
Samba de Antônio Almeida
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento de Chiquinho e Seu Ritmo
Disco Columbia 55.308-A, matriz 474-2
Gravado em 1941 e lançado em dezembro de 1941



APAGA A VELA
Marcha de João de Barro
Gravada por Vassourinha
Acompanhamento de Chiquinho e Seu Ritmo
Disco Columbia 55.308-B, matriz 475-2
Gravado em 1941 e lançado em dezembro de 1941



OLGA
Samba de Alberto Ribeiro e Raimundo Sátiro de Melo
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento de Chiquinho e Seu Ritmo
Disco Columbia 55.309-A, matriz 476-2
Gravado em 1941 e lançado em dezembro de 1941



TÁ GOSTOSO
Marcha de Alberto Ribeiro e Antônio Almeida
Gravada por Vassourinha
Acompanhamento de Chiquinho e Seu Ritmo
Disco Columbia 55.309-B, matriz 477-1
Gravado em 1941 e lançado em dezembro de 1941



E O JUIZ APITOU
Samba de Antônio Almeida e J. Batista
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Columbia 55.343-A, matriz 515
Gravado em 15 de maio de 1942 e lançado em maio de 1942



AMANHÃ EU VOLTO
Samba de Antônio Almeida e Roberto Martins
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Columbia 55.343-B, matriz 523
Gravado em 27 de abril de 1942 e lançado em maio de 1942



AMANHÃ TEM BAILE
Samba de Haroldo Lobo e Milton de Oliveira
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento do Conjunto de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.346-A, matriz 517-1
Gravado em 12 de maio de 1942 e lançado em junho de 1942



VOLTA PRA CASA EMÍLIA
Samba de Antônio Almeida e J. Batista
Gravado por Vassourinha
Acompanhamento do Conjunto de Benedito Lacerda
Disco Columbia 55.346-B, matriz 514-1
Gravado em 12 de maio de 1942 e lançado em junho de 1942














Agradecimento ao Arquivo Nirez










2 comentários:

  1. Sinceramente não o conhecia! Mais um imortal na história de nossa música! Obrigada por nos presentear com tão lindas memórias.

    ResponderExcluir
  2. Maravilha !!! Eu não sabia que tinha partido tão cedo, pena.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...