Translate

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

RELEMBRANDO O VIOLONISTA PEREIRA FILHO - 33 ANOS DE SAUDADE

PEREIRA FILHO
Carioca, 1937
Arquivo Nirez



Há 33 anos falecia o compositor e violonista PEREIRA FILHO.

João Pereira Filho nasceu no Rio de Janeiro em 22 de setembro de 1914. Era filho do professor de violão e autor de um método para instrumentos de cordas, João Pereira.

Pereira Filho também tocava cavaquinho e bandolim, tendo começado a aprender o primeiro instrumento citado com quatro anos. Antes de aprender a ler, já tinha aulas de bandolim com seu pai. Ainda criança, ele organizava conjuntos com colegas do curso primário, animando festinhas. Ele se dedicaria mais ao violão ao longo de sua carreira, especializando-se no instrumento.

Aos 13 anos, Pereira Filho participou de um festival promovido pelo Instituto Nacional de Música.

Compôs a primeira música, um solo para violão, intitulada Variações sobre Cateretê, em 1929. Passou a integrar a Orquestra de Napoleão Tavares em 1930. Depois, em 1932, fez parte da Orquestra de Ioiô, onde ficou por oito anos.

Seu primeiro disco na Victor foi lançado em 1933, com solos de seu violão, trazendo de sua autoria a dança Jongo Africano e a valsa Áurea.
Sua composição Variações sobre Cateretê seria gravada em 1933 na Victor, porém, sendo lançada somente em 1936.

Teve duas músicas gravadas por outros artistas, como o fado Pra te Amar, gravado na Odeon em 1931 por Isalina Seramota, e o samba canção em parceria com Mário Morais, Tua Partida, gravado em 1937, na Victor, por Francisco Alves.

Pereira Filho acompanharia, com seu violão elétrico e seu próprio conjunto (criado em 1941), a cantora Dircinha Batista e o cantor Déo na valsa Continuas em meu Coração, registrada por eles na Continental em 1944. Nesse mesmo ano e na mesma gravadora, ele acompanharia novamente Déo no choro Cochichando.

Ao longo dos anos 40 e 50, Pereira Filho gravou choros, baião, dobrado, boleros, entre outros ritmos. Trabalharia também como solista e diretor de orquestras e conjuntos regionais, atuando em várias emissoras de rádio e televisão do Rio de Janeiro, como a Rádio nacional, Rádio Mayrink Veiga, Tv Tupi, TV Excelsior e TV Globo.


“João Pereira Filho nasceu em 22 de setembro de 1914, no Districto Federal. Seu pae, o professor João Pereira, um dos grandes artistas do violão, desde cêdo ensinou João a arte na qual elle hoje é um dos melhores do Rio. Pereira Filho ha muitos annos figura nas nossas estações de radio e hoje é artista exclusivo da Radio Nacional. Além de violonista é brilhante compositor, tendo em sua bagagem varias valsas de sucesso. Tem olhos e cabellos pretos, 1m. 70 de altura e pesa 75 kilos. É solteiro”.
Carioca, 1937
Arquivo Nirez



Pereira Filho faleceu no Rio de Janeiro em 12 de dezembro de 1986, aos 72 anos de idade.


  
Pereira Filho Compositor


PRA TE AMAR
Fado de Pereira Filho
Gravado por Isalinda Seramota
Disco Odeon 10.792-A, matriz 4173
Gravado em 07 de março de 1931 e lançado em 1931



TUA PARTIDA
Samba Canção de Pereira Filho e Mário Morais
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 34.182-A, matriz 80326-1
Gravado em 11 de março de 1937 e lançado em julho de 1937



Pereira Filho Compositor e Intérprete


JONGO AFRICANO
Dança de Negro da autoria de Pereira Filho
Gravada por Pereira Filho ao Violão
Disco Victor 33.686-A, matriz 65744-1
Gravado em 22 de maio de 1933 e lançado em agosto de 1933



ÁUREA
Valsa de Pereira Filho
Gravada por Pereira Filho ao Violão
Disco Victor 33.686-B, matriz 65742-1
Gravado em 22 de maio de 1933 e lançado em agosto de 1933



VARIAÇÕES SOBRE CATERETÊ
De Pereira Filho
Gravada por Pereira Filho ao Violão
Disco Victor 34.049-B, matriz 65743-1
Gravado em 22 de maio de 1933 e lançado em abril de 1936



EDINHO NO CHORO
Choro de Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão Elétrico
Disco Continental 15.337-A, matriz 1106-1
Gravado em 27 de abril de 1945 e lançado em maio de 1945



CONVERSA FIADA
Baião de Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão
Disco Continental 16.734-A, matriz C-3033
Gravado em 14 de janeiro de 1953 e lançado em maio/junho de 1953



SERENATA HAVAIANA
Bolero de Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão
Disco Continental 16.734-B, matriz C-3039
Gravado em 16 de janeiro de 1953 e lançado em maio/junho de 1953



GAROA
Bolero de Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão
Acompanhamento de Seu Conjunto
Disco Continental 16.870-A, matriz C-3225
Gravado em 23 de setembro de 1953 e lançado em novembro/dezembro de 1953



BORBA GATO
Dobrado de Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão
Acompanhamento de Seu Conjunto
Disco Continental 16.870-B, matriz C-3226
Gravado em 23 de setembro de 1953 e lançado em novembro/dezembro de 1953



CONVERSA FIADA
Choro de Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão
Acompanhamento de Conjunto
Disco Todamérica TA-5.864-A, matriz TA-100242
Gravado em 06 de outubro de 1959 e lançado em 1959



NOITES SEM RUMO
Bolero de
Pereira Filho
Gravado por Pereira Filho ao Violão
Acompanhamento de Conjunto
Disco Todamérica TA-5.864-B, matriz TA-100243
Gravado em 06 de outubro de 1959 e lançado em 1959











Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...