domingo, 27 de dezembro de 2020

EFEMÉRIDES DE 27 DE DEZEMBRO: DE CHOCOLAT, LEONEL FARIA, SPARTACO ROSSI E VERDI DE CARVALHO

 



A data de hoje, 27 de dezembro, marca o nascimento ou falecimento dos seguintes artistas: DE CHOCOLAT, LEONEL FARIA, SPARTACO ROSSI e VERDI DE CARVALHO.



DE CHOCOLAT

DE CHOCOLAT
Revista Vida Nocturna, 1925
http://memoria.bn.br/


Nascido João Cândido Ferreira em Salvador (BA), a 18 de maio de 1887, ficou conhecido por dois pseudônimos. O primeiro, Jocanfer, no início de sua carreira, e De Chocolat, depois de uma temporada em Paris. O público francês lhe conferiu esse apelido por ele ser negro. Ao voltar ao Brasil, adotou esse pseudônimo.

Em 1926, fundou a Companhia Negra de Revistas, convidando Jaime Silva (único branco) para sócio.

De Chocolat compôs músicas que seriam gravadas, entre elas se destaca Baianinha, sucesso em disco com Aracy Côrtes, mas, também gravada pela soprano Laís Areda. Também compôs o samba Mulata, que Francisco Alves gravou.

Faleceu há 61 anos, em 27 de dezembro de 1956, no Rio de Janeiro.



BAIANINHA
Samba em parceria com Oscar Mota
Gravado por Aracy Côrtes
Acompanhamento da Orquestra Parlophon
Disco Parlophon 12.926-B, matriz 2365
Lançado em março de 1929



MISS BRASIL
Canção de De Chocolat e Ernesto dos Santos (Donga)
Gravada por Alfredo Albuquerque
Acompanhamento da Rio Dance Orquestra
Disco Odeon 10.348-A, matriz 2357
Lançado em março de 1929



BAIANINHA
Maxixe de De Chocolat e Oscar Mota
Gravado por Laís Areda
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.355-A, matriz 2404
Gravado em 27 de fevereiro de 1929 e lançado em abril de 1929



MULATA
Samba
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Pan American
Disco Odeon 10.472-B, matriz 2.870
Lançado em outubro de 1929



BOA NOITE QUERIDA
Fox Trot de Ray Noble, em versão de De Chocolat
Gravado por Castro Barbosa
Acompanhamento de Harry Korsarin e Seus Almirantes
Disco Victor 33.563-A, matriz 65439-5
Gravado em 10 de maio de 1932 e lançado em junho de 1932





LEONEL FARIA

LEONEL FARIA
http://memoria.bn.br


Leonel Faria era cantor e compositor e chamava-se Leonel Neves de Faria, nascido no Rio de Janeiro em 15 de janeiro de 1908 e falecendo nessa mesma cidade, em 27 de dezembro de 1935, há 82 anos.

Gravou seu primeiro disco em 1931, com os sambas de Ary Barroso, Maria e Cavanhaque. Gravou dezenas de músicas na Odeon, Parlophon e Columbia.


MARIA
Samba Carnavalesco de Ary Barroso
Gravado por Leonel Faria
Acompanhamento de Simão e Sua Columbia Orquestra
Disco Columbia 22.000-B, matriz 380943-1
Lançado em janeiro de 1931



CAVANHAQUE
Marcha Carnavalesca de Ary Barroso
Gravada por Leonel Faria
Acompanhamento de Simão e Sua Columbia Orquestra
Disco Columbia 22.000-B, matriz 380944-1
Lançado em janeiro de 1931



AMIZADE
Samba de Edgard Cardoso
Gravado por Leonel Faria
Acompanhamento de Simão Nacional e sua Orquestra Columbia
Disco Columbia 22.009-B, matriz 380965
Lançado em janeiro de 1931



EU SOU GOZADO ASSIM...
Samba
Gravado por Leonel Faria
Acompanhamento de Simão e Sua Columbia Orquestra
Disco Columbia 22.004-B, matriz 380955-2
Lançado em janeiro de 1931



EU JURO
Marcha de Plínio de Brito
Gravada por Leonel Faria
Acompanhamento de Simão e Sua Columbia Orquestra
Disco Columbia 22.007-B, matriz 380957
Lançado em janeiro de 1931




SPARTACO ROSSI

SPARTACO ROSSI
http://memoria.bn.br


O maestro Spartaco Rossi nasceu por volta de 1910, em São Paulo. Nessa mesma cidade, há 24 anos, ele falecia, em 27 de dezembro de 1993.

Atuando no rádio e no disco, uma de suas mais famosas composições foi a Canção do Expedicionário, com letra do poeta Guilherme de Almeida, que ele musicou, sendo gravada em 1944 por Francisco Alves. A música homenageava os soldados brasileiros que lutavam na Europa, durante a Segunda Guerra Mundial.


CANÇÃO DO EXPEDICIONÁRIO
Marcha Canção de Spartaco Rossi e Guilherme de Almeida
Gravada por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob a direção de Fon Fon
Disco Odeon 12.504-A, matriz 7646
Gravado em 08 de setembro de 1944 e lançado em outubro





VERDI DE CARVALHO

Alfredo Gentil Verdi de Carvalho nasceu em São Luís (MA), em 27 de dezembro de 1885, há 132 anos, e falecendo no Rio de Janeiro, em 13 de julho de 1937.

Era maestro, compositor, regente e letrista.
Entre suas composições, está Como é belo amar, gravada por Vicente Celestino em 1925.


COMO É BELO AMAR
Canção de Verdi de Carvalho
Gravada por Vicente Celestino
Disco Odeon Record 122.792
Lançado em 1925

















Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...