quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

RELEMBRANDO A CANTORA ALZIRINHA CAMARGO - 105 ANOS

 
ALZIRINHA CAMARGO
http://burlyqnell.tumblr.com




Há 105 anos nascia a cantora ALZIRINHA CAMARGO.


Alzira de Camargo nasceu em São Paulo, no bairro do Brás, em 10 de dezembro de 1915.
Foi criada por seus padrinhos em Itapetininga (SP), onde se formou professora da Escola Normal.
 
Não chegou a lecionar, pois, o rádio a encantou. Com 17 anos, em 13 de junho de 1933, estreou na Rádio Record de São Paulo.

Na edição de nº 04, de 02 de dezembro de 1933, a revista O Cruzeiro publicou a partitura da marcha Boas Festas, de Assis Valente, destacando que tanto o autor quanto os editores dedicavam a música "à brilhante Alzirinha Camargo".


O Cruzeiro, 1933
http://memoria.bn.br/

 
Após firmar carreira em algumas rádios paulistanas, Alzirinha foi levada por Silvia Autuori (conhecida por Tia Chiquinha) para o Rio de Janeiro, em novembro de 1935. Lá, apresentou-se na Rádio Cruzeiro do Sul, fazendo logo sucesso.
 
Jovem, bonita e talentosa, Alzirinha logo seria convidada a participar do cinema, estreando em Fazendo Fita (1935), comédia musical dirigida por Vittorio Capellaro. 
 
Em 1936, gravou seu primeiro disco na Victor com as músicas: Cinquenta por Cento (50%), marcha de Lamartine Babo; e Você vai se arrepender, samba de Germando Augusto, Kid Pepe e Alberto Fabel. Nesse mesmo ano, foi contratada para cantar em uma cadeia de cassinos espalhada por todo o país.
 
Apareceu vibrante no filme Alô, Alô Carnaval (1936), com direção de Adhemar Gonzaga, cantando Cinquenta por Cento.  Em 1937, Raul Roulien a dirigiu em O Grito da MocidadeEm 1954 apareceria no filme português Agora é que são elas, dirigido por José César de Sá e Fernando Garcia.


Alzirinha Camargo em Alô, Alô Carnaval, 1936
Carioca, 1936
Arquivo Nirez



Alzirinha Camargo em Alô, Alô Carnaval, 1936


 
Quando excursionou em Buenos Aires, em 1936, Benedito Lacerda compôs para ela a marcha Meu Buenos Aires Querido e, com Herivelto Martins, o samba Ritmo do Coração. Os argentinos adoraram.
 
Com sucesso nas rádios, cassinos e discos, Alzirinha Camargo partiu para os EUA em 1940, quase a mesma época que Carmen Miranda. Ficou até 1949, apresentando-se ao lado do esposo, o maestro peruano Ciro Rimac.
 
Entre 1950 a 1953, percorreu a Espanha e Portugal, apresentando-se no Cassino Estoril. Regressou ao Brasil em novembro de 1953, sendo contratada pela Rádio Nacional para fazer o programa Gente que brilha, de Paulo Roberto.
 
Nos anos seguintes, ela atuaria ocasionalmente em rádios e televisão, e também gravaria algumas músicas na Polydor.
 
Em 1964, abandonou a vida artística e tornou-se funcionária pública do INSS, no Rio de Janeiro. 

Quando se aposentou foi morar em Santos (SP), onde faleceu em 09 de dezembro de 1982, um dia antes de seu 67º aniversário.


ALZIRINHA CAMARGO
Revista Carioca, 1936
Arquivo Nirez




RECORTES SOBRE ALZIRINHA CAMARGO


Alzirinha Camargo
Carioca, 1935
Arquivo Nirez




Alzirinha Camargo
Carioca, 1935
Arquivo Nirez




O Malho, 1936
http://memoria.bn.br



Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1935
http://memoria.bn.br/



Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1935
http://memoria.bn.br/



Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1935
http://memoria.bn.br/




Alzirinha Camargo (de vestido preto) e Yvette Canejo (de vestido branco) aos saxofones
com o Conjunto Regional de Benedito Lacerda
O Cruzeiro, 1935
http://memoria.bn.br/




Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/




Alzirinha Camargo, ao centro, na Rádio Tupi.
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/




Alzirinha Camargo, 1936.
Revista Cinearte.
http://www.bjksdigital.museusegall.org.br/




Alzirinha Camargo
Walkyrias, 1937
http://memoria.bn.br/




Cineminha do Hotel Meridien, 1977.
Da esquerda para a direita: Ernesto Saboya, Alzirinha Camargo, Marcio de Hallivan, Norma Suely e Luis Sergio Lima e Silva. Exibição do filme “Mulher”, restaurado pela Cinédia.
http://www.memorialnormasuely.com.br/gente.php




BASTIDORES DE O GRITO DA MOCIDADE, 1937



Alzirinha Camargo, sentada, sendo dirigida por Raul Roulien, de joelhos.
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/



Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/




Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/



Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/




Alzirinha Camargo
O Cruzeiro, 1936
http://memoria.bn.br/





GRAVAÇÕES DE ALZIRINHA CAMARGO



CINQUENTA POR CENTO (50%)
Marcha de Lamartine Babo
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.025-A, matriz 80080-1
Gravado em 08 de janeiro de 1936 e lançado em fevereiro de 1936


 
VOCÊ VAI SE ARREPENDER
Samba de Kid Pepe, Alberto Fadel e Germano Augusto
Gravado por Alzirinha Camargo
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.025-B, matriz 80081-1
Gravado em 08 de janeiro de 1936 e lançado em fevereiro de 1936


 
PAU QUE NASCE TORTO
Marcha de José Maria de Abreu e Carlos Rego Barros de Souza
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.039-A, matriz 80106-1
Gravado em 04 de fevereiro de 1936 e lançado em fevereiro de 1936


 
NÃO SOU LIMÃO
Marcha de José Fernandes
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento dos Diabos do Céu
Disco Victor 34.039-B, matriz 80107-1
Gravado em 04 de fevereiro de 1936 e lançado em fevereiro de 1936


 
BUENOS AIRES AMIGO
Marcha de Benedito Lacerda
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob a Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.410-A, matriz 5417
Gravado em 14 de outubro de 1936 e lançado em novembro de 1936


 
RITMO DO CORAÇÃO
Samba de Benedito Lacerda e Herivelto Martins
Gravado por Alzirinha Camargo
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.410-b, matriz 5420
Gravado em 15 de outubro de 1936 e lançado em novembro de 1936


 
PAPAI E MAMÃE
Marcha de Benedito Lacerda e Herivelto Martins
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento da Orquestra Odeon, sob a Direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.435-A, matriz 5469
Gravado em 30 de novembro de 1936 e lançado em janeiro de 1937


 
PORQUÊ VOCÊ NÃO VAI!...
Samba de Benedito Lacerda e Herivelto Martins
Gravado por Alzirinha Camargo
Acompanhamento de Benedito Lacerda e Seu Conjunto Regional
Disco Odeon 11.435-B, matriz 5453
Gravado em 18 de novembro de 1936 e lançado em janeiro de 1937


 
EU VOU MANDAR FAZER
Marcha de Mário Lago e Martinez Grau
Gravada por Alzirinha Camargo e Arnaldo Amaral
Acompanhamento de Orquestra
Disco Columbia 8.255-B, matriz 1126
Lançado em 1937


 
DE TOSTÃO EM TOSTÃO
Marcha de Nabor Pires Camargo
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento da Orquestra Columbia
Disco Columbia 8.354-B, matriz 3650
Lançado em 1938


 
TOCA O BONDE
Marcha F. Rubens Mira e Roberto Splendore
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento da Orquestra Columbia
Disco Columbia 8.354-B, matriz 3653
Lançado em 1938


 
SHOW DO MARACANÃ
Rojão de Edgar Ferreira
Gravado por Alzirinha Camargo
Acompanhamento de Conjunto
Disco Polydor 111-A, matriz POL. 1034
Gravado em 02 de junho de 1955 e lançado em 1955


 
NÃO JOGUE FORA
Rojão de Armando Nunes
Gravado por Alzirinha Camargo
Acompanhamento de Conjunto
Disco Polydor 111-B, matriz POL. 1035
Gravado em 16 de agosto de 1955 e lançado em 1955


 
ALEGRIA DO PALHAÇO
Marcha de Salomão José e Pimentel
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento de Pimentel e Sua Orquestra
Disco Guarani 36, matriz 36-A
Lançado em 1962


 
MISERÊ
Batucada de Salomão José e Pimentel
Gravada por Alzirinha Camargo
Acompanhamento de Pimentel e Sua Orquestra
Disco Guarani 36, matriz 36-B
Lançado em 1962















Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...