terça-feira, 22 de dezembro de 2020

RELEMBRANDO ALMIRANTE - 40 ANOS DE SAUDADE

ALMIRANTE
Carioca, 1936
Arquivo Nirez




Há 40 anos falecia o cantor, compositor e radialista ALMIRANTE.
 
 
Henrique Foréis Domingues nasceu no Rio de Janeiro em 19 de fevereiro de 1908. Era filho de Maria José Foréis e Eduardo Foréis Domingues. Nasceu em Vila Isabel.
 
Em criança estudou um pouco de alemão. Em 1924, com a morte de seu pai, começou a trabalhar como caixeiro em uma loja. Em 1925, atuou em outras profissões, como em uma fábrica de linhas.
 
Já em 1926, Henrique foi fazer reserva naval, na Marinha de Guerra do Brasil, estudando de noite e trabalhando de dia. Em 1927, no dia 05 de julho, participou das solenidades de recepção do célebre hidroavião Jahú. Ele ia em um carro que cruzava as ruas da capital, então, o Rio de Janeiro, com o Capitão Matias da Costa (dirigente de reserva), sentado na frente, tendo no banco de trás Henrique, como ordenança, instalado em um banquinho, todo duro e engomado, segundo o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Na rua, as pessoas perguntavam: “Quem é o da frente? É o comandante. Esse aí atrás? Ah, esse deve ser o Almirante!”. Assim, o apelido pegou e o reservista Henrique Foréis Domingues, ao menos na Música Popular Brasileira, foi promovido a Almirante.
 
Ainda trabalhou como guarda-livros quando estudou Contabilidade.
 
Em 1928, conheceu João de Barro, o Braguinha, que o convidou para uma festa em sua casa. Braguinha havia organizado um conjunto musical com amigos para se divertirem. Almirante, nessa mesma noite, foi convidado para ser o pandeirista do conjunto, conhecido como Flôr do Tempo. Os demais integrantes eram: Álvaro Miranda Ribeiro (Alvinho) e Henrique Britto aos violões. Alvinho viria a se tornar um conhecido cantor.
 
Flôr do Tempo conquistava a admiração por onde se apresentava, sendo um sucesso. Foram convidados a gravar alguns discos, mas, diante da impossibilidade de levar muitas pessoas para o estúdio de gravação, combinaram de criam um novo conjunto com reduzido número de participantes: Braguinha, violão e vocal; Noel Rosa, violão; Henrique Britto, violão, e Almirante, pandeiro e vocal. Braguinha sugeriu e todos concordaram no novo nome: Bando de Tangarás. Segundo a lenda, os Tangarás (pássaros) se reúnem em grupos de cinco e fazem uma roda de dança.
 
Almirante gravou seu primeiro disco ao lado do Bando de Tangarás em 1929 na gravadora Odeon. O disco trazia duas composições de sua autoria, Anedota, cateretê, e Galo Garnizé, embolada. O lado B foi gravado primeiro. Porém, no mesmo dia, 26 de junho de 1929, Almirante e o Bando de Tangarás também gravaram um disco pela Parlophon, igualmente com suas composições. O lado A trazia o samba Mulher Exigente e o lado B o samba Consequências do Amor, dele e de Henrique Britto. Tanto o disco Odeon como o Parlophon foram lançados em agosto de 1929.


FLÔR DO TEMPO
Almirante está com um tapa olho, segurando um pandeiro.
O cantor Alvinho é o segundo da esq. para a direita, na primeira fila, sentado.
Revista Careta, 1928
http://memoria.bn.br/



 
Correio da Manhã, 27 de julho de 1929, p.05
http://memoria.bn.br/



A Noite, 23 de agosto de 1929, p.07
http://memoria.bn.br/


BANDO DE TANGARÁS
Arquivo Marcelo Bonavides


Ao lado do Bando de Tangarás, Almirante gravou várias músicas, entre elas o clássico e pioneiro samba Na Pavuna, sua composição em parceria com Homero Dornelas. Neste samba, pela primeira vez, era introduzido no acompanhamento instrumentos de percussão. A jovem pianista Carolina Cardoso de Menezes fez o acompanhamento ao piano em disco Parlophon.
 
Ao longo da década de 1930, Almirante esteve em várias gravadoras, cantando sambas e marchas que fizeram sucesso, como Yes, nós temos Banana e Touradas de Madrid, ambas de João de Barro e Alberto Ribeiro e Marchinha do Grande Galo, de Lamartine Babo e Paulo Barbosa. Também faria duetos em gravações com Gastão Formenti, Castro Barbosa, Lamartine Babo, Luís Barbosa e sua grande amiga Carmen Miranda.
 
Com Carmen Miranda, Almirante gravou peças antológicas, como Boneca de Piche (Ary Barroso e Luiz Iglezias) e Preto e Branco (Augusto Vasseur, Marques Porto e Luiz Peixoto). Uma curiosidade: a estrela de Teatro de Revista Aracy Côrtes havia gravado, em 1930, essas duas músicas.
 
No cinema, Almirante atuou em Alô, Alô Brasil (1935), Alô, Alô Carnaval (1936), Banana da Terra (1939), entre outros.

Em 1929, Almirante e o Bando de Tangarás participaram do curta metragem Vamos Fallá do Norte, da Benedetti Film. É uma potima oportnidade de vermos Almirante cantando, bem como os outros integrantes do Bando de Tangarás, como Noel Rosa.


Vamos Fallá do Norte, 1929













Lamartine Babo e Almirante em Alô, Alô Carnaval, 1936
Carioca, 1936
Arquivo Nirez

 
No rádio brasileiro, Almirante teve uma importantíssima participação como locutor, produtor de programas, pesquisador... Ele seria considerado A Maior Patente do Rádio Brasileiro. Em seus programas de rádio, procurava resgatar antigos ritmos brasileiros, compositores e costumes do passado.
 
Fora cantor, compositor e radialista, Almirante também era musicólogo, pesquisador e produtor radiofônico.
 
Casou-se com Ilka Braga Domingues, irmã de seu amigo Braguinha, passando a residir, vejam só, na Rua Almirante Cockrane, em um edifício também chamado Almirante Cockrane. Em 1958, teve um derrame cerebral que o obrigou a reaprender a falar.
 
Almirante muito se dedicou ao Museu da Imagem e do Som, onde hoje abriga seu acervo.
 
Henrique Foréis Domingues, Almirante, faleceu no Rio de Janeiro em 22 de dezembro de 1980, aos 72 anos de idade.
 
 
No final da década de 1990, conversei algumas vezes por telefone com dona Ilka, sua viúva. Ela me dizia que em sua casa havia muito material de trabalho de Almirante e se preocupava com o destino e preservação dos mesmos. Espero que esse material tenha tido um bom destino.
Para homenageá-lo, trago as duas primeiras gravações realizadas na Odeon e 33 gravações feitas por ele e o Bando de Tangarás na Parlophon, entre 1929 e 1931.
 
 

Gravações Odeon

ANEDOTAS
Cateretê de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Odeon 10.439-A, matriz 2702
Gravado em 26 de junho de 1929 e lançado em agosto de 1929


 
GALO GARNIZÉ
Embolada de Almirante
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Odeon 10.439-B, matriz 2701
Gravado em 26 de junho de 1929 e lançado em agosto de 1929


 
 
Discos Parlophon


MULHER EXIGENTE
Samba de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 12.996-A, matriz 2704
Gravado em 26 de junho de 1929 e lançado em agosto de 1929


 
CONSEQUÊNCIAS DO AMOR
Samba de Henrique Brito e Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 12.996-B, matriz 2703
Gravado em 26 de junho de 1929 e lançado em agosto de 1929


 
VAMOS FALÁ DO NORTE
Lundu de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Grupo de Tangarás
Disco Parlophon 13.010-A, matriz 2819
Gravado em 1929 e lançado em setembro de 1929


 
BOLE -BOLE
Samba Embolada de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Grupo de Tangarás
Disco Parlophon 13.010-B, matriz 2820
Gravado em 1929 e lançado em setembro de 1929


 
TAMBURETE
Samba de Almirante e Erasmo Volmer
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Grupo de Tangarás
Disco Parlophon 13.044-A, matriz 2907
Gravado em 1929 e lançado em novembro de 1929


 
CONFESSA!
Samba de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Grupo de Tangarás
Disco Parlophon 13.044-B, matriz 2908
Gravado em 1929 e lançado em novembro de 1929


 
SEU GOIÁS
Embolada de Henrique Vogeler, Lamartine Babo e J. Menra
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.063-A, matriz 2964
Gravado em 1929 e lançado em dezembro de 1929


 
PARAÍBA
Embolada de Henrique Vogeler, Lamartine Babo e J. Menra
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.063-B, matriz 2963
Gravado em 1929 e lançado em dezembro de 1929


 
SONHO DE SEU JOAQUIM
Fado de Henrique Brito e Luciano Meireles
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.067-A, matriz 2962
Gravado em 1929 e lançado em dezembro de 1929


 
NA PAVUNA
Choro de Rua no Carnaval de Homero Dornelas e Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.089-A, matriz 3179
Gravado em 20 de novembro de 1929 e lançado em janeiro de 1930


 
CHORA
Samba de Lamartine Babo
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.108-B, matriz 3306
Gravado em 29 de janeiro de 1930 e lançado em março de 1930


 
ANEDOTAS
Cateretê de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.152-A, matriz 3529
Gravado em 1930 e lançado em maio de 1930


 
CADÊ O TOUCINHO?
Embolada de Almirante
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.152-B, matriz 3530
Gravado em 1930 e lançado em maio de 1930


 
PAU PRA TODA OBRA
Embolada de Almirante e Mário Faccini
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.212-A, matriz 3866
Gravado em 1930 e lançado em setembro de 1930



FAÇANHAS DO BANDO
Samba Nortista de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.212-B, matriz 3867
Gravado em 1930 e lançado em setembro de 1930


 
VACA MAIADA
Samba de Luperce Miranda e Manoel Lino
Gravado por Almirante
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.241-A, matriz 3997
Gravado em 1930 e lançado em novembro de 1930


 
SÓ PAPO
Repinicado de Luperce Miranda e Brant Horta
Gravado por Almirante e Luperce Miranda
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.241-B, matriz T-9
Gravado em 1930 e lançado em novembro de 1930


 
O BARBADO FOI-SE
Marcha Libertadora de Lamartine Babo
Gravada por Almirante
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.242-A, matriz T-35
Gravado em 1930 e lançado em novembro de 1930


 
BATENTE
Samba de Almirante
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.242-B, matriz 4006
Gravado em 1930 e lançado em novembro de 1930


 
BATUCADA
Marcha Popular Carioca de Eduardo Souto e João de Barro
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.256-A, matriz 3730
Gravado em 02 de agosto de 1930 e lançado em janeiro de 1931


 
EU VOU PRA VILA
Samba de Noel Rosa
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.256-B, matriz 3734-1
Gravado em 02 de agosto de 1930 e lançado em janeiro de 1931

  
 
ONDE VOCÊ ESTÁ MORANDO
Samba de Lamartine Babo
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.271-A, matriz 131070
Lançado em janeiro de 1931


 
DONA ARACY
Marcha Carnavalesca de Noel Rosa
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.271-B, matriz 131071
Lançado em janeiro de 1931


 
É DO OUTRO MUNDO
Samba de Ary Barroso
Gravado por Almirante e o Bando de Tangarás
Acompanhamento da Orquestra Guanabara
Disco Parlophon 13.290-A, matriz 131065
Lançado em janeiro de 1931


 
DONA EMÍLIA
Marcha de Glauco Viana e Noel Rosa
Gravada por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.290-B, matriz 131087
Lançado em janeiro de 1931


 
POR CONTA DO BONECO
Samba de Ary Barroso
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.322-A, matriz 131150
Lançado em julho de 1931


 
FUZILEIRO
Embolada de Ezequiel Costa e Mário Faccini
Gravada por Almirante
Disco Parlophon 13.331-A, matriz 131114
Lançado em setembro de 1931


 
CABORÉ
Embolada de João Miranda
Gravada por Almirante
Disco Parlophon 13.331-B, matriz 131115
Lançado em setembro de 1931


 
JÁ NÃO POSSO MAIS
Samba de Almirante, Puruca, J. Canuto e Noel Rosa
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.364-A, matriz 131221
Lançado em 1931


 
SÓ PRA CONTRARIAR
Samba de Manoel Ferreira e Noel Rosa
Gravado por Almirante
Acompanhamento do Bando de Tangarás
Disco Parlophon 13.364-B, matriz 131222
Lançado em 1931














Agradecimento ao Arquivo Nirez










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...